sexta-feira, 10 de abril de 2020

Empresário oferece esmola e dá tapa na cara de mendigo; veja vídeo


A Polícia Civil investiga um empresário de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá) que aparece em um vídeo atraindo um homem que pedia dinheiro na rua e o agredindo logo em seguida. O fato aconteceu esta semana na cidade.

Ao , o delegado Ugo Angelo Reck de Mendonça disse que as equipes da Polícia Civil da cidade localizaram a vítima e levaram ela para prestar depoimento na delegacia. O empresário ainda não foi localizado.

O vídeo rapidamente se espalhou pela internet devido à forma como o empresário, conhecido como "Tiririca de Tabaporã", agrediu a vítima.

Nas imagens é possível ver que há dois homens no carro. Um filma enquanto o outro atrai o pedinte com uma nota de R$ 20,00.

“Tá na fome mesmo? O problema é que tá tudo parado por conta da crise”, diz o empresário, apoiado pelo motorista ao lado. A crise citada pelo empresário se refere à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

É possível notar também que eles tiram o carro do trânsito para conseguir agredir o homem. Após dar os R$ 20,00 e não bater, eles oferecem mais R$ 50,00 para a vítima se aproximar novamente do carro, mas o empresário acaba pegando uma nota de R$ 5,00.

Tiririca chama homem para perto. “Chega mais perto que eu quero te perguntar uma coisa”. Quando a vítima se aproxima, o empresário acerta um tapa no rosto do pedinte e afirma: “vai trabalhar vagabundo!”.

Sem acreditar no que aconteceu, o homem apenas observa o empresário e o motorista saírem com o carro.

Veja o vídeo

Guarapuava - Boletim Oficial Covid-19


Paraná registra mais 34 novos casos e dois óbitos


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirma mais dois óbitos e 34 novos casos de coronavírus no Paraná nesta sexta-feira (10).

Os dois óbitos referem-se a um homem de 71 anos que estava internado desde o dia 30/03 em Londrina e teve a confirmação para Covid-19 nesta quarta-feira (8); e um paciente de Iretama, centro-oeste do Estado, de 51 anos, que estava internado desde o dia 26/03 e teve a confirmação da doença no dia 27/03. Ambos possuíam comorbidades e vieram a óbito nesta sexta-feira (10).

Os 34 novos casos são pacientes que residem em: Curitiba (13), Balsa Nova (4), Campo Largo (2), Cascavel (4), Santa Fé (3), Campo Mourão (2), Goierê (1), Araruna (3), Paiçandu (1) e Marumbi (1).

Um caso confirmado no município da Lapa foi transferido para Araucária e um de Fazenda Rio Grande transferido para Curitiba. De acordo com as investigações, foi identificado que os pacientes não residiam no município em que foram atendidos e diagnosticados.

DADOS – O Paraná soma 26 óbitos dos 655 casos confirmados – 12 pacientes não residem no Estado –, 5.750 foram descartados e 502 tiveram amostras coletadas e estão em investigação.

120 pacientes estão internados, 67 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) e 53 em leitos clínicos.

O escritor e policial de Guarapuava lança o livro “A Escritora da Praça Cleve”

O policial que ajudou alguns adolescentes a “não” caírem no mundo das drogas

Sim. O titulo da matéria tem um pouco de mentira e, um pouco de verdade. O que se trata, é o fato do escritor e policial Denis Santos, está lançando o seu mais novo romance, intitulado: “A escritora da praça Cleve”.

Segundo o escritor, a novela “A escritora da praça Cleve” tem como pano de fundo a última semana de aula dos estudantes do “Colégio Ucraniano” (fictício) de Guarapuava, onde, no final do mês haverá a tão esperada formatura e o grande baile de enceramento do ano letivo desses educandos. Pena. Um dos estudantes se envolve com drogas e não pode ter seu sonho realizado. “A escritora da praça Cleve” ainda tem a estudante Carol, que sonha em ser uma escritora profissional. Assim, tem aulas de literatura na praça Cleve, com uma ex-professora universitária.

