quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Campinenses tropeiros retornam depois de 13 dias de cavalgada

                                   
A comitiva de tropeiros intitulada "Boiadeiros sem destino" de Campina do Simão participou da 15ª cavalgada da Integração na cidade do Candói que tem como objetivo a chegada e participação na Tradicional Festa do Charque nessa cidade.

O grupo de tropeiros saiu de Campina do Simão no dia 21 de Agosto pela manhã, tendo um pouso na fazenda Capão Redondo no meio do caminho e chegando em Candói no dia 22 de agosto ao anoitecer.
Chegando lá os mesmos representaram o município de Campina do Simão na 15ª Cavalgada da Integração, que é realizada anualmente.
Reunidos na frente da Prefeitura, juntamente com os outros 200 cavaleiros que participam dessa cavalgada, eles partiram no domingo dia 24 de agosto, em direção às comunidades onde foram acolhidos durante os quatro dias. O percurso de 74km se encerrou com o início da programação da Festa Nacional do Charque.

Sendo assim, a fim de celebrar a tradição campeira, no total a comitiva campinense percorreu mais de 250km em cima de lombo de burro.

De acordo com o fundador dessa comitiva, Rogério Colaço o objetivo desta é resgatar a tradição tropeira em sua forma original, uma vez que em suas tropeadas não há carro de apoio, ou seja todos os utensílios (alimentos, roupas, etc.) são carregados em bruacas, cargueiros em lombos de burros e mulas. De acordo com ele,o próximo objetivo da comitiva é tropear até Aparecida do Norte no Estado de São Paulo.
Assim, deixam o convite para todos os interessados que desejarem participar dessa comitiva que tem como objetivo reviver simbolicamente a saga dos tropeiros que no passado percorreram o país conduzindo dezenas, às vezes centenas, de mulas cargueiras, único meio de transporte de pessoas, produtos, notícias e costumes pelo interior do país. 

A comitiva agradece a todos que colaboraram com eles e com a tradição campeira nesse trajeto, especialmente ao Prefeito Laureci Miranda pelo apoio, e as fazendas Capão Redondo e Rancho das Araucárias que os acolheram no percurso entre Campina do Simão e Candói.
Fonte: Facebook Campina do Simão

Reserva do Iguaçu: Número de casas atingidas pela chuva chega a mais de mil

Chuva de granizo que caiu nesta terça-feira (2) atingiu o centro da cidade e o interior; Doações podem ser encaminhadas à Defesa Civil em Guarapuava

A Prefeitura de Reserva do Iguaçu atualizou o número de atingidos pela chuva forte com granizo que caiu sobre a cidade e o interior nesta terça-feira (2). Segundo dados da Defesa Civil que está atuando na cidade, mais de mil pessoas foram atingidas e sofreram estragos com destelhamentos, alagamentos e quedas de árvores.

“Nosso município mais uma vez foi danificado pela força da natureza, estamos desde ontem com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros distribuindo lonas, mas pedimos a toda a população da região que nos ajude, que doem, pois mais de 90% da cidade foi atingida. Temos muitas pessoas carentes que perderam tudo, inclusive de utensílios básicos”, argumentou o chefe de gabinete da prefeitura, Luiz Zanon.

Ontem, mais de 100 pessoas trabalharam na distribuição de lonas, somente em uma hora foram entregues à população mais de 20 mil metros. As doações de telhas, roupas, cobertores e outros utensílios podem ser encaminhadas à Defesa Civil ou ao Corpo de Bombeiros de Guarapuava. Mais informações também podem ser obtidas pelo (42) 36518000.

OPORTUNIDADE DE EMPREGO, REDE NOSSO SUPERMERCADO CONTRATA...



A REDE NOSSO SUPERMERCADO PRECISA DE UM CASAL PARA TRABALHAR EM GUARAPUAVA,

O HOMEM PARA TRABALHAR COMO AÇOUGUEIRO E A MULHER COMO OPERADORA DE CAIXA, O PROPRIETÁRIO OFERECE CASA PARA MORAR, O ENDEREÇO DO SUPERMERCADO FICA NA RUA LEONARDO COBLINSKI, N° 371, BAIRRO BOQUEIRÃO EM GUARAPUAVA, INTERESSADOS FALAR COM ALVANIR MOTTA PELOS FONES (42) 3623 8678 OU (42) 98109007.




BALADA VIP EM PITANGA COM ZÉ MARCOS E MARCELO

INGRESSOS EM TURVO NA MALHARIA BRASIL 42-9132-6466 E NO GÁS LIQUIGÁS 

Chuva atinge 10 mil moradores e deixa 150 desabrigados no Paraná

                                 

Números foram divulgados pela Defesa Civil às 6h30 desta quarta-feira (3). 
Temporal com granizo e ventos fortes atingiu o estado na terça-feira.


                                Temporal atinge Curitiba e cidades do centro-sul e do oeste do Paraná (Foto: Juliano Justino / Arquivo Pessoal)
                        Temporal atingiu várias cidades do estado (Foto: Juliano Justino / Arquivo Pessoal)
O número de vítimas afetadas pela chuva que atingiu o Paraná entre a tarde e noite de terça-feira (2) subiu de 9.807 pessoas para 10.001, segundo um boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual por volta das 6h30 desta quarta-feira (3). O temporal, que teve ventos que passaram de 70 km/h e registro de granizo, atingiu 15 cidades paranaenses. Do total de atingidos, 46 pessoas estão alojadas na casa de parentes e amigos e 150 estão em abrigos públicos. Ainda segundo o boletim, 2.654 casas foram danificadas. O municípío com maior registro de prejuízos foi Marmeleiro, no sudoeste, com 8 mil moradores atingidos. Duas mil residências foram danificadas na cidade. Não há registros de pessoas feridas.

A chuva também deixou 60 mil moradores sem energia elétrica em todo o estado. A Região Metropolitana de Curitiba foi a área mais atingida, com cerca de 39 mil casas sem eletricidade. Às 6h30 desta quarta, a Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou que 6 mil unidades consumidoras ainda estavam sem o fornecimento de luz em Curitiba e Região.

Os municípios atingidos pelo temporal são: Campo Bonito, Campo Mourão, Francisco Beltrão,Goioxim, Ibema, Laranjal, Mangueirinha, Marmeleiro, Pinhão, Ponta Grossa, Renascença, Reserva, Reserva do Iguaçu, Rio Negro e Tibagi.


Fonte: http://g1.globo.com/pr