terça-feira, 18 de novembro de 2014

Acidente no centro de Guarapuava


Dessa vez foi na esquina das ruas Benjamin Constant e Pedro Alves.

Uma colisão envolveu o veículo HB20, placas AYV-3312/Candói-Pr e o Golf, placas LCX-4324/Guarapuava Pr.
O acidente foi na esquina das ruas Benjamin Constant e Pedro Alves, no início da tarde desta terça-feira (18).
De acordo com o Corpo de Bombeiros, Ederson Cardoso, 28 anos, que estava no HB 20, teve ferimentos leves. As demais pessoas envolvidas saíram ilesas.


Foto: Alencar de Souza
Fonte: www.centralcultura.com.br


Mulheres Turvenses marcaram presença na Marcha das Vadias em Guarapuava



No último sábado, dia 15, aconteceu, em Guarapuava, a II edição da Marcha das Vadias. Com o objetivo de combater a violência contra a mulher e a culpabilização da vítima nesses casos. Segundo dados do Instituto Saguari (2014) e do Ministério da Justiça, Guarapuava é o 98º município com o maior índice de feminicídio no país. O Paraná é o 4º estado com maior índice desse tipo de crime. São dados alarmantes que denunciam a violência extremamente presente contra as mulheres da nossa região. A II Marcha das Vadias teve o apoio de movimentos sociais e participantes os mais diversos, de Guarapuava e região, inclusive do nosso município de Turvo. Durante a marcha aconteceram 3 atos simbólicos. O 1º ato foi um manifesto das mulheres negras, o 2º foi uma reivindicação por estruturação e melhorias na Delegacia da Mulher em Guarapuava, e o 3º foi um ato de denúncia de morte de 12 mulheres guarapuavanas vítimas de agressão, onde o nome de cada uma foi colocado numa cruz, que ao final da marcha foram fixadas no portal do Parque do Lago. A luta visa combater qualquer tipo de discriminação de gênero e também apoia o movimento LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis) pois são minorias que também sofrem com o machismo gritante em nossa sociedade.




Fonte: Flávia Cordeiro e Susete

Projeto com alterações no Regimento Interno pode ser votado ainda neste ano


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, disse nesta segunda-feira (17) que nos próximos dias fará uma reunião com os líderes de partido para definir sobre a votação do projeto que propõe mudanças no Regimento Interno da Casa. “O nosso propósito é colocar em votação. Se todos estiverem de acordo para votar, será votado ainda neste ano”, declarou.

Segundo Rossoni, além do período eleitoral, também o fato de ele ter assumido o governo do Estado interinamente na semana passada protelaram a entrada na pauta do novo regimento. 

Entre as alterações do Regimento, estão: o fim da reeleição para os cargos da Mesa Executiva; a inserção de reuniões e atribuições do Colégio de Líderes; a remodelação das comissões permanentes (reduzindo seu número de 25 para 19), com uma melhor definição de suas atribuições; alteração dos recursos e prazos para proposições rejeitadas nas comissões técnicas, bem como dos prazos e condições para a entrega de relatórios das Comissões Especiais e Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs).

Para a análise do Regimento foi criada em setembro de 2013 uma Comissão Especial, presidida pelo deputado Pedro Lupion (DEM). A relatoria ficou com o deputado Edson Praczyk. Os trabalhos da Comissão terminaram em abril, quando foi votado o relatório final sugerindo algumas alterações. Cabe, agora, à Mesa Executiva elaborar um projeto de resolução que deverá passar pela Comissão de Constituição e Justiça antes de ir ao plenário para votação.


Foto: Nani Gois
Fonte: Assessoria de Comunicação da Presidência