“O livro, como sempre falo, nada mais é do que aquilo que foi os assuntos das minhas outras histórias: os personagens na sociedade, com suas tristezas e alegrias. Porém. Dessa vez, acho, como o tema ‘Drogas’ é muito mais ‘abrangente’ de tudo aquilo que já escrevi até hoje, talvez, por causa disso, essa obra de ficção, se tornou um pouco mais instigante. Espero que os leitores tenham curiosidade em conhecer a história do livro, porque com as suas alegrias e tristezas (às que os personagens passaram nela), tenho certeza, “A escritora da praça Cleve”, pode servir como alerta do perigo que são as drogas”, explicou Denis Santos.

Para comprar o livro é só acessar site https: 
https://poemasdolago.blogspot.com/ ou WhatsApp 998542534. O livro custa 20.00 (reais), e não paga frete para qualquer lugar do Brasil.

Conversar, criticar, elogiar o autor: WhatsApp 998542564 ou po75mn@gmail.com

Fonte: Texto e foto cedido por Denis Santos.



Turvo - Projeto de lei prorroga prazos para pagamentos de Tributos Municipais


Dia 08 de abril de 2020, o Executivo enviou à Câmara Municipal Projeto de Lei Complementar solicitando autorização para a prorrogação dos prazos de pagamento de tributos municipais. Os tributos a que se refere o presente Projeto de lei são: IPTU, Alvará e ISSQN.
As medidas visam minimizar os impactos da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19); a qual atingiu os principais setores da economia local e interfere diretamente no orçamento de empresas e dos cidadãos turvenses; a medida visa ainda, preservar o emprego, a renda até que as atividades econômicas retomem a normalidade.
Além disso, ações da Secretaria de Industria, Comercio e Desenvolvimento, auxiliam na viabilização de financiamentos, no acesso a programas de fomento e também no cadastramento da população que se enquadra nas novas medidas de auxílio financeiro emergencial concedido pelo Governo Federal e Estadual.

Maiores informações pelos Fones:

42 3642 2294 Agencia do Trabalhador

42 3642 1961 Sala do Empreendedor

Pessoas recuperadas no Paraná têm de 9 a 84 anos de idade


O Paraná já tem 199 pacientes recuperados da Covid-19. São 85 pessoas em Curitiba e 114 nos demais municípios, praticamente um terço dos 621 casos confirmados no Estado. De acordo com os dados atualizados da Secretaria de Estado da Saúde, a faixa etária dos pacientes que não apresentam mais os sintomas da doença vai dos nove aos 84 anos de idade.

Dos 114 pacientes recuperados no interior do Estado, 18 têm 60 anos ou mais. A faixa etária com o maior número de recuperados é a dos 30 aos 39 anos, com 33 pacientes. Também tiveram melhoras quatro pessoas entre nove e 19 anos, 20 pacientes com idades que variam dos 20 aos 29 anos, 22 pacientes entre 40 e 49 anos e 17 pessoas na faixa etária dos 50 aos 59 anos. São 61 mulheres (54%) e 53 homens (46%). 

Em Curitiba, onde os dados são compilados pela Secretaria Municipal de Saúde, a média de idade dos recuperados é de 48 anos. São pessoas com idades que vão dos 15 aos 81 anos. 

São considerados recuperados aqueles pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus, tiveram o diagnóstico confirmado pelo Laboratório Central do Estado ou por algum laboratório credenciado, receberam tratamento de acordo com o quadro apresentado e agora já não têm os sintomas da doença. 

No Paraná, foram confirmados casos ou óbitos em 74 municípios. As secretarias municipais e as Regionais de Saúde do Estado fazem o acompanhamento remoto diário de cada paciente, o que permite avaliar aqueles que se recuperaram da doença. 

EMOÇÃO – Quem se emociona por poder voltar para casa recuperada, depois de 20 dias de internamento por causa da Covid-19, é a dona de casa Lillian Marques Gontijo, de 33 anos. Ela recebeu alta do Hospital Universitário de Londrina, no Norte do Estado, na quinta-feira (9), com direito a comemoração por parte da equipe que cuidou dela no HU. 

Lillian foi internada junto com o pai, de 69 anos, no dia 21 de março, e no mesmo dia precisou ser entubada por causa das dificuldades respiratórias. O pai também teve piora no quadro e faleceu na segunda-feira (6). 

Mesmo com o luto, a família comemorou muito o retorno de Lillian para casa e o encontro com os dois filhos, um com 10 meses e outra com cinco anos de idade. “Eu estou muito feliz porque a equipe falou que vou poder abraçar e beijar muito meus filhos. Nasceram dois dentinhos no menor enquanto estava no hospital e agora vou poder ver”, conta. 

