sexta-feira, 27 de maio de 2016

Arraiá do Edite acontece no próximo sábado 04 de Junho em Turvo.


O evento será no Ginásio de Esportes do Colégio Edite Cordeiro Marques.

Animação fica por conta do Grupo Estampa Serrana de Turvo:



Ganhadores da Promoção Dia das Mães da ACET, receberam seus prêmios nessa sexta (27).


Conforme estava previsto, a ACET entregou na manhã de hoje (27/05) os prêmios do sorteio da campanha Dia das Mães 2016. A entrega foi realizada na sede da entidade e contou com a participação de membros da diretoria.

A campanha foi considerada, pela Associação Comercial e Empresarial de Turvo, um sucesso. Tanto pela adesão de mais de 32 empresas participantes, parceiros e pela aceitação pelos consumidores de Turvo. Foram distribuídos mais de 15.000 cupons nos 50 dias de campanha.

Esta promoção ocorre no mês que segundo as estatísticas do comércio é o segundo pico de vendas do ano, depois de dezembro, e vem justamente para ajudar a aumentar a atratividade do comércio local de Turvo.

Segue a lista com os nomes dos felizardos ganhadores dos prêmios sorteados:

Vales Compras no valor de R$ 200,00

Joselia Lopes dos Santos, Jardim Filadélfia comprou na Casa do Estudante.

Alba O. Motta, Boa Ventura de São Roque comprou na Gabriella Modas.

Gabriely de Oliveira, Cachoeira dos Turcos comprou no Mercado Ideal.

Vales Compras no valor de R$ 500,00

Julia Fernandes, Faxinal da Boa Vista comprou no Lojão do Braz.

Angela C. Prestes, Turvo comprou no Móveis JN.

TV 40'

Norli Vennek, Passa-Quatro comprou na N Utilidades.





Funcionária da creche é acusada de tapar boca de criança com fita adesiva em Nova Cantu.


Olha que absurdo!! A informação é do Jornal Novo Cantu. Na quinta-feira, dia 26, uma funcionária e monitora da creche do Município de Nova Cantu foi acusada de maus tratos contra uma criança de apenas 2 anos. O caso teria acontecido na última segunda-feira (23). A funcionária teria tapado a boca da criança com fita adesiva para ela não chorar.

Os pais da criança denunciaram o fato para o conselho tutelar de Nova Cantu. A funcionária foi encaminhada para a Polícia Civil de Campina da Lagoa onde prestou declarações. 

O Município tomando conhecimento afastou a funcionária e abriu procedimento administrativo de investigação. A criança está sendo acompanhada por psicólogos, pois está traumatizada e com medo de ir até a creche.

Fonte: www.centralr3.com.br

Aproveite o Fecha Mês da Maxxim Mais de Turvo.



Fecha Mês da Maxxim Mais de Turvo, Móveis, Estofados, Cozinhas, Colchões e Box em 10x sem juros nos cartões de crédito, também aceitamos Cartão Cresol.

Maxxim Mais, fica na Avenida 12 de Maio, próximo ao Banco Bradesco de Turvo.




Omissão de socorro é crime e infração gravíssima de trânsito.



De janeiro a abril de 2016, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) registrou 65 notificações por omissão de socorro à vítimas de acidentes no Estado. Esta é uma infração gravíssima, gera multa de R$ 957,70, soma 7 pontos na habilitação do motorista e resulta em suspensão do direito de dirigir. Também é crime, previsto no Código Penal, com tempo de detenção determinado pela capacidade de assistência e da gravidade da lesão. 

Se o motorista deixa de prestar socorro, quando é possível fazê-lo sem risco pessoal, ele pode ser detido por um a seis meses. A pena pode aumentar em 50%, se a omissão resultar em lesão corporal de natureza grave, ou triplicar em caso de morte da vítima. Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Administração Penitenciária mostram que nos primeiros quatro meses do ano foram registradas 108 ocorrências por omissão de socorro. Em 2015, foram 345 casos. 

“Ninguém espera cometer ou sofrer um acidente de trânsito, mas quando acontece é necessário que o condutor saiba o que fazer para aumentar as chances de sobrevivência da vítima. Não é exigido de quem provocou o acidente, levar a vítima para o hospital, pois isso pode até gerar complicações. Mas sem dúvidas, é dever de todo cidadão tomar as medidas cabíveis”, lembra o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

CAMPANHA: Nesta sexta-feira (27), o Detran conta as consequências da falta de socorro à vítima, em um vídeo inspirado em uma história real. A ação é parte da campanha “31 dias para mudar o trânsito”, que faz parte do movimento Maio Amarelo, de ações de conscientização de segurança no trânsito. São 31 vídeos mostrando ocorrências e as mais graves infrações do trânsito, todos disponíveis no site www.detran.pr.gov.br/maioamarelo. Neste tema sobre omissão de socorro, além do depoimento mostrado no vídeo, a autarquia recebeu a história da curitibana Marta da Cruz, que perdeu um filho em um acidente de trânsito em outubro de 2010. 

“Naquele dia 6, o Eduardo viajava para São Paulo, com a esposa e o filho de um ano. Ele dirigia um caminhão e foi surpreendido por um motorista que dirigia uma carreta em alta velocidade. A carroceria bateu na cabine e foi arrastando o caminhão do meu filho. Ele ficou preso nas ferragens”, conta ela. “Minha nora caiu com meu neto em uma ribanceira. Eduardo gritava, pedia socorro, mas ela não conseguiu subir para socorrer ele, o indivíduo que provocou o acidente fugiu do local e o caminhão acabou pegando fogo. Meu filho morreu queimado”. 

O QUE FAZER – Em caso de acidentes, o condutor deve prestar socorro à vítima, acionando imediatamente o serviço de emergência pelo telefone 193 (Siate) ou 192 (Samu). É importante também sinalizar o local do acidente com o triângulo a fim de evitar outras colisões. 

Sempre que houver vítimas, a Polícia Militar deve ser chamada para realizar o boletim de ocorrência. Caso a colisão tenha somente danos materiais, a recomendação é realizar o registro no site www.bateu.pr.gov.br ou de forma presencial em uma sede da PM.

Acompanhe a campanha: 

www.detran.pr.gov.br/maioamarelo

www.youtube.com/user/imprensadetranpr

www.facebook.com/DetranPR/

twitter.com/detran_pr

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:

Jovem está desaparecida em Guarapuava.



Amanda Silva do Rosário, de 16 anos está desaparecida desde a manhã dessa quarta feira (25), em Guarapuava.

De acordo com informações da família, Amanda saiu de casa por volta das 07h da manhã e não retornou.

No momento que desapareceu a jovem, que tem 1,60 de altura, 50 quilos, cabelos pretos e lisos, olhos castanhos escuros, estava trajando casaco preto, e carregava uma mochila preta.

Quem tiver alguma informação sobre o sumiço dela, pode entrar em contato com a polícia pelo 197.


Fonte: Rede Sul