quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Câmara de Turvo aprova regras para as feiras itinerantes


Na ultima segunda feira (21) o plenário da Câmara Municipal de Turvo, aprovou por unanimidade de votos, projeto de leis de autoria da mesa executiva da Câmara, com a regulamentação para a realização das feiras itinerantes no âmbito do município. 

O projeto de leis vem sendo debatido já há algum tempo nas comissões permanentes e ainda em reuniões realizadas com ACET, jurídico da prefeitura e da Câmara, além é claro de cada vereador que após ouvir as suas bases, decide o seu voto. 

Em uma primeira discussão o projeto foi aprovado com cinco votos favoráveis e quatro contrários, os vereadores Zé Meira, Chuteirinha, Vilson e Cristo haviam votado contra. 

Os favoráveis argumentaram de que em momento algum se esta querendo proibir a realização de tais feiras e sim somente criando regras para que as mesmas sejam realizadas em iguais condições com o comércio local, ou seja, o comércio local necessita de ter um local devidamente fiscalizado pelo município, com anuência da vigilância sanitária e agora mais ainda aprovação por parte do corpo de bombeiros, para poder ter os seus produtos negociados, além ainda de ser um grande gerador de empregos no município. 

Já os vereadores contrários em um primeiro momento, argumentaram de que as feiras itinerantes vêm com produtos com preços bem mais acessíveis a população mais carente e agora com a edição da medida provisória da liberdade econômica, já transformada em lei, o município não poderia criar dificuldades para a realização dessas feiras e também argumentam de que não teria um local adequado para a realização das feiras, com a aprovação dessa lei. 

Durante a semana, no entanto, novas reuniões foram realizadas e os vereadores que seriam contrários na primeira discussão puderam rever os seus votos e ao final o projeto foi aprovado por unanimidade de votos. 

Importante se frisar aqui que essa lei vem apenas regularizar a realização das feiras itinerantes, de forma alguma se esta proibindo a realização das mesmas, desde que cumpram com as normas da lei, que seriam mais no sentido do local de realização, com maior segurança para os consumidores em todos os sentidos, também não se refere a feira de produtos agrícolas que ocorre toda semana e tem a sua regulamentação própria, além do que é um projeto de incentivo ao produtor rural do município, também as feiras do comércio local, quando realizadas durante algum evento já tradicional, como Olimpíada Rural, rodeios, festividades de aniversario do município.


Sessão ordinária do dia 21 de outubro, ouça tudo o que foi discutido CLICANDO AQUI.


Guarapuava e Prudentópolis estão entre as cidades que terão condomínios para idosos


Residenciais com toda a infraestrutura para atender exclusivamente pessoas idosas serão erguidos em 14 cidades do Paraná. Os condomínios para a terceira idade terão 40 unidades cada e serão construídos dentro do Programa Viver Mais Paraná, do Governo do Estado, para atender a população de baixa renda.

“É o maior programa social para idosos do país, que resgata a dignidade dessa parcela da população”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior ao confirmar a realização dos projetos nesta quinta-feira (24), em Ponta Grossa. “A população está envelhecendo e nunca houve uma preocupação no Brasil com os idosos”.

Os primeiros empreendimentos coordenados pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) serão realizados em Cascavel, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Irati, Jaguariaíva, Londrina, Maringá, Palmas, Piraquara, Ponta Grossa, Prudentópolis e Telêmaco Borba.

Maior programa de habitação do País para a terceira idade, a iniciativa do Paraná beneficia pessoas com mais de 60 anos que não tenham casa própria, sendo a cessão do imóvel feito por meio de aluguel social. Cada condomínio contará com infraestrutura de saúde, assistência social e lazer para os futuros moradores.

Segundo o governador, o Viver Mais Paraná deverá ser ampliado no ano que vem. Futuras contratações poderão ser feitas em localidades acima de 30 mil habitantes, com obras em áreas doadas pelas prefeituras ou adquiridas pela Cohapar.

ESTRUTURA – Cada empreendimento contará com 40 moradias adaptadas, construídas em condomínios horizontais fechados, com completa infraestrutura de saúde, assistência social e lazer. Os projetos arquitetônicos contam com praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e piscina para hidroginástica.

“É o Governo do Estado, de uma forma inovadora, se antecipando ao que vai ocorrer lá na frente. É o Paraná, com sensibilidade, se preocupando com quem vai chegar lá na frente”, afirmou Jorge Lange, presidente da Cohapar.

CONTRATOS - Pelos contratos firmados com os municípios, as prefeituras serão responsáveis pela manutenção dos condomínios. Caberá às administrações municipais também a prestação de serviços periódicos básicos de saúde e assistência social nos condomínios, em espaços reservados para esta finalidade.

