terça-feira, 18 de março de 2014

Agência do Trabalhador oferta 376 vagas na região central do Paraná

Cargos mais procurados são auxiliar de linha de produção e eletricista.
Vagas estão abertas nas agências de cinco municípios da região.

carteira de trabalho  (Foto: Janine Brasil/G1) 

A Agência do Trabalhador deGuarapuava, na região central do Paraná, tem 135 vagas de emprego abertas nesta terça-feira (18). Entre os cargos mais procurados estão 13 vagas para auxiliar de linha de produção, 11 para eletricista, nove para empregado doméstico nos serviços gerais e nove para vendedor pracista.  Também estão disponíveis vagas para os cargos de técnico em manutenção de equipamentos de informática, soldador, salgadeiro, lavador de veículos, garçom, consultor de vendas, babá, assistente de vendas, entre outros.

As agências de Irati, Prudentópolis, Laranjeiras do Sul e Candói, também na região central do estado, têm 241 oportunidades de emprego no total. Entre os cargos procurados nestes municípios estão motorista de caminhão, manicure, oleiro, ajudante de carga e descarga de mercadoria, ajudante de mineiro, carpinteiro, operador de processo de produção, trabalhador da cultura de maçã, armador de estrutura de concreto, entre outros.
 No site da secretaria do Estado do Trabalho, do Emprego e da Economia Solidária é possível conferir a lista com todas as vagas ofertadas nesses municípios e em outras regiões do Paraná.
Para se candidatar às vagas, o candidato precisa apresentar a carteira de trabalho com o número do PIS na agência que oferta a vaga de interesse. A Agência do Trabalhador de Guarapuava fica na Rua Vicente Machado, 1552, no Centro. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira das 8h às 16h30. A agência de Irati fica na na Rua Coronel Grácia, 508, e atende das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30. Já a agência de Prudentópolis está localizada na  Rua Marechal Deodoro, 582, atendendo das 8h às 14h.
A agência de Laranjeiras do Sul fica na Rua Marechal Cândido Rodon, nº 2348, e atende das 8h às 14h. Por fim, a Agência do Trabalhador do município de Candói está na Avenida Newton Marcondes de Oliveira, 2605, e fica aberta das 8h às 17h30.
Fonte:  http://g1.globo.com/pr

Bombeiros encontram corpo de adolescente no Parque do Lago em Guarapuava.

O Corpo de Bombeiro acaba de resgatar, às 15h00 desta terça (18), o corpo do adolescente que se jogou no Parque do Lago na madrugada de hoje em Guarapuava. O corpo, porém, foi encontrado às 14h10.
As buscas começaram pela manhã e à tarde 10 bombeiros especializados em buscas aquáticas intensificaram o trabalho. 
Eduardo Biscaia de Oliveira tinha 16 anos. Ele mandou uma mensagem em áudio para a namorada e escreveu uma carta ao pai falando sobre o que iria fazer. 
De acordo com a empresária Marlene Geteski, com quem o jovem trabalhava na Acopecc (Associação Centro Oeste do Paraná de Estudos de Combate ao Câncer), ele era uma pessoa calma e boa. Ontem antes de ir para casa no final do expediente, o menino a abraçou. Ela acompanhou a retirada do corpo que foi levado para o IML (Instituto Médico Legal).

Fonte:  http://www.redesuldenoticias.com.br/

Ganhadores classificados para finais do torneio de futebol suíço dia 23/03/2014, em Saudades Santa Anita - Turvo PR.


Pitanga: Ex-agricultor vive debaixo de ponte há mais de dez anos


Era final de tarde. José Bernardino da Silva, 51 anos, o "Joselão" estava à beira na PR 239. Ele acabara de cozinhar um arroz e estava jantando enquanto olhava os carros passarem.
Estamos falando de um ex-agricultor natural de Nova Tebas que resolveu morar debaixo da ponte. Segundo "Joselão", há mais de 18 anos ele optou por esse modo de vida. Viver embaixo da ponte, sem qualquer aconchego. Sem energia elétrica, sem informação, apenas escolheu a ponte do rio Corumbataí, próximo à Pitanga, para viver e disse que pretende ali ficar até o final de sua vida.  

