quinta-feira, 9 de abril de 2015

Vagas de emprego na Prepare RH


                                             Vagas de emprego na Prepare RH  em Turvo  


Venda de pontos em carteira de habilitação é crime, alerta Detran

Quem assume os pontos sem ser o real infrator pode ser penalizado com prisão de até cinco anos e multa

A comercialização de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tem se tornado comum entre motoristas, ao ponto da prática ser exposta abertamente na internet. Pelas redes sociais, pessoas que cometeram algum tipo de infração “compram” pontos de habilitados que estão longe de atingir os 20 pontos na CNH, necessário para a suspensão do documento.

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) orienta, porém, que comercializar ou assumir pontos de multas CNH, livrando o verdadeiro responsável de punições é ilegal e os responsável podem ser criminalizados.

“Repassar os pontos para outra pessoa que não foi a real infratora é contra a lei. E é ainda mais grave comercializar estes pontos”, diz o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. “Trabalhamos para coibir a fraude e contamos com um sistema que faz o cruzamento de dados dos condutores e o monitoramento constante.”.

Quem assume os pontos sem ser o real infrator pode ser penalizado com prisão de até cinco anos e multa. Negociar a pontuação é um risco maior para quem vende, pois determinadas infrações levam a outras penalidades que podem gerar a cassação da CNH.

Os casos são apurados pela Controladoria de Inspeção e Auditagem do Detran. As redes sociais também têm sido constantemente vigiadas pelo Departamento, que busca anúncios sobre compra e venda de pontos.

Reciclagem

A comercialização e transferência de pontuação, em geral, tem como objetivo evitar a suspensão da CNH para o motorista que atinge a marca de 20 pontos em um período de 12 meses.

Quando ocorre a suspensão, o condutor precisa fazer um curso de reciclagem de 30 horas e perde o direito de dirigir por, pelo menos, 30 dias. Se for constatado que conduziu qualquer veículo neste período a CNH será cassada e o tempo sem habilitação subirá para dois anos.

Há, ainda, a suspensão “direta”, que pode culminar na perda do direito de dirigir do infrator pelo período mínimo de 30 dias até 12 meses. Quando houver reincidência em um período de 12 meses, a CNH será cassada.

Notificação

Caso o condutor não seja notificado no momento da infração, a notificação vai para o proprietário do veículo por correspondência enviada ao endereço cadastrado no Detran.

Após a notificação, o Departamento dá um prazo de 15 dias para a identificação do infrator. Se o prazo de defesa e recursos for ultrapassado, os pontos vão para o dono do veículo.

Quando a multa é assumida por terceiros, os pontos deixam de ir para a CNH do proprietário, assim, livrando o verdadeiro infrator de possível processo administrativo.

Fonte: www.pr.ricmais.com.br



Rapaz morre após carcaça de Ônibus cair sobre ele em Pitanga

Mais uma tragédia registrada hoje (09) em Pitanga, em uma oficina de reciclagem de veículos, uma carcaça de ônibus caiu sobre um rapaz, o jovem morreu na hora.

Esse rapaz da foto, é Fernando Claudio Lino de 19 anos, ele morreu com a queda da carcaça do ônibus sobre ele, Fernando estava trabalhando no descarregamento da carcaça, quando uma peça rompeu e caiu sobre ele.

O Acidente foi por volta das 10:00Hrs da manhã de hoje, na oficina localizada na entrada do Bairro Santa Regina, na oficina do senhor Valmir dono da RV SUCATAS, ele disse que Fernando é um ótimo funcionário, Valmir disse que foi o primeiro a dar oportunidade de emprego a Fernando.

Fernando Claudio Lino é morador do Bairro Santa Regina, morreu aos 19 anos de uma forma trágica, os pais de Fernando estiveram no local da morte do filho, mas a Polícia não permitiu que eles olhassem o corpo, para preservar a família das fortes imagens do acidente.

O Corpo foi encaminhado para o IML de Guarapuava.