Poderão participar da seleção das unidades pessoas idosas com renda de um a seis salários mínimos, e que não sejam proprietários de outros imóveis. Os escolhidos poderão residir nas casas por tempo indeterminado, sozinhos ou em casais, com o pagamento de uma contrapartida mensal de 15% de um salário-mínimo, que equivale atualmente a R$ 149,70.

HABITA PARANÁ – O Viver Mais Paraná é uma modalidade do novo programa de habitação do Estado, chamado de Habita Paraná. Por meio dele, a Cohapar está retomando os investimentos próprios para a construção de novos conjuntos residenciais em todo o estado, sendo as pessoas idosas um dos grupos prioritários de atendimento da gestão.

Também estão incluídas no programa unidades habitacionais com condições facilitadas de financiamento para pessoas com renda de até seis salários mínimos, além de moradias totalmente subsidiadas para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

PRESENÇAS – Participaram do lançamento o vice-governador Darci Piana; os prefeitos Marcelo Rangel (Ponta Grossa), César Silvestre Filho (Guarapuava) e Leonaldo Paranhos (Cascavel); os secretários Guto Silva (Casa Civil), João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística); Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo) e Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento); Coronel Cezar Kogut, diretor do Detran; o presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves; o superintendente de inovação do Estado, Henrique Domakoski; os deputados estaduais Alexandre Curi, Luiz Fernando Guerra, Plauto Miró, Nelson Luersen, Cristina Silvestre e Mabel Canto; além de lideranças políticas e empresariais da região.


Vítima deposita R$ 900,00 em golpe do WhatsApp clonado em Pitanga


No dia 23 de Outubro, as 09h40min relatou o solicitante para a Polícia Militar que seu WhattsApp foi clonado, que enviaram mensagens para seu contado solicitando que depositassem certa quantia em dinheiro em sua conta. 

Sendo que um de seus contatos depositou o valor de novecentos reais em uma conta de terceiro. 

Homem é amarrado e ladrões roubam caminhonete, dinheiro e vários objetos em Nova Tebas


No dia 23 de outubro, policiais deram atendimento a uma ocorrência de Roubo. O solicitante relatou que seu cunhado que mora na Localidade de Barreirinho do Meio, em Nova Tebas havia sido vítima de roubo, que estaria esperando a equipe policial na Localidade de Volta Grande. 

Foi deslocado até o Local e em conversa com a vítima, relatou que em data de 22/10, chegou a sua propriedade por volta das 20horas, deixou sua caminhonete I/Ford Ranger, cor vermelha, na garagem, a qual fica aproximadamente 50 metros da residência, que quando chegou próximo a porta da casa foi rendido por dois masculinos encapuzados, um deles armado de revolver. 

A todo o momento pediam o dinheiro da vítima dizendo que sabiam que ele havia vendido gado, que teria dinheiro em casa, que também iriam levar a caminhonete. Amarraram a vítima em uma cama, e disseram a ele para não sair antes do amanhecer, que um deles ficaria cuidando.

Ele ficou amarrado com uma venda nós olhos, e escutava que os indivíduos estavam carregando a caminhonete, quando percebeu que os autores haviam saído com o veículo, tentou desamarrar as cordas, conseguindo sair por volta das, 23horas, pedindo socorro na casa de seu vizinho, que o levou até a residência de sua irmã, na localidade de Volta Grande, ficou lá até as 06h20min. Quando pediu pro seu cunhado solicitar a presença da equipe Policial. 

Relatou que não informou a Policia antes por ter sido ameaçado pelos autores, os quais diziam conhecer a família da vítima, e que se acionasse a Policia antes voltariam para matar a família. Relatou também que quando os dois indivíduos o abordaram, teria um terceiro individuo escondido atrás da casa, que segundo os autores ele era conhecido da vítima, e que foi ele quem passou as informações para que praticassem o roubo. 

Da Residência foi roubado uma Caminhonete I/FORD RANGER XLT, de cor vermelha, um violão amplificado, um Arreio Piraju completo em Inox, udas Selas Boiadeiro uma em Alpaca e outra em Inox, varias peças de montaria em Alpaca cujo valor de aproximado de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), duas selas de montaria de serviço completas, uma espora de prata, varias calças Jeans e camisas, uma bota Texana Couro de Jacaré de cor amarela, um relógio em ouro marca Festina, um Celular Nókia, aproximadamente R$ 3.000,00 (três mil reais em dinheiro). 

A vítima foi orientada quando aos procedimentos.

Faleceu em Turvo, Olivino José Cordeiro


Faleceu na madrugada dessa quinta-feira (24) Olivino José Cordeiro, com 77 anos. 

O velório está acontecendo na Capela Mortuária. 

O sepultamento será em horário a ser designado. 

Informou Funerária SerLuto de Turvo.