segunda-feira, 30 de junho de 2014

Hipotermia é principal hipótese para morte de andarilho no Santa Cruz

Polícia espera laudo do IML para definir a causa da morte de um homem na manhã desta segunda, dia 30


Um homem foi encontrado morto no bairro Santa Cruz, em Guarapuava, na manhã desta segunda-feira, 30. A primeira hipótese levantada é de que a causa tenha sido hipotermia, já que a vítima teria passado a noite ao relento. A Polícia Civil espera o laudo do IML para investigar o óbito.
De acordo com o Samu, uma ambulância simples foi pela primeira vez ao local às 6h34. O motorista abordou o homem, que estava deitado na calçada e teria recusado o atendimento. Mais tarde, outras pessoas teriam comunicado o órgão sobre o suposto andarilho. Mas uma nova equipe só retornou por volta das 10h20, quando foi constatada a morte.
De acordo com o médico responsável pelo Samu, os indícios apontam hipotermia como a causa da morte. No entanto, como o homem estava consciente ao amanhecer, outras hipóteses não são descartadas.
Fonte: http://www.diariodeguarapuava.com.br/

Emoção de jornalista costa-riquenho contagia tribuna da Arena Pernambuco

Sandí Valverde escreve a matéria da primeira classificação de seu país às quartas
                        Sandí Valverde Leonel contagiou a todos na bancada H da tribuna de imprensa

As palavras iam sendo escritas com lágrimas no teclado, em uma cena real, humana. Foi preciso enxugá-las, pois seria uma atitude mais fácil do que conter a emoção. Um jornalista costa-riquenho de 24 anos cobria a sua primeira Copa do Mundo com a missão de escrever sobre o maior momento futebolístico de seu país. Diante de seus olhos, viu uma aguerrida e carismática seleção superar a Grécia nos pênaltis, na Arena Pernambuco, se classificando pela primeira vez às quartas de final do Mundial.

Enquanto atualizava o site yashinquesada.com, da capital San José, Sandí Valverde Leonel contagiou a todos na bancada H da tribuna de imprensa. Ao lado de outros três periodistas da Costa Rica, ele teve que parar o jornalismo por um instante. As mãos trêmulas já não digitavam mais. Entrelaçadas, simbolizam seguidas rezas.
Jornalista se deixou emocionar por algo que certamente levou à loucura outros 4,8 milhões de costa-riquenhos.
Sim, Sandí foi profissional durante 120 minutos, mas se deixou emocionar por algo que certamente levou à loucura outros 4,8 milhões de costa-riquenhos, diante da TV. Tinha o direito. Após o quinto e decisivo gol, mal conseguia falar, a não ser as palavras "gracias" (certamente agradecendo a Deus). Abraços em voluntários, desconhecidos, jornalistas de outros países. Ali, já havia cativado a todos.

Acabou cumprimentado pelos colegas brasileiros ao lado, que pediam calma, sobretudo com a experiência de quem já passou por situações dramáticas do tipo - 24 horas antes, na mesma fase do Mundial, também viram a Seleção numa tensa disputa de pênaltis. Sandí seguirá no Brasil, certamente em um momento ímpar de sua carreira. Continuará vivendo a emoção de uma Copa do Mundo, levando-a para os seus textos, literalmente. Contagiado e contagiando

Fonte: http://www.pe.superesportes.com.br/



ASSISTÊNCIA SOCIAL DE TURVO RECEBE DONATIVOS

50 Cestas básicas foram solicitadas e chegaram através da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Cestas estas que serão distribuídas para famílias que tiveram prejuízos com as chuvas que ocorreram nesse mês no município de Turvo. Estivemos acompanhando a chegada das Cestas que vieram através dos Correios e foram levadas até a sede da Assistência Social de Turvo que fará a distribuição das mesmas para as famílias que realmente necessitam.
Além das cestas, foram solicitadas, colchões, cobertores e fraudas.

POLÍCIA MILITAR DE TURVO FEZ OPERAÇÃO EM IBEMA/FAXINAL

SEGURANÇA E A TRANQUILIDADE DO CIDADÃO TURVENSE.
NA NOITE DO DIA 27/06 O EFETIVO DA PM DE TURVO JUNTAMENTE COM UMA EQUIPE DA PATRULHA RURAL DO 16º BPM, DESENCADEOU UMA OPERAÇÃO PREVENTIVA NA LOCALIDADE DE IBEMA/FAXINAL DA BOA VISTA, REALIZANDO ABORDAGENS A ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS ( bares e similares), VEÍCULOS E A PESSOAS EM VIAS PÚBLICAS. FECHANDO OS TRABALHOS FOI REALIZADA OPERAÇÃO PREVENTIVA NA CIDADE DE TURVO. NO TOTAL FORAM ABORDADOS 7 ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS, 54 PESSOAS, 18 CARROS E 9 MOTOS. NENHUMA IRREGULARIDADE FOI CONSTATADA. A PM DE TURVO INFORMA QUE AÇÕES PREVENTIVAS COMO ESSA OCORRERÃO COM CERTA FREQUÊNCIA NO MUNICÍPIO DE TURVO, COM O OBJETIVO DE PREVENIR O COMETIMENTO DE CRIMES E INFRAÇÕES DE TRANSITO, E ASSIM GARANTIR A SEGURANÇA E A TRANQUILIDADE DO CIDADÃO TURVENSE.


FONTE: POLÍCIA MILITAR DE TURVO

Paraná tem sete candidatos na corrida pelo comando do Palácio Iguaçu

PT ainda precisa oficializar a candidatura da senadora Gleisi Hoffmann.
Ainda estão no páreo Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB).


Polícia reagiu depois que um coquetel molotov atingiu o Palácio Iguaçu (Foto: Fernando Castro/G1)Eleição deste ano define governador, senador e
deputados federais e estaduais
(Foto: Fernando Castro/G1)
Faltando um dia para o fim do prazo para que os partidos definam os rumos que tomarão nas eleições de outubro, com a indicação dos nomes dos candidatos para o governo do estado, para a Assembleia Legislativa e para a Câmara Federal, o Paraná tem sete interessando em comandar o Palácio Iguaçu.

As convenções já confirmaram os nomes de Bernardo Pilotto (PSOL), Beto Richa (PSDB), Geonísio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP), Roberto Requião (PMDB), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Silvio Barros (PHS). Existe ainda o nome senadora Gleisi Hofmann (PT) que ainda é pré-candidata. A Executiva estadual do Partido dos Trabalhadores oficializará a candidatura dela e anunciará o nome do vice e do postulante à vaga do Senado segunda-feira (30).

Poderiam ser oito candidatos, porém, o Partido Verde (PV) abriu mão da candidatura própria para que Rosane Ferreira passasse a compor a chapa do PMDB como candidata a vice-governadora do Paraná.

Além do governador do estado, os paranaenses escolhem também um senador, os candidatos que ocuparão as 54 cadeiras da Assembleia e os que preencherão as 30 vagas do Paraná na Câmara Federal.

Alguns partidos deixaram para a última hora as definições. O Partido Social Democrata (PSD), por exemplo, deliberou à Executiva adefinição sobre os rumos a tomar nas eleições de outubro. A convenção realizada no domingo (29) não definiu qualquer tipo de coligação ou apoio para candidato para governo ou Senado. Outras legendas, entretanto, que não terão candidatura própria, já definiram quem vão apoiar, traçando os contornos do processo eleitoral que promete ser acirrado no estado. Afinal, estão no páreo nomes forte como Beto Richa, Gleisi Hoffmann e Roberto Requião.

Apoio ao Beto Richa
PTB
O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) do Paraná decidiu, em convenção realizada na manhã de sábado (28), que irá apoiar a candidatura de Richa ao governo estadual. O encontro, realizado em uma associação em Londrina, no norte do estado, ainda delegou à Executiva da legenda a prerrogativa de negociar com outros partidos, deixando a ata da convenção em aberto. O partido não definiu se lançará candidato próprio na eleição ao Senado, ou se irá apoiar alguma candidatura. A decisão deve ser tomada até o fim do prazo legal, dia 30 de junho.
PR
Em convenção na manhã de sábado, em Cascavel, no oeste do Paraná, o Partido Republicano (PR) decidiu apoiar a reeleição do governador Beto Richa. Durante o encontro que reuniu cerca de 200 pessoas foi homologada ainda a candidatura de 12 nomes que concorrerão às vagas para deputado estadual e oito para federal, entre eles o presidente do partido no estado, o deputado Fernando Giacobo. Quanto à disputa ao Senado, a Executiva Estadual deverá fazer o anúncio até segunda-feira. Na corrida por assentos na Assembleia Legislativa, o PR confirmou a coligação com o PSC e PT do B.
PMN
O Partido da Mobilização Nacional (PMN) definiu em convenção realizada no domingo (29) que apoiará o nome do governado Beto Richa para a reeleição ao Governo do Paraná. A ata da convenção não foi fechada. De acordo com o presidente da legenda, o deputado Dr. Batista, o partido ainda conversa com outras legendas para definir possíveis coligações para as eleições proporcionais. O partido não lançará um candidato ao Senado.
PP
O Partido Progressista (PP) optou por apoiar a reeleição do governador Beto Richa nas eleições de outubro. O partido também apoiará o nome de Álvaro Dias (PSDB) ao Senado. Com relação à possíveis coligações para as vagas da Assembleia Legislativa do Paraná e para a Câmara Federal, o partido adotará chapa pura.
PSC
Após especulações sobre o nome do deputado federal Ratinho Jr. para ser candidato a vice na chapa de Beto Richa, o partido acabou optando pelo apoio à reeleição, mas sem indicar nenhum. Com isso, Ratinho Jr. vai concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. Segundo ele, ele optou por um projeto político partidário em detrimento ao projeto pessoal. Para as disputas proporcionais, o partido fechou coligação com o PTDB e com o PR. Serão 60 candidatos a deputado federal e 118 a deputado estadual.
PT do B
Segundo o presidente da legenda, Danilo D'ávila, também vai apoiar a reeleição de Richa. Na coligação com o PR e o PSC, o partido terá candidatos a deputado federal e estadual, mas não deve lançar nenhum nome ao Senado.
Apoio a Gleisi
PC do B
O Partido Comunista do Brasil (PC do B) realizou convenção, neste domingo, em Curitiba, e definiu que irá apoiar a pré-candidata Gleisi Hoffmann (PT) para o Governo do Paraná. A convenção determinou ainda que lançará o presidente do partido e atual assessor do Ministério do Esporte, Ricardo Gomyde, como candidato ao Senado. Até a segunda-feira, o partido irá definir coligações para as eleições proporcionais. Inicialmente, seriam seis