sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

ALTAIR RIBEIRO ESTÁ DESAPARECIDO Á 19 DIAS EM TURVO.

Familiares e amigos continuam as buscas por Altair Ribeiro, que desapareceu á 19 dias em Rio Bonito, local onde foi visto pela última vez. A família de Altair faz um pedido á população turvense e municípios vizinhos, quem tiver qualquer informação sobre ele, que entre em contato com Agnaldo Oliveira irmão de Altair (42) 9129-1690
                                                      Altair é aluno da Apae de Turvo.


ALTAIR RIBEIRO SANTOS POSSUI PROBLEMAS MENTAIS, SEMPRE SAÍA DE CASA E FICAVA POR VOLTA DA RESIDÊNCIA ONDE MORAVA, MAIS NO DIA 20/12/2014, ELE SAIU COMO DE COSTUME E SEGUNDO OS VIZINHOS ENTROU EM UM TERRENO DO SR. AFONSO, QUE FICA PRÓXIMO Á SUA CASA, NA LOCALIDADE DE RIO BONITO/TURVO COM RUMO IGNORADO. 


                                                           





DOMINGO DIA 11 SORTEIO DE 01 PALIO 0KM DA ACEPI DE PITANGA


Procon alerta consumidores sobre abusos em listas de materiais escolares

Lei 12.886/2013 proíbe a indicação de materiais de uso coletivo, como copos, papel higiênico, produtos de limpeza ou água mineral e até mesmo folhas sulfites, cartolinas e giz


Ouça na reportagem. Para ouvir, clique no link abaixo:
http://www.centralcultura.com.br/audio/34943.mp3

Todo início de ano, além dos impostos e as contas deixadas das festas, a correria também é para a compra dos materiais escolares para os filhos. Ao lado da mensalidade da escola e do uniforme, este é um dos investimentos a se fazer com cuidado e atenção, segundo afirma o Procon. Analisar a lista é o primeiro passo, antes de uma conversa com a própria escola e em casos de abusos, a procura pelos direitos. Desde 2013 por exemplo, a Lei n° 12.886/13 proíbe a indicação de materiais de uso coletivo, como copos, papel higiênico, materiais de limpeza ou água mineral.

O coordenador do Procon, Irineu Rodrigues Júnior, afirma que até medicamentos já foram exigidos por algumas instituições, o que é proibido, assim como cartolinas e folha sulfite, que são materiais pedagógicos. “Os pais devem comprar apenas aquilo que é de uso do alunos, o que não entra produtos como giz, cartazes, folha sulfite, então tudo que foi de uso coletivo, da escola, é expressamente proibido pela Lei. Os pais devem analisar, pensar e pesquisar muito para não cair nos abusos e economizar”, explicou.

Para mais informações de como agir diante de problemas, é só ligar para o 36214590.

Matéria: www.centralcultura.com.br

Homem morre e três pessoas ficam feridas em acidente na rodovia BR-373

Batida foi nesta quinta (8) na rodovia que liga Ponta Grossa a Imbituva.
Três pessoas feridas foram levadas ao Pronto Socorro de Ponta Grossa.

                                                   (Foto: Wesley Cunha/RPC Ponta Grossa )

Um acidente matou um homem de 54 anos e deixou três pessoas feridas na tarde desta quinta-feira (8) em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).


A batida envolveu três carros e deixou o trânsito lento no quilômetro 196 da BR-373, perto da ponte do Rio Tibagi. O trecho é de pista simples. O tráfego foi normalizado por volta das 17h30 desta quinta.

Segundo a PRF, o motorista de 54 anos seguia sentido Imbituva quando invadiu a pista contrária e bateu na lateral de um veículo que estava em direção a Ponta Grossa. Um segundo carro, que também seguia sentido Ponta Grossa, foi atingido de frente pelo automóvel que tinha invadido a faixa.

Duas ocupantes do primeiro carro não se feriram, mas o motorista e dois passageiros do segundo veículo tiveram ferimentos e foram levados pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) ao Pronto Socorro Municipal de Ponta Grossa.

O corpo do motorista foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa.

Resultado do Enem 2014 será divulgado na próxima terça, 13 de janeiro.