A família vive há 20 anos nos Estados Unidos e veio para Londrina há um mês, para visitar os parentes. “Infelizmente meu pai faleceu, mas eu sei que ele está olhando por mim e pelos meus filhos. E está onde queria estar, porque ele não queria ser enterrado nos Estados Unidos, mas aqui em Londrina, no Cemitério da Saudade”, diz.

O encontro com a família era o desejo mais aguardado pela dona de casa, mas ela também faz planos para o futuro. Lillian pretende ir até o Santuário de Aparecida do Norte agradecer pela recuperação e também gostaria de fazer um curso de enfermagem, para também cuidar das pessoas que, como ela, precisam de atendimento hospitalar em algum momento da vida.

“Não tenho nem como agradecer todos os profissionais do HU que cuidaram de mim. Todo o atendimento no hospital público foi fantástico. Os médicos, enfermeiros e toda a equipe são mais que profissionais, são verdadeiros anjos”, completa.

Fonte: AEN

Falece primeiro paciente da Covi-19 de Iretema


Gerson Lacerda de Souza, 52 anos, primeiro morador identificado com Covid-19 em Iretama, faleceu da doença na madrugada dessa sexta-feira, dia 10 de abril. Ele estava internado desde o dia 27 de março na Santa Casa de Campo Mourão, mas não conseguiu resistir à letalidade do vírus e faleceu. 

Além desse caso positivo, Iretama teve apenas mais um caso investigado e descartado para doença. Com isso, são 26 óbitos já confirmados no Paraná, sendo que apenas na região de Campo Mourão são sete óbitos. 

Na quinta-feira, dia 9 de abril, também foi confirmada a quinta morte na cidade de Campo Mourão, dessa vez, uma jovem de 21 anos. 

Esses dois óbitos devem ser confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde no boletim que será divulgado na tarde dessa sexta-feira, 10 de abril.

PCPR publica edital de concurso público com 400 vagas


A Polícia Civil do Paraná (PCPR) publicou o Edital 002/2020 referente ao Concurso Público da instituição, na noite de quarta-feira (8). Ao todo serão ofertadas 400 vagas, sendo 50 para a carreira de delegado de polícia, 300 para a de investigador e 50 para de papiloscopista do Estado do Paraná.

Para o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, a reposição desses profissionais ajuda a resolver um problema de defasagem que é enfrentado há anos. “As nossas carreiras estão defasadas há muito tempo. A reposição permanente de profissionais na PCPR é um avanço que faz parte de um planejamento do Governo do Estado. Ao longo dos próximos anos, faremos a reposição do efetivo. Isso irá dar melhores condições de trabalho aos policiais, o que reflete diretamente na excelência dos serviços prestados aos paranaenses”, disse.

As provas serão realizadas pelo Núcleo de Concursos de Universidade Federal do Paraná. O concurso será regionalizado e prevê a realização de provas simultâneas para todas as carreiras na primeira fase. O cronograma prevê o início da seleção para o mês de julho de 2020.

O presidente da Comissão do Concurso, delegado Fabio Renato Amaro da Silva Junior, acredita que este será um dos mais concorridos do Brasil e alerta que o conteúdo programático pretende exigir além das matérias de cunho jurídico. “Conhecimento específico das profissões a serem exercidas também podem ser exigidos”, diz.

O período de inscrições se inicia no próximo dia 04 de maio e vai até as 17h do dia 02 de junho de 2020. Mais informações podem ser obtidas em policiacivil.pr.gov.br/concursos.

Fonte: PCPR

Polícia Militar cumpre mandado judicial em Turvo



Por volta das 15h30min, do dia 09 de abril, a equipe policial durante patrulhamento pela Rua Floriano Caetano Pinto, Jardim Filadélfia, visualizou um indivíduo de 27 anos, de conhecimento da equipe que o mesmo possuía um mandado de prisão em seu desfavor por "falso testemunho ou falsa pericia", "omitir, em documento publico ou particular, declaração" e "denunciação caluniosa" respectivamente, expedido pela Vara de Execuções penais de Guarapuava. 

Diante dos fatos, foi conduzido o mesmo até a 14ª SDP, para procedimentos legais cabíveis.

Fonte: PM