"Já estou acostumado a viver aqui. Já estou acostumado a viver sozinho", conta, dizendo ainda que ganha algum dinheiro trabalhando por dia na região, mas também recebe doações de vizinhos como comida e roupas.
Sua comida, ele mesmo prepara num fogão de pedra, improvisado. Toma banho no rio de onde também recolhe água para cozinhar seus alimentos.
"Joselão" contou que seus pais já são mortos, mas tem um irmão em São Paulo e uma irmã em Roncador, mas prefere ficar sozinho.
Fonte: Blog Central e CentralR3

Passageiros do ônibus que se envolveu em acidente contam o que aconteceu e reclamam de falta de assistência da Catarinense

Foram 16 trazidos para Guarapuava, três para o Hospital São Vicente, onde um segue internado e 13 para o Centro de Urgência Municipal que foram liberados e ainda aguardam assistência da empresa

Momentos de terror e tensão foi o que passaram as 39 vítimas do acidente que aconteceu na madrugada desta terça-feira (18), no Trevo do Relógio da BR 277 entre um ônibus da empresa Catarinense e um caminhão de cerâmica. Das 38, 25 ficaram feridas e três morreram no local, sendo os dois motoristas e um passageiro do ônibus que seguia no sentido Curitiba para Foz do Iguaçu.
Do total de feridos, 16 foram trazidos a Guarapuava, onde 13 já foram liberados do Centro de Urgência Municipal do Trianon e dois do Hospital São Vicente de Paula. João Vitor Mendoza, analista de sistemas em Foz do Iguaçu teve uma fratura tíbia e passou por cirurgia na manhã de hoje casa hospitalar. Outros dois pacientes que foram internados, o japonês Takayuk Shinyana e Gustavo Henrique Fachini, de Curitiba também receberam alta. Três pessoas foram levadas para Ponta Grossa, dois para Irati e quatro para Prudentópolis.
De acordo com alguns dos passageiros que foram atendidos no Centro de Urgência Municipal, o SIATE, a ambulância do Corpo de Bombeiros e do Samu fizeram um atendimento rápido e decisivo para a vida de muitas pessoas. Já a ambulância da Caminhos do Paraná demorou a chegar e a empresa Catarinense não prestou assistência as vítimas ainda nesta manhã.
“O motorista deu a vida dele em prol de todos nós. Eu vejo que a empresa está fazendo pouco caso e não está se preocupando com ninguém”, afirmou Roberto Coquie, um dos passageiros.
Para Amilton Negrelle, que foi atendido pelo Centro de Urgência Municipal, o acidente foi rápido e quase ninguém viu o que aconteceu. “Ninguém veio conversar com a gente pela manhã, todo mundo com dor e sofrendo com isso”, contou.
Mirna Chamorro Aguero, de Foz do Iguaçu, conta que o acidente foi desesperador e afirma que viação Catarinense não atendeu as vítimas pela manhã.
Por telefone a Viação Catarinense argumentou que está buscando mais informações e pretende atender a todas as vítimas do acidente ainda hoje, para o transporte de bagagens e o retorno a suas casas. 
Fonte: http://www.centralcultura.com.br/

VEREADOR E FUCIONÁRIOS DA CÂMARA MUNC. DE TURVO COMEMORARAM ANIVERSÁRIO.

NESTA SEGUNDA FEIRA (17) ESTIVEMOS NA CASA DA FAMÍLIA DO VEREADOR ROBERTO DE OLIVEIRA O (BETO) COMEMORANDO O SEU ANIVERSÁRIO, E TAMBÉM DO SECRETÁRIO GERAL DA CÂMARA OILSON CORDEIRO E DO ACESSOR LEGISLATIVO DENIAN VIANA. PARABÉNS PARA OS TRÊS ANIVERSARIANTE DA NOITE. 
ENTRE OS CONVIDADOS ESTAVA PRESENTE OS VEREADORES ERALDO MATTOS, AROLDO LEÃO, VILSON RIBEIRO E ONÉZIMO. ESTAVA POR LÁ TAMBÉM CLEVERSON BATISTA, ZENA, DR. ELISEU KLOSTER DE PITANGA, EUGÊNIO(CURADÔ) ENTRE OUTROS CONVIDADOS.





Acidente entre caminhão e ônibus deixa 3 mortos e mais de 15 feridos

Colisão ocorreu por volta das 3h desta terça-feira (18), no interior do PR. 
Ônibus seguia de Foz do Iguaçu para Curitiba; colisão foi frontal.

 ACIDENTE

 Um acidente entre um ônibus e um caminhão por volta das 3h desta terça-feira (18) deixou três mortos e mais de 15 feridos na BR-277 em Prudentópolis, na região central do Paraná. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) disse ao G1 que o caminhoneiro, que seguia no sentido Ponta Grossa, perdeu o controle da direção e tombou na pista contrária. O motorista do ônibus não conseguiu frear e bateu de frente com o veículo. Às 8h10, os policiais informaram que o número de feridos era de 21. A carga de cerâmica do caminhão ficou espalhada na pista.

As vítimas fatais são os condutores dos dois veículos e um passageiro do ônibus. Todos os feridos eram ocupantes do ônibus. Conforme o policial Biedermann, eles foram levados para os hospitais São Vicente e Pronto Atendimento de Guarapuava e para a Santa Casa de Irati. Oito deles ficaram em estado grave.
O ônibus seguia de Foz do Iguaçu para Curitiba. O trecho ficou totalmente interditado por mais de uma hora. Às 4h30, os policiais abriram um desvio pelo acostamento. Há lentidão na estrada.
Fonte:  http://g1.globo.com/pr