segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Copa Solidária Pallettimber 2018 aconteceu nesse domingo dia 30 no Vila Soccer em Turvo


Aconteceu nesse último domingo (30) no Vila Soccer, a primeira Copa Solidária Pallettimber de Futebol Society. O evento teve como objetivos principais proporcionar esporte e lazer a comunidade de Turvo e região, além de arrecadar alimentos que estão sendo distribuídos para famílias carentes de Turvo, pois a inscrição de cada equipe foi paga através de uma cesta de alimentos. 

O evento teve o patrocínio da empresa Pallettimber Embalagens de Madeira e da MK Malharia uniformes personalizados, além do apoio da AMVJ – Associação dos Moradores da Vila Jaime, Vila Soccer e Blog do Elói de Turvo. 

Segundo os organizadores o evento foi um sucesso, com a participação de 10 equipes e um bom público que foi ao Vila Soccer torcer e assistir. A organização agradece aos patrocinadores, apoiadores, equipes participantes e deseja a todos um Feliz 2019. 

Veja abaixo as equipes participantes 

 SALÃO DO FAUSTO 

CMAFC – MARCONDES 

FOGÃO A LENHA 

ELETRÔNICA FERNANDES 

PALMEIRINHA 

JUNTO E MISTURADO 

BIOFARMA NATURAIS 

FARMÁCIA BIOFARMA 

PALLETTIMBER A 

PALLETTIMBER B 

Classificação final da Competição:

1° Lugar – BIOFARMA NATURAIS 

2° Lugar – ELETRÔNICA FERNANDES 

3° Lugar – FARMÁCIA BIOFARMA






PM já distribuiu 9 mil pulseiras de identificação nas praias



A Polícia Militar e Corpo de Bombeiros distribuem pulseirinhas de identificação durante toda a temporada. Desde o início da Operação Verão 2018/2019 foram entregues 9,5 mil pulseirinhas para que as crianças sejam localizadas rapidamente, caso de afastem de seus pais ou responsáveis. Elas também estão disponíveis para idosos e pessoas com necessidades especiais.

“A distribuição de pulseirinhas é um mecanismo que utilizamos há muito tempo para identificar as crianças. No verão passado tivemos diversos casos de crianças que se perderam de seus pais e responsáveis e graças ao cadastro e a utilização da pulseira foram encontradas rapidamente”, explicou o comandante do 9° Batalhão de Polícia Militar e coordenador Operacional da Operação Verão Paraná 2018/2019, tenente-coronel Rui Nóe Barroso Torres.

De acordo com ele, é preocupante a quantidade de crianças perdidas nas praias. Desde o início da Operação Verão Paraná 2018/2019, em 21 de dezembro, foram registrados 168 casos em todo o Litoral. Segundo o Corpo de Bombeiros, houve situações em que criança ficou mais de uma hora esperando pelos pais no posto de Guarda-Vidas, após serem amparadas pelos bombeiros.

Em alguns casos, as crianças foram localizadas a mais de dois quilômetros de distância do local de saída, pois é comum perderem a referência de onde estão e, com a grande quantidade de pessoas e de guarda-sóis na areia, não encontram o caminho de volta.

“Na temporada passada registramos mais de 600 crianças perdidas na praia. As pulseirinhas ajudam a localizá-las, além de outras pessoas que necessitam de acompanhamento permanente. Por isso, reforçamos a necessidade das pessoas aderirem a essa medida preventiva e que tenham atenção ao levar crianças para a areia”, disse o comandante do 8° Grupamento de Bombeiros, tenente-coronel Gerson Gross.

As pulseirinhas de identificação são entregues em pontos específicos dos balneários de toda a orla de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, em locais com grande circulação de pessoas. O público pode também obtê-las nos módulos móveis da Polícia Militar ou nos Postos de Guarda-Vidas.

A pulseira contém dois campos para preenchimento: nome completo e telefone dos pais e/ou responsável. A orientação para evitar este tipo de situação é nunca deixar as crianças sozinhas, ter sempre um adulto por perto, além de orientá-las que, caso se percam, procurem um guarda-vidas (bombeiro) ou policial militar.

Fonte: AEN