Informação foi divulgada pela assessoria de comunicação do MEC

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será liberado para consulta em 13 de janeiro, pela internet. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (8) pela assessoria de comunicação do Ministério da Educação (MEC).
Nesta quinta-feira também, em Pernambuco, 31 estudantes precisaram fazer o Enem 2014 pela 3ª vez. Durante a primeira aplicação, em 8 e 9 de novembro, quando o exame foi realizado em todo o Brasil, houve falta de energia e outros problemas técnicos que impossibilitaram esses candidatos de fazerem as provas. O Inep reaplicou o exame em 9 e 10 de dezembro. Porém, as notas não chegaram a ser calculadas por que o caminhão dos Correios que transportava os cartões de resposta e as provas de redação para correção foi roubado na cidade do Rio de Janeiro, em 16 de dezembro. A Polícia Federal investiga o caso.
As notas do Enem 2014 são necessárias para a participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Programa Universidade para Todos (ProUni), entre outros programas do governo. As inscrições do Sisu começarão em 19 de janeiro, indo até o dia 22. Já as do ProUni terão início no dia 26 do mesmo mês, até o dia 29.
NOS LINKS ABAIXO, LEIA MAIS SOBRE SISU E PROUNI:
Fonte: guiadoestudante.abril.com.br

PALMITAL: Corpo de jovem morto a tiros é encontrado.

Claudinei Vaz teria saído de casa nesta quarta-feira (7) para cobrar uma dívida de terra e não teria voltado mais



O corpo de Claudinei Vaz de Palmital foi encontrado em um barranco na beira de estrada em Palmital na tarde de ontem (8), por volta das 14h30. O pai do jovem foi quem encontrou o filho morto. Segundo informações da família, o Claudinei teria saído de casa na quarta-feira (7) para cobrar um cheque de um indivíduo proveniente da venda de terra e não voltou mais.

De acordo com o boletim policial, a vítima apresentava ferimentos de arma de fogo, além de lesões na face. O corpo do rapaz foi levado ao IML de Guarapuava. 

Fonte: www.centralcultura.com.br

Prazo para atualizar cadastro do Bolsa Família vai até dia 16 de janeiro

No Paraná, 408.935 famílias são atendidas pelo programa federal.
Benefício de R$ 77 é para famílias em situação de extrema pobreza.


O prazo para os beneficiários do programa federal Bolsa Família atualizarem os dados cadastrais vai até o dia 16 de janeiro. A exigência é para quem está há mais de dois anos sem fazer a revisão no Cadastro Único e que recebeu aviso no extrato de pagamento. Se a atualização não for feita, corre-se o risco de ter o benefício de transferência de renda bloqueado.

De acordo com o governo estadual, no Paraná, 408.935 famílias são atendidas pelo Bolsa Família. Deste total, 92.300 recebem ainda mais um complemento de renda pago pelo governo do estado, o Renda Paranaense, por não atingirem a renda por pessoa de R$ 87.

Os beneficiários convocados para fazer a revisão cadastral devem procurar o setor responsável pelo Cadastro Único do município onde residem. Normalmente, os operadores do sistema ficam instalados nas Secretarias de Assistência Social ou nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Dúvidas podem ser esclarecidas na Central de Atendimento do Ministério do Desenvolvimento Social, pelo telefone 0800-707-2003.

Redução
Em dezembro, a Prefeitura de Curitiba informou que de setembro de 2011 a setembro de 2014, o número de beneficiários do Bolsa Família na cidade caiu 26%. Os dados são da Fundação de Ação Social (FAS), que é o órgão responsável pelo cadastramento das famílias beneficiárias na capital paranaense, e foram divulgados neste mês de dezembro. De acordo com a FAS, o número de famílias cadastradas para receber o programa de complementação de renda caiu de 39.804 para 29.545.

Bolsa Família
O Bolsa Família é um programa de transferência de renda composto por benefício básico e benefícios variáveis. O benefício de R$ 77 é concedido para cada unidade familiar que esteja em situação de extrema pobreza, ou seja, cuja família viva com menos de R$ 77 por pessoa.

Há ainda benefícios variáveis, que são destinados a famílias na extrema pobreza ou na pobreza que tenham gestantes e crianças e adolescentes de até 17 anos.

Os benefícios variáveis para quem tem na família, gestante, crianças de zero a 12 anos e adolescentes de até 15 anos são de R$ 35 por beneficiário, até o limite de R$ 175 por família.

Já os benefícios para famílias com adolescentes entre 16 e 17 anos são de R$ 42, até o limite de R$ 84 por família.

Fonte: g1.globo.com/pr