GUARAPUAVA: Arma falha e tiro acerta mochila de adolescente no Morro Alto

Adolescente de 14 anos ameaçou outra menina da mesma idade com uma arma de fogo nesta terça-feira (8) na saída de um Colégio



Uma adolescente de 14 anos ameaçou outra menina da mesma idade com um revolver na saída de um Colégio na Rua das Jabuticabeiras, no Morro Alto. Por sorte, a arma falhou e o tiro atingiu apenas a mochila da menina. A adolescente relatou que, ao sair da escola, foi abordada por um garoto (14) que disse ser desafeto do irmão da jovem.

Depois, o adolescente sacou uma arma de fogo e tentou realizar diversos disparos, sendo que a arma falhou e somente um disparo foi efetuado, acertando assim a mochila da vítima e perfurando um livro didático. O projétil foi encontrado no interior da mochila.

A vítima acompanhou a equipe policial e mostrou a localização da residência do mesmo. No local, a equipe realizou buscas na tentativa de localizar a arma utilizada, porém não logrou êxito.

Durante as buscas, um homem (27) desacatou os policiais e foi encaminhado até o Fórum para lavratura de Termo Circunstanciado. O autor dos disparos foi encaminhado, acompanhado dos pais, à 14° SDP.

APÓS PERSEGUIÇÃO POLICIAL MOTORISTA É PRESO POR CONDUZIR VEÍCULO SOB A INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL SEM CNH.

CONDUZIR VEÍCULO SOB A INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL / DIREÇÃO PERIGOSA / CONDUZIR VEÍCULO SEM CNH / DESOBEDECER AS ORDENS DA AUTORIDADE COMPETENTE DE TRÂNSITO OU DE SEUS AGENTES.
Com informações e foto Dpm de Turvo

NO DIA 09/04/2015, DURANTE ATENDIMENTO DE OCORRÊNCIA DE DANO NA AVENIDA 12 DE MAIO, A EQUIPE VISUALIZOU UM VEÍCULO FIAT UNO DE COR CINZA ARRANCANDO BRUSCAMENTE (PATINANDO OS PNEUS), EM FRENTE A UM ESTABELECIMENTO COMERCIAL NO CENTRO DO MUNICÍPIO DIRIGINDO-SE SENTIDO AO MUNICÍPIO DE PITANGA. MOMENTOS DEPOIS FOI VISUALIZADO TAL VEÍCULO RETORNANDO PELA AVENIDA 12 DE MAIO EM ALTÍSSIMA VELOCIDADE NO SENTIDO DA EQUIPE, SENDO DE IMEDIATO DADO VOZ DE ABORDAGEM AO CONDUTOR E VERBALIZADO VÁRIAS VEZES PARA QUE PARASSE O VEÍCULO, O QUAL NÃO ACATOU AS ORDENS ARREMESSANDO O VEÍCULO EM CIMA DA EQUIPE POLICIAL, SENDO NECESSÁRIO REALIZAR UM DISPARO DE ARMA DE FOGO EM DIREÇÃO AO VEÍCULO PARA CESSAR A INJUSTA AGRESSÃO, SENDO QUE O VEÍCULO CONTINUOU A SE EVADIR EM ALTA VELOCIDADE. FOI INICIADO ACOMPANHAMENTO TÁTICO POR VÁRIAS RUAS DO MUNICÍPIO E POR VÁRIAS VEZES TENTADO REALIZAR A ABORDAGEM AO VEÍCULO ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE SIRENE E GIROFLEX NÃO SENDO OBTIDO ÊXITO, E APÓS CERTO TEMPO DE ACOMPANHAMENTO JÁ NA RUA XV DE NOVEMBRO, EM FRENTE A UM ESTABELECIMENTO COMERCIAL FOI CONSEGUIDO BLOQUEAR UM DOS ACESSOS DO VEÍCULO ONDE NOVAMENTE FOI VERBALIZADO POR ALGUMAS VEZES SENDO DESSA VEZ ACATADO PELO CONDUTOR. SENDO CONSTATADO QUE O CONDUTOR ESTAVA EM VISÍVEL E OLFATIVO ESTADO DE EMBRIAGUEZ ALCOÓLICA.
SENDO ENTÃO DADO VOZ DE PRISÃO AO MESMO E CONDUZIDO A 14° SDP PARA LAVRATURA DO FLAGRANTE. FOI APRESENTADO AO CONDUTOR O ETILÔMETRO MAS O CONDUTOR RECUSOU-SE A REALIZAR O TESTE, MOTIVO PELO QUAL FOI FEITO A CONFECÇÃO DO AUTO DE CONSTATAÇÃO DE EMBRIAGUEZ. O VEÍCULO FOI APREENDIDO JUNTO AO PÁTIO DO 3° PELOTÃO DE TURVO ONDE FORAM LAVRADAS AS NOTIFICAÇÕES PERTINENTES. O AUTOR SEGUE PRESO A DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA.

