quarta-feira, 31 de julho de 2019

PM cumpre mandado de prisão no centro de Turvo


Na tarde dessa quarta-feira (31), durante patrulhamento na Avenida 12 Maio, a equipe policial abordou um homem de 44 anos, o qual era de conhecimento da equipe que possuía em seu desfavor mandado de prisão, expedido pela Vara de Família e Sucessões de Guarapuava por divida de pensão alimentícia. 

Diante disto foi dado voz de prisão ao mesmo, orientado sobre seus direitos e encaminhado ate o SECAT/14ª SDP afim de serem tomadas as medidas cabíveis. 

Fase final dos Jogos Escolares começa na sexta, em Foz do Iguaçu



A abertura oficial da fase final da 66ª edição dos Jogos Escolares do Paraná (JEPS) acontece na sexta-feira (02/08), às 20 horas, no Ginásio Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu. A competição para alunos-atletas de 15 a 17 anos deve reunir cerca de 5,9 mil participantes, entre atletas, dirigentes e organizadores.

Nesta etapa estão confirmados 784 estabelecimentos de ensino. São 644 de escolas públicas e 140 de instituições privadas, números que confirmam os JEPS como a maior competição escolar do País. A abertura contará com a presença do campeão olímpico no vôlei de areia Emanuel.
As disputas começam no sábado (03) em 15 modalidades, no regular: atletismo, badminton, basquetebol, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, skate, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia e xadrez.

Para atletas com deficiência (ACD), acima de 18 anos, serão disputadas as modalidades de atletismo, basquetebol, futsal, tênis de mesa e natação. A ginástica rítmica e o xadrez serão destinadas a atletas de 12 a 17 anos. As modalidades de luta olímpica e skate serão disputadas em ambas as categorias, 12 a 14 e 15 a 17 anos.

Na sessão preliminar, com a participação de dirigentes esportivos dos 32 Núcleos Regionais de Educação, foi anunciada e homologada a cidade de Campo Mourão como próxima sede da fase final dos JEPS, na categoria 15 a 17 anos, em 2020.

O diretor-presidente da Esporte Paraná, Helio Wirbiski, destacou que todos os jovens que participarão das finais em Foz do Iguaçu já são campeões porque estão na última fase do maior evento esportivo escolar do Brasil. “Eles superaram todas as adversidades e adversários e estão entre os melhores atletas do Paraná. E nós, do Governo do Estado, temos orgulho de contribuir para o desenvolvimento de cada um”.

A coordenadora-geral dos Jogos Escolares, Marcia Tomadon, ressaltou que o Governo do Estado, através da Secretaria da Educação e do Esporte, aposta no esporte como uma das ferramentas essenciais para a formação de cidadãos. “Quando proporcionamos isso para crianças que estão em idade escolar, promovemos desde cedo os diversos benefícios que o esporte pode proporcionar, seja para quem tem objetivo de atingir o alto rendimento ou apenas criar conceitos de qualidade de vida”, ressaltou.

ETAPA NACIONAL - Os campeões da fase final, no regular, garantem vaga para os Jogos Escolares da Juventude, organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), que desde o ano passado são disputados em novo formato: três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma nacional, reunindo cerca de 6 mil atletas dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Cascavel (PR), Natal (RN) e Palmas (TO) receberão em setembro as três fases regionais. A regional que o Paraná participa abrange os estados do Sul e do Sudeste, além de Goiás e Mato Grosso do Sul. A sede da etapa nacional será em Blumenau (SC), de 16 a 30 novembro.

Os vencedores na categoria ACD vão disputar as Paralimpíadas Escolares, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), entre 18 e 23 de novembro, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Cada modalidade obedece um critério de classificação específico.

Em 2018 o Paraná encerrou a participação nos Jogos Escolares da Juventude com 83 medalhas – 37 na categoria para alunos-atletas de 12 a 14 anos e 46 na categoria 15 a 17 anos. Nas Paralimpíadas Escolares a delegação paranaense conquistou 41 medalhas.


AS ALUNAS DO FUTSAL FEMININO DO COLÉGIO PROFESSORES EDVALDO E MARIA JANETE, DE TURVO. VIAJAM NESSE DOMINGO PARA PARTICIPAR DA FASE FINAL DOS JOGOS ESCOLARES DO PARANÁ, QUE ACONTECERÁ NA CIDADE DE FOZ DO IGUAÇU. NOSSO COLÉGIO FOI CAMPEÃO DA FASE REGIONAL NA CIDADE DE PINHÃO, VENCENDO A FORTE EQUIPE DO COLÉGIO ANTÔNIO TUPI PINHEIRO DE GUARAPUAVA, VENCEMOS DE MANEIRA INVICTA, TENDO ARTILHEIRA E GOLEIRA MENOS VAZADA DA COMPETIÇÃO. A CLASSIFICAÇÃO PARA A FASE FINAL DOS JOGOS ESCOLARES DO PARANÁ, FOI NA CIDADE DE SÃO MATEUS DO SUL, FORAM JOGOS EXTREMAMENTE DISPUTADOS, NOSSA EQUIPE JOGOU COM VARIAS DIFICULDADES (ATLETAS LESIONADAS, E COM EQUIPE DESFALCADA), TIVEMOS 3 JOGOS EM 25 HORAS, MAS MESMO ASSIM NOSSA EQUIPE MOSTROU MUITA GARRA E DETERMINAÇÃO CONQUISTANDO O SEGUNDO LUGAR E A VAGA PARA A FASE FINAL DA COMPETIÇÃO. ESPERAMOS VOLTAR COM GRANDE RESULTADO, MAIS INDEPENDENTE JÁ SOMOS UMA EQUIPE CAMPEÃ.

PRF prende deficiente que carregava ecstasy nas pernas

Homem de 56 anos estava em ônibus e transportava a droga presa nas pernas, com fita adesiva. Ele foi preso por tráfico de drogas


A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu um passageiro de ônibus nesta quarta (31), que carregava 2,6 quilos de substâncias análogas à drogas presos às pernas, em Santa Terezinha de Itaipu (PR).

Por volta das 13 horas, agentes da PRF abordaram um ônibus de passageiros na BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu, que saiu de Foz do Iguaçu (PR) com destino a Londrina (PR). Em vistoria no ônibus, encontraram, com um dos passageiros, um homem de 56 anos, dois invólucros plásticos envoltos nas pernas, contendo uma substância análoga à droga.

Depois de retirados os pacotes e encaminhados para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu, verificaram que se tratavam de um tipo de pó e alguns cristais. Segundo a perícia, os cristais são de anfetamina, conhecida vulgarmente como ecstasy, mas desconfia-se que seja de um novo tipo de droga, conhecida como “champanhe rosa”, que seria uma versão da anfetamina, só que mais forte. Ela é vendida na forma de cristais, o que torna mais difícil para o usuário de droga medir a dose que está consumindo. O pó ainda não havia sido identificado até o fechamento desta matéria.

Diante dos fatos, o homem, que é deficiente físico, foi detido e conduzido para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu para o registro do crime de tráfico de drogas, que tem uma pena máxima de 15 anos de prisão.

Fonte: PRF

Delegado de Apucarana está em estado grave após ser atingido por tiro


O delegado chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana Gustavo Dante, foi internado nesta terça-feira (30) em estado grave após ser vítima de um disparo de arma de fogo, o tiro acertou a cabeça. 

Gustavo Dante estava em Ribeirão Preto (SP) na casa dos pais, segundo informações de familiares, em busca de um tratamento contra depressão. A princípio a situação aconteceu dentro da residência dos pais. 

A notícia gerou grande comoção e uma corrente de oração é realizada pelos amigos. Gustavo Dante já foi delegado em Ivaiporã, Marilândia do Sul e Faxinal.

Familiares pedem que nesse momento todos torçam para a recuperação do delegado. A esposa de Dante estava em Faxinal, cidade onde ele morava com a mulher e filhos, quando a fatalidade aconteceu. Ela já foi para São Paulo. 

A Tribuna entrou em contato com o Hospital São Lucas em Ribeirão Preto, onde o delegado está internado, que confirmou que o estado de saúde dele é considerado gravíssimo.

Gustavo Dante encontra-se sedado e entubado. O quadro dele é bastante instável, segundo o Hospital. 

Fonte: TN Online

Operação da PM e do Gaeco contra facções criminosas no Paraná tem 107 mandados de prisão


Uma operação da Polícia Militar (PM) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – que mira facções criminosas no Paraná – tem 107 mandados de prisão, de acordo com a PM. A ação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (31) em 40 cidades do estado.

A PM informou que, até pouco antes das 10h, 15 pessoas tinham sido presas em casas e ruas de Londrina, na região norte. O número total de prisões pelo estado ainda não foi divulgado.

Os mandados têm o objetivo de, conforme a PM, desarticular chefes das facções que estão presos. Então, há 49 ordens de prisão que devem ser cumpridas em presídios e em delegacias. Os demais 58 alvos estão soltos.

"Existem pessoas que estão presas, que não deveriam ter possibilidade de comunicação e que têm essa comunicação. Portanto, gerenciam ou realizam ou ajudam a realizar crimes de dentro", afirmou o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti.

Segundo a PM e o Gaeco, esta é maior operação realizada no Paraná contra organizações criminosas. Há também 104 ordens de busca e apreensão. Mais de 250 policiais militares participam da operação.

'Típica organização criminosa'

"Essas pessoas são típica organização criminosa, ou seja, elas se estabelecem em vários degraus. E as ordens ali são desde compra e venda de drogas, comercialização de drogas, aluguel de pontos de droga, ao extremo de determinarem morte de pessoas que representam obstáculo ao desenvolvimento da tal facção", disse Batisti.

Para Batisti, isso se deve a uma séria de circunstâncias: "desde dificuldades no segmento de Segurança, por motivos internos, por motivos de incapacidade, e nós temos também as dificuldades de um sistema tecnológico que seja eficaz para impedir essa comunicação".

Os suspeitos de envolvimento nas facções criminosas podem responder, de acordo o coordenador do Gaeco, por crimes como associação criminosa , tráfico de drogas, latrocínio e estelionato, entre outros.

Veja onde há mandados contra pessoas soltas:

Londrina – 17
Arapongas – 7
Faxinal – 4
Apucarana – 3
Jardim Alegre – 2
Sertanópolis – 2
Porecatu – 2
Jacarezinho – 2
Curitiba – 1
Jataizinho – 1
Itambaracá – 1
Ivaiporã – 1
Guarapuava – 1
Campo Mourtão – 1
Nova Esperança – 1
Ibaiti – 1
Califórnia – 1
Rancho Alegre – 1
Palmital – 1
Grandes Rios – 1
Foz do Iguaçu – 1
Figueira – 1
Florestópolis – 1
Ribeirão do Pinhal – 1
Telêmaco Borba – 1
Barbosa Ferraz – 1
Jesuítas – 1

Celular quebrado

A equipe de reportagem da RPC acompanhou a prisão de um suspeito em uma casa em Londrina. Ao perceber a chegada dos policiais, ele quebrou o celular dentro do banheiro.

Fonte: G1 - PR