segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

A PARTIR DE ABRIL, AEROPORTO DE GUARAPUAVA CONTARÁ COM DOIS VOOS SEMANAIS


As boas notícias sobre o Aeroporto Tancredo Thomas de Faria não param. Após receber, na última semana, a autorização do DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) para operar voos por instrumentos, hoje (03), a Azul Linhas Aéreas, anunciou a ampliação de voos semanais. A partir de 01º de abril, Guarapuava terá voos todas as quartas e sábados, ligando a cidade ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. “Sempre acreditamos na força da conexão de Guarapuava e das cidades da Região com o mundo e hoje vivemos essa realidade. A ampliação na oferta de voos, em menos de dois meses após o início das operações, mostra que temos estrutura e demanda para consolidar nossa linha aérea. E não vamos parar por aqui. Em breve, a freqüência semanal de voos será ainda maior”, comemorou o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho.

Além da ampliação de oferta semana, outra novidade são mudanças no horário de vôo. Tanto a chegada como a partida passarão a ocorrer no período da tarde, buscando facilitar as escalas de passageiros. “Estamos em constante diálogo e busca por ampliação dos serviços, cientes do nosso potencial como polo regional. Assim como nós, a Azul aposta e acredita em Guarapuava, de forma que, busca mais ampliações, em breve”, adiantou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sandro Abdanur.

Confira, abaixo, as novas datas e horários de voos entre Campinas e Guarapuava:

Origem           Saída              Destino           Chegada        Frequência
Campinas        13h30           Guarapuava    15h15            Às quartas
Guarapuava    15h50           Campinas        17h25            Às quartas
Campinas        13h30           Guarapuava    15h15            Aos sábados
Guarapuava    15h50           Campinas        17h25            Aos sábados


Pai e filho são presos transportando armas em fundo falso de carro em Virmond


Dois homens foram presos transportando armas em fundo falso de um carro, em Virmond, na região central do Paraná, na tarde deste domingo (2). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois são pai e filho.

Um dos presos afirmou à polícia que comprou as armas em uma chácara no interior do Paraguai. Com o passageiro, foi localizada ainda uma quantidade de cocaína.

Durante a revista, a PRF encontrou, atrás do banco traseiro, um fundo falso com as armas, todas carregadas e prontas para o uso. Também foram localizadas quatro cartelas de munição e um carregador extra no assoalho do carro.

Os homens e o veículo foram encaminhados à Delegacia da Policia Federal de Guarapuava. Conforme a PRF, o crime de tráfico internacional de armas de fogo tem pena de oito a 16 anos de prisão.

Fonte: G1 - PR




Sicredi e Fipe divulgam pesquisa inédita sobre impacto do cooperativismo de crédito na economia do Brasil

Estudo avaliou dados econômicos de todos os municípios brasileiros; nas regiões onde há uma ou mais cooperativas, o impacto agregado em um ano foi de mais R$ 48 bilhões, 70 mil novas empresas e 278 mil postos de trabalho


O Sicredi, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), anuncia uma pesquisa inédita sobre os “Benefícios Econômicos do Cooperativismo de Crédito na Economia Brasileira”. O estudo, que avaliou dados econômicos de todas as cidades brasileiras com e sem cooperativas de crédito entre 1994 e 2017 e cruzou informações do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), chegou à conclusão que o cooperativismo incrementa o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%, cria 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumenta o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%, estimulando, portanto, o empreendedorismo local.

A pesquisa encomendada à Fipe pelo Sicredi, instituição pioneira do cooperativismo de crédito no Brasil, utilizou a metodologia de Diferenças-em-Diferenças, principal método científico para avaliações de impacto de políticas públicas no mundo. Os resultados estimados pelo Sicredi a partir do estudo, consideraram o bom desempenho econômico de 1,4 mil municípios que passaram a contar com uma ou mais cooperativas durante o período de pesquisa. Os cálculos do Sicredi, com base no estudo da Fipe, mostram um impacto agregado nestas cidades de mais de R$ 48 bilhões em um ano. Ainda, as cooperativas de crédito foram responsáveis pela criação de 79 mil novas empresas e pela geração de 278 mil empregos.

Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar e coordenador do Conselho Especializado de Crédito (CECO) da OCB afirma que com base na pesquisa da Fipe, um dos principais fatores que permitem que a cooperativa de crédito alavanque o desenvolvimento econômico local é a possibilidade de oferecer crédito com taxas de juros mais baixas, adequadas à realidade dos seus associados. Conforme dados do Banco Central do Brasil, a taxa de juros cobradas pelas cooperativas de crédito são sensivelmente menores. Por exemplo, em 2019 a diferença de taxa de juros para microempresas foi de 20 pontos percentuais se comparada aos bancos tradicionais.

Mesmo oferecendo crédito a públicos menos assistidos pelo sistema financeiro tradicional, como micro e pequenas empresas, segundo o Banco Central, o índice de ativos problemáticos de uma cooperativa de crédito, que considera, por exemplo, a inadimplência, ainda é menor que o índice dos bancos tradicionais. No Relatório de Estabilidade Financeira de 2019, o Banco Central apontou uma diferença expressiva nos ativos problemáticos, que chegaram a 5,9% nas cooperativas de crédito do Brasil, enquanto as instituições financeiras tradicionais tiveram 7,4%.

Para Dasenbrock, a participação dos associados nas decisões de uma cooperativa de crédito é o grande diferencial do modelo de negócio. “O associado é, de fato, o dono do negócio e, por isso, precisa estar presente nas discussões a respeito dos rumos da sua cooperativa. No Sicredi, o relacionamento mais próximo com os associados contribui para sermos muito mais eficientes em reconhecer a capacidade de pagamento no uso do crédito, por exemplo, e com isso consigamos apoiar o desenvolvimento das pessoas e comunidades”, explica.

Multiplicador do Crédito Cooperativo

A pesquisa da Fipe também calculou o Multiplicador do Crédito Cooperativo, um coeficiente que indica o impacto do crédito concedido pelas cooperativas no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro – cada R$ 1,00 concedido em crédito gera R$ 2,45 no PIB da economia e a cada R$ 35,8 mil concedidos pelas cooperativas, uma nova vaga de emprego é criada no país.

De acordo com a Fipe, a inclusão financeira de famílias, pequenos produtores e empresas forma um ciclo virtuoso que fomenta o empreendedorismo local, reduz desigualdades econômicas e aumenta a competitividade e a eficiência no sistema financeiro nacional. A Fipe concluiu ainda que os princípios e a disseminação das cooperativas de crédito se mostram convergentes com objetivos maiores no campo das políticas públicas, tendo em vista o seu potencial impacto na redução das desigualdades econômicas e inter-regionais, bem como no aumento da concorrência e da eficiência no âmbito do Sistema Financeiro Nacional.

O cooperativismo de crédito é um modelo de negócio presente em 118 países, segundo relatório do Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (Woccu 2018), reunindo mais de 274 milhões de associados e ultrapassando a marca dos US$ 2,19 trilhões em ativos. No Brasil, de acordo com o Banco Central, o cooperativismo de crédito está presente em quase metade (47%) das cidades e representa 2,7% dos ativos totais do Sistema Financeiro Nacional (SFN). Já são mais de 9,9 milhões de associados a 925 cooperativas de crédito com uma carteira de R$ 123 bilhões em depósitos e R$ 137 bilhões em crédito – aproximadamente R$ 250 bilhões em ativos totais.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Três pessoas ficam feridas em capotamento PRC-466, em Pitanga


Neste domingo (02), a Polícia Rodoviária atendeu um acidente do tipo capotamento, ocorrido na PRC-466 no km 159+100m, em Pitanga, envolvendo o automóvel Ford/Fiesta, de cor preta, placas de Luzerna/SC. 

Do acidente resultou em ferimentos em três pessoas, que foram conduzidas ao Hospital São Vicente de Pitanga.

Com informações e foto: PRE



Rotam apreende cerca de cinco quilos de maconha em Guarapuava


No dia: 01 de fevereiro, na rua Noemi Caldas da Silva, Paz e Bem, após denúncia via 190 que nesse endereço uma pessoa do sexo feminino armazenando cerca de 5 kg de substância análoga à maconha. 

A equipe ROTAM realizou a abordagem na suspeita, e durante buscas no do quarto da mesma, foram localizados, 8 tabletes de substância análoga a maconha, que totalizaram aproximadamente 4,885 kg da droga. Questionada quanto à origem da droga, a qual afirmou que teria buscado tais entorpecentes, em data anterior, em outro município, e afirmou ser de sua propriedade e que iria fracionar em porções para posterior revenda. 

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a autora, a qual foi conduzida até à 14ª SDP para providências.

Fonte: PM



Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo e embriaguez ao volante em Turvo


Em patrulhamento na Avenida 12 de Maio, a equipe policial avistou o veículo Hyundai/HB 20 de cor branca, sendo que o condutor ao avistar a viatura policial demonstrou certo nervosismo, onde foi realizada a abordagem e identificado o condutor de 47 anos, o qual apresentava sintomas de embriaguez. 

Diante disto, foi orientado o mesmo quanto ao teste Estilométrico, o qual se negou a realizá-lo. Em buscas no interior do veículo e localizado no porta malas uma Arma de Fogo do tipo Rifle marca CBC, modelo 8122 cal.22 com capacidade para 10 tiros, contendo ainda 49 munições cal.22 marca CBC todos intactos e dois carregadores para munições do mesmo calibre aparentemente sem marca. 

Dada voz de prisão ao indivíduo e o veículo apreendido no pátio do Pelotão de Policia Militar do Turvo.


Fonte: PM