FONTE: POLÍCIA MILITAR DE TURVO


Faleceu o Bispo da Diocese de Paranaguá

A Diocese de Paranaguá comunica, em nota, o falecimento de dom Frei João Alves dos Santos, OFMCap., Bispo Diocesano, aos 58 anos de idade



A Diocese de Paranaguá comunica, em nota, o falecimento de dom Frei João Alves dos Santos, OFMCap., Bispo Diocesano, aos 58 anos de idade, às quatro horas e cinco minutos do dia de hoje, no Hospital Santa Catarina na cidade de São Paulo (SP).

Dom João passou por vários problemas de problemas de saúde e nas últimas semanas esteve internado. A causa de seu falecimento foi a falência múltipla dos órgãos.

Pe. Carlimar Gonçalves de Holanda comunicou que o corpo de dom João será velado nesta quinta feira (09) até as 14h na Igreja da Imaculada Conceição, sede da Província dos Frades Menores Capuchinhos, na cidade de São Paulo e depois seguirá para ser velado de sexta-feira (10) a sábado (11) na Catedral Diocesana de Nossa Senhora do Rosário, na sede da Diocese em Paranaguá. No sábado, haverá Missa Exequial Solene às 16h horas, e logo em seguida o sepultamento na Cripta da Catedral Diocesana.

Trajetória

Dom João Alves foi o 3º Bispo de Paranaguá. Nasceu a 09 de dezembro de 1956, na cidade de Alto Alegre, Diocese de Lins (SP). Ingressou na Ordem dos Franciscanos Capuchinhos a 31 de dezembro de 1976. Fez a primeira profissão religiosa a 1º de janeiro de 1978 e os votos perpétuos a 17 de abril de 1982. Estudou Filosofia no Seminário de São Francisco de Assis, em Campinas, e na Faculdades Associadas do Ipiranga – SP (FAI) e Teologia no Seminário de São Francisco, em Campinas.
Foi ordenado presbítero, a 04 de dezembro de 1982.
Exerceu os seguintes ministérios: Vigário Paroquial na Arquidiocese de Campinas, Superior da Comunidade local em Campinas, Promotor Vocacional, Definidor Provincial, Formador e Professor em diversas casas da província e Provincial dos Capuchinhos, com sede em São Paulo.
Foi nomeado Bispo de Paranaguá a 02 de agosto de 2006, ordenado em Penápolis, Diocese de Lins, a 30 de setembro seguinte e empossado a 18 de outubro do mesmo ano.

Atividades

Na Diocese dom João reorganizou a Pastoral diocesana e a administração; construiu o Centro Pastoral Dom Bernardo José Nolker; fundou novas paróquias e conseguiu a reabertura da histórica igreja de São Francisco das Chagas sendo hoje, a igreja da Adoração Perpétua ao Santíssimo Sacramento.

Em âmbito Regional dom João era bispo referencial da Pastoral Carcerária e nacionalmente referencial para a Pastoral da Afro-brasileira.

A Presidência do Regional Sul 2 da CNBB louva e agradece a Deus pela vida de dom João Alves. O seu jeito humilde de ser e seu testemunho de vida permanecem sendo um farol, especialmente para o povo Parnanguara, mas também para os católicos do Estado do Paraná.

Nos mais de oito anos que esteve na frente da Diocese de Paranaguá, dom João Alves, seguindo as pegadas do Bom Pastor, doou sua vida pelo povo, mostrou-se incansável, dedicando-se, sobretudo ao mais pobres e no Regional Sul 2 foi atuante junto na construção da comunhão junto aos bispos.



Da Central Cultura de Guarapuava com CNBB Sul 2

DANO: homem deixa veículo estacionado quando retorna encontra danificado

OCORRÊNCIA ATENDIDA PELA POLÍCIA MILITAR DE TURVO


DANO

ÁS 23H50 DO DIA 09/04/2015, O SOLICITANTE RELATOU QUE DEIXOU O SEU VEÍCULO VW GOL ESTACIONADO NA AVENIDA 12 DE MAIO PRÓXIMO AO BANCO BRADESCO POR VOLTA DAS 18H30 E AO RETORNAR PARA BUSCA-LO POR VOLTA DAS 23H30 ENCONTROU SEU VEÍCULO DANIFICADO, COM A LATERAL TODA AMASSADA MAS NÃO SABIA INFORMAR QUAL SERIA O VEÍCULO QUE TERIA COLIDIDO COM O MESMO. DA COLISÃO RESULTOU EM DANOS NA PORTA ,VIDRO E RETROVISOR DO VEÍCULO GOL. O SOLICITANTE FOI ORIENTADO QUANTO AOS PROCEDIMENTOS.

FONTE: DPM DE TURVO

Em Clevelândia, Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal vence mais uma na Chave Ouro 2015



Clevelândia (PR) – Pela quarta rodada do Campeonato Paranaense de Futsal Chave Ouro 2015, o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal enfrentou a AEC Camifra Tittal, no Ginásio Antônio Mariano Zardo, conquistando a sua quarta vitória em quatro jogos pela divisão de elite do futsal paranaense, pelo placar de 6 a 0..

O jogo começou movimentado, de um lado os guarapuavanos com posse de bola e trabalhando a mesma com passes rápidos. Empurrado pela sua torcida que compareceu em bom número ao ginásio, a AEC Camifra Tittal iniciou aguardando o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal e buscando o jogo de contra-ataque e logo nos primeiros minutos Jefinho puxou um destes contragolpes e de canhota chutou rasteiro, obrigando o goleiro Pardal, a desviar para a bola tocar na trave.

A resposta guarapuavana foi ‘letal’ e em forma de gol. Aos 6 minutos, Régis acertou lindo ‘sem pulo’ abrindo o placar em Clevelândia. Com o revés, o time da casa acusou o golpe, passando a errar muitos passes, diante da pressão guarapuavana na saída de bola. Por outro lado, o Poker Óleo Leve Guarapuava jogava com tranquilidade e aos 12 minutos, Diego Fávero fez jogada individual pela ala direita de ataque e soltou a bola no meio para Deivão, que deu um corte no marcador e de canhota arrematou sem chances para Buiu, anotando o segundo gol guarapuavano no jogo, placar da primeira etapa.

No segundo tempo, logo nos primeiros segundos, a AEC Camifra Tittal assustou com Caio que tocou de letra, levando perigo ao gol de Pardal. A equipe clevelandense tentava descontar, mas não encontrava espaços, passando a arriscar de meia distância, mas parando em defesas de Pardal. Por outro lado, o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal levava o jogo com experiência, aos 28 minutos, Bruno Petry recebeu passe e acertou chute no ângulo de Buiu aumentando a vantagem guarapuavana no jogo.

Em desvantagem no placar e faltando 6 minutos para o final do jogo a AEC Camifra Tittal veio com Leandro na função de goleiro-linha. Faltando 3 minutos para o final, Régis roubou a bola do pivô clevelandense, avançou, limpou o marcador, driblou o goleiro e literalmente entrou com bola e tudo dentro do gol, marcando o quarto gol do Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal. Ainda haveria tempo para Bisqui roubar bola na defesa e passar para Mauricinho, que de canhota chutou rasteiro sem chances para o goleiro Buiu. No desespero o time da casa tentava desordenadamente enquanto os guarapuavanos aproveitavam para aumentar a vantagem e quando faltavam 30 segundos a bola de pé em pé chegou a Bisqui que tocou por entre as pernas de Buiu, definindo o resultado final do jogo: Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal 6 x 0.

O Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal chega aos 12 pontos ganhos e permanece com a campanha 100% na Chave Ouro. A equipe folga nesta quinta-feira (9), retornando aos treinamentos na sexta-feira (10), em preparação para a estreia na Liga Nacional de Futsal, na próxima segunda-feira (13), contra o Cascavel Futsal, a partir das 20h15, no Ginásio Joaquim Prestes.

Assessor de Imprensa - Clube Atlético Deportivo