sábado, 28 de novembro de 2020

Famílias recebem casa própria em Santa Maria do Oeste



Representantes do Governo do Estado, Governo Federal e da Prefeitura de Santa Maria do Oeste entregaram nesta sexta-feira (27) as chaves de 31 casas populares a famílias do município, localizado na região Central do Paraná. O projeto recebeu R$ 2 milhões de investimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além de contrapartidas dos órgãos envolvidos.

A participação dos três níveis do Poder Executivo fez com que os custos de financiamento fossem reduzidos, o que facilitou a aquisição da casa própria pelas famílias. Além das prestações serem mais baixas, os juros de financiamento, geridos pela Caixa Econômica, são menores do que os praticados convencionalmente.

O chefe do escritório regional da Cohapar Elmar Vornes explica que as prestações variam de acordo com o perfil financeiro dos compradores, com a preocupação de não comprometer o orçamento familiar. “Neste empreendimento as parcelas estão entre R$ 190 a R$ 400 reais e os descontos são dados de acordo com a análise da renda familiar”, informa.

REALIDADE – Para o policial militar aposentado Wellington Careta, de 51 anos, o fim do longo período pagando aluguel é motivo de felicidade. “Eu e minha esposa pagamos aluguel há mais de 18 anos e é sofrido. Já tínhamos tentado antes um financiamento por conta, mas não conseguimos. A casa veio em uma boa hora”, comemora.

Os novos moradores do Residencial Santa Maria do Oeste II contam com uma infraestrutura completa nas proximidades. O conjunto fica no Centro, em frente à prefeitura. São quatro tamanhos de casas, 38, 43, 49 e 50 metros quadrados, os dois últimos modelos totalmente adaptados para pessoas com deficiência.

Todas as unidades contam com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa. As obras foram executadas pela construtora Martins MA, contratada via processo licitatório organizado pela Cohapar.

CONTRAPARTIDAS – Além da assessoria técnica da companhia, a participação do Governo do Estado envolveu a instalação subsidiada dos padrões de energia elétrica pela Copel e fornece os materiais necessários para a instalação das redes de água e esgoto via Sanepar. A prefeitura doou os terrenos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade