sexta-feira, 26 de outubro de 2018

10 mil policiais militares atuarão na segurança do segundo turno



A Polícia Militar do Paraná divulgou nesta sexta-feira (26) o esquema de segurança para o segundo turno das eleições de 2018, neste domingo (28). Haverá mais de 10 mil policiais e 1,7 mil viaturas atuando em todo o Paraná. O esquema de segurança divulgado em coletiva à imprensa no quartel do Comando-Geral, em Curitiba.

A operação começa com a intensificação de policiamento no sábado (27), nas proximidades dos locais de votação e locais estratégicos dos municípios. O policiamento busca garantir o direito ao voto e preservar a ordem e os direitos constitucionais nos 4.790 locais de votação e das 26.119 seções eleitorais do Estado.

“Queremos que as pessoas possam votar com tranquilidade e segurança. Nosso papel é garantir a ordem e a pacificidade, evitando qualquer ato que impeça o pleno exercício de cidadania e democracia”, afirmou o chefe do Estado-Maior da PM, coronel Antônio Zanatta. “Aplicaremos ao máximo nosso efetivo e viaturas em todo o Paraná, interagindo com outros órgãos de segurança pública”, explicou.

PREVENÇÃO - Segundo o coronel, a atuação da PM, junto com o Corpo de Bombeiros, será pautada pela ostensividade e inteligência, a fim de prevenir crimes e delitos eleitorais, como a arregimentação de voto (boca de urna), derramamento de santinhos e propaganda eleitoral irregular.

O trabalho terá policiamento a pé e motorizado nos locais de votação, pontos estratégicos das cidades e locais de risco. Somente na Capital serão aplicadas 500 viaturas.

As ações serão coordenadas por meio dos seis Comandos Regionais de Polícia Militar, estabelecidos em todo o estado, que adequarão o policiamento de todos os batalhões de acordo com a realidade de segurança de cada região.

A PM contará com a atuação das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), do Serviço Velado das unidades da Corporação. Unidades especializadas também estão inclusas na operação, prestando apoio aos batalhões e companhias Independentes nas situações em que houver necessidade.

ATUAÇÃO - A atuação da Polícia Militar será coordenada pelos respectivos Comandos Regionais de Polícia Militar. Desde esta sexta-feira (26) o Batalhão de Operações Especiais (Bope) fará o policiamento permanente no Fórum Eleitoral e também com um efetivo reserva para aplicação quando houver necessidade.

O Corpo de Bombeiros também prestará apoio com ambulâncias e veículos para combate a incêndio, ocorrências de emergência e, caso haja necessidade, atuação em ações de defesa civil em todo o Paraná.

O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) também empregará aeronaves no patrulhamento. A Polícia Militar atuará em parceria com as Guardas Municipais, com a Polícia Civil, com a Polícia Federal e com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Equipes policiais atuarão também no acompanhamento da distribuição das urnas eletrônicas aos locais de votação e, após o pleito, reforçará a presença durante o recolhimento das urnas. A PM também prestará assessoria militar ao presidente e ao vice-presidente do TRE, aos demais juízes da Corte e ao juiz eleitoral da capital.

ENCAMINHAMENTOS - De acordo com o artigo 236 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737), a partir de terça-feira (23/10) e até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em situação de flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto (medidas cautelares da justiça). A atuação da Polícia Militar será voltada no apoio à Justiça Eleitoral para a fiscalização de condutas e fazer os encaminhamentos necessários quando houver flagrante delito.

Em Curitiba, as pessoas flagradas em crimes eleitorais serão levadas ao Fórum Eleitoral para os procedimentos de lavratura do Termo Circunstanciado. No pleito de 2018 esta competência será da 176ª Zona Eleitoral. Os adolescentes envolvidos em atos infracionais serão encaminhados à Delegacia do Adolescente (DA). Nas outras cidades, os detidos serão encaminhados aos locais conforme os acordos já feitos pelos cartórios eleitorais, respeitando as peculiaridades de cada região.

PROIBIÇÃO - As equipes policiais atuarão para prevenir as propagandas proibidas. De acordo com a orientação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no dia da votação é proibido a concentração de pessoas com bandeiras, broches, dísticos, adesivos e camisetas padronizadas (algo que indique uma manifestação coletiva), com ou sem veículos. Esses materiais poderão ser usados pelos eleitores desde que individualmente, sem atos que caracterizem boca de urna.

É proibido boca de urna, divulgação ou propaganda de partidos políticos e uso de alto-falantes e amplificadores de som a partir das 22 horas de sábado.

Fonte: AEN

Equipe da F.F.T Biofarma de Turvo vence 3ª partida seguida na Copa Santa Maria do Oeste de Futsal


Na noite dessa quinta-feira (25), a equipe da F.F.T Biofarma de Turvo, foi até Santa Maria do Oeste - PR, para enfrentar a equipe do São Manoel. Novamente a equipe turvense jogou bem e venceu o jogo pelo placar de 10 x 04, vencendo a 3ª partida seguida, se classificando em 1º lugar do seu grupo pra as quartas de finais da Copa Santa Maria do Oeste de Futsal.

Três municípios do Paraná terão eleições para prefeito em dezembro


"O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) determinou, em resolução na quarta-feira (24), que três municípios do estado tenham novas eleições para prefeito em 9 de dezembro deste ano."

"A nova votação acontecerá em Congonhinhas, Japira e Rancho Alegre, municípios da região Norte do Paraná. Os partidos políticos podem realizar convenções para a escolha dos candidatos entre esta quinta-feira (25) e segunda-feira (29)."

"Depois, os partidos e coligações têm até quarta-feira (31) para realizar o registro das candidaturas. Já a partir do dia 1º de novembro a propaganda eleitoral está liberada. Ainda de acordo com a resolução do TRE-PR, os candidatos eleitos serão diplomados até 16 de janeiro de 2019."

"Por que as cidades terão nova eleição?"

"Os três municípios apresentaram problemas distintos entre os candidatos eleitos em 2016. No caso de Congonhinhas, o prefeito eleito, Luciano Merhy (PTB), teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico.

Já em Japira, o então prefeito, Walmir Wellington da Silva (DEM), morreu em dezembro de 2017 em um acidente de carro. O vice, José Geraldo dos Santos (DEM), foi cassado pela Câmara de Vereadores em julho deste ano.

Em Rancho Alegre, a chapa que elegeu a prefeita Darlene Prado Ferreira (MDB) foi cassada também por abuso de poder econômico."


Idosos são agredidos durante assalto em Guarapuava


ROUBO COM RESULTADO DE LESÃO GRAVE: Por volta das 15h40min dessa quinta-feira (25), a equipe policial prestou atendimento a ocorrência de roubo em residência com resultado de lesão corporal grave, na Rua Conego Braga, Bairro Santa Cruz. 
No local haviam três vítimas, uma delas DE (67) anos, o qual apresentava graves lesões no crânio, sendo imediatamente socorrido por uma equipe do SAMU e encaminhado ao Hospital São Vicente. 
A outra vítima de (61) anos, a qual relatou a equipe que por volta das 15h00min, ela e o marido se preparavam para viajar até a cidade de Cantagalo, e que chamaram um taxi para leva-los até a rodoviária, nesse momento o homem de (67) anos recebeu uma ligação em seu celular, de uma pessoa que disse ser funcionário de uma empresa de Panificação, que é de um familiar da vítima, disse também que o dono da empresa e familiar da vítima teria lhe mandado entregar um carneiro, pedindo para que a vítima lhe informasse o endereço da residência. 
A vítima então repassou o endereço e ficou aguardando em frente ao portão, que cerca de vinte minutos após a ligação dois indivíduos morenos, um trajando calça jeans e camiseta azul, o outro não soube informar as vestimentas, armados de revolver, anunciaram o roubo, adentraram a residência e começaram a agredir o casal com coronhadas, exigiam dinheiro e armas. Que permaneceram sob poder dos assaltantes por cerca de 20 minutos até a chegada de um taxista; que ao adentrar a residência também foi rendido e agredido pelos assaltantes. 
Após conseguirem uma certa quantia em dinheiro das vítimas sendo do casal e do taxista, dois celulares do casal e uma bolsa com cartões de banco e documentos pessoais, se evadiram deixando as vítimas amarradas em um dos cômodos da residência. Ao conseguirem se desvencilhar acionaram a polícia. 
A equipe realizou buscas pela região, tentou levantar mais informações sobre o fato, mas até o momento não obteve êxito em localizar os autores, sendo que continuarão as buscas policiais.

Fonte: 16º BPM

MATRÍCULAS PARA OS CMEIS EM TURVO



Pais e/ou responsáveis fiquem atentos aos dias para matrículas e rematrículas de seu filho(a).

Rematrículas: a partir do dia 29 de outubro ao dia 01 de novembro

Matrículas novas: Do dia 08 a 14 de novembro

Essas data são somente para as matrículas e rematrículas nos CMEIS, sendo eles: Vó Luiza, João Adolfo Barendse , Irmã Ancila e Semente do Amanhã.

📄Documentos necessários
- Declaração de vacina (haverá expediente especial no posto de saúde nos dias 29,30 e 31/10 das 17 às 20h para retirar a declaração)
- Comprovante de residência
- Cópia de RG e CPF
- Certidão de nascimento do aluno (a)

Acidente entre ônibus e van com pacientes deixa vários feridos em Campo Largo



Um ônibus do transporte coletivo de Campo Largo, na Região metropolitana de Curitiba (RMC), bateu contra uma van do transporte de pacientes no início da manhã, nesta sexta-feira (26). O acidente foi no cruzamento das ruas Gonçalves Dias e Generoso Marques, próximo ao Hospital do Rocio. Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas, segundo as primeiras informações. Todas sem gravidade

O Siate foi acionado para atender os feridos, assim como outras ambulâncias da região. Os pacientes vinham da cidade de Ivaí, no Centro-Sul do Paraná, para atendimento no Hospital do Rocio. O ônibus atingiu a lateral da van.

Foto Alessandro Cavalli

Paraná confirma produção de 23 milhões de toneladas de grãos



Levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, estima uma produção total de grãos em 23,3 milhões de toneladas, índice 4% maior do que na safra 2017/18, que chegou a 22,5 milhões de toneladas. As chuvas ocorridas nas últimas semanas foram o principal fator de influência na safra paranaense neste mês. Mesmo com o excesso de umidade para a época, as lavouras de soja mantêm um bom desenvolvimento.

Até o momento, cerca de dois terços da soja já está plantada, com estimativa de produção 3% maior do que na safra anterior. O plantio do milho também está na reta final, podendo chegar à produção de 3,2 milhões de toneladas.

TRIGO – A colheita do trigo da safra 2017/18 evoluiu para 77% da área, beneficiada pelo reaparecimento do sol no último fim de semana. Porém, as chuvas do último mês prejudicaram o andamento da colheita, ainda que os números sigam praticamente dentro da normalidade.

A estimativa de produção segue em 2,9 milhões de toneladas neste mês, no entanto abaixo da expectativa inicial devido ao período seco do primeiro semestre.

Os preços recuaram nos últimos dois meses, e estão cotados atualmente em torno de R$ 42,00 a saca de 60kg, valor 30% superior ao do ano passado. Apesar disso, a alteração na qualidade do produto deve gerar descontos, prejudicando a rentabilidade do produtor, de acordo com o engenheiro agrônomo do Deral, Carlos Hugo Godinho.

SOJA – Mesmo com um leve atraso no plantio devido ao excesso de chuvas, as lavouras de soja se mantêm em boas condições nesta safra. Até o momento, cerca de 60% da área já foi semeada, valor próximo da média das últimas safras, que é de 64%. O fenômeno El Niño, previsto para 2018, contribui para uma boa expectativa de produção. “As quebras de safra são mais comuns nos períodos de seca”, disse o chefe do Deral, Marcelo Garrido.

A área da soja na safra 2018/19 está estimada em 5,45 milhões de hectares, sem grandes variações com relação ao ano passado. A estimativa de produção é de 19,6 milhões de toneladas, 3% maior do que na safra anterior, o que representa uma recuperação na produtividade. A saca de 60 kg está sendo comercializada a R$ 77,00, preço 28% maior do que o registrado em outubro de 2017.

MILHO – O Deral mantém a estimativa de 3,2 milhões de toneladas para a 1ª safra de milho 2018/19. A área semeada neste ciclo é de 352 mil hectares. Cerca de 90% da área está plantada, faltando aproximadamente 30 mil hectares, que devem ser plantados nas próximas semanas.

Os preços registrados no mercado interno são de R$ 28,00 por saca de 60 kg - uma alta de 40% se comparado ao mesmo período do ano passado. Esta alta é sustentada principalmente pela variação cambial e a situação de menor oferta no mercado doméstico.

No mercado externo, os preços subiram apenas 6%. “A comercialização encontra-se num ritmo mais lento do que o esperado”, afirma o técnico do Deral, Edmar Gervasio.

FEIJÃO – A cultura do feijão da primeira safra 2018/19 tem 79% da sua área plantada no Paraná. As chuvas de outubro atrapalharam os trabalhos de implantação das lavouras em praticamente todas as regiões do Estado e segundo o engenheiro agrônomo do Deral, Carlos Alberto Salvador, o tempo instável das últimas semanas tem gerado inquietação nos produtores.

Apesar do excesso de umidade ter ocasionado aumento de doenças e pragas em pontos isolados, 86% das lavouras se encontram em boas condições, 13% em condições médias e apenas 1% em condições ruins.

A estimativa de produção para a safra 18/19 é de 329 mil toneladas em uma área semeada de 167 mil hectares.

Os preços do feijão de cor recebidos pelos produtores paranaenses em outubro giram em torno de em R$ 95,00 a saca de 60kg. Já o feijão preto, que no Paraná corresponde a cerca de 60% da área, é comercializado por volta de R$ 127,00 a saca de 60 kg.

MANDIOCA - SAFRA 2017/18 - Cerca de 84% da mandioca produzida na safra 2017/18 está colhida, embora o clima instável tenha dificultado esta prática. A comercialização segue os bons índices das últimas três safras.

SAFRA 2018/19 – 95% da área estimada para a safra 2018/19 já está plantada. Ocorreu um crescimento de 8% na área - passando de 142 mil hectares, na safra anterior, para 154 mil hectares em 2018/19. “O plantio está dentro do previsto e as lavouras mantêm bom desenvolvimento”, diz o economista do Deral, Methodio Groxko. De acordo com a estimativa do Deral, a produção de mandioca vai passar de 3,4 milhões para 3,8 milhões de toneladas, um aumento de 11%.

Fonte e foto: AEN

Mãe e filho morrem em acidente no Trevo Cataratas, em Cascavel



Mãe e filho morreram em um acidente em Cascavel, no oeste do Paraná, na noite de quinta-feira (25), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O acidente aconteceu no Trevo Cataratas, na BR-277, e envolveu um carro e um ônibus de compristas.

A mulher – de 51 anos – e o garoto, de 12 anos, morreram na hora. Ela dirigia o automóvel, que tinha placas de Marechal Cândido Rondon, outro município do oeste paranaense.

Conforme a PRF, a mulher fazia tratamento contra câncer em um hospital de Cascavel e voltava para Marechal Cândido Rondon quando houve a batida.

Duas pessoas ficaram feridas no acidente. Elas também estavam no veículo. No ônibus, ninguém se machucou.

A PRF vai investigar o que causou a colisão.

O ônibus tinha saído de Medianeira, na região oeste, e seguia para Campinas (SP).

Foto: CGN
Fonte: G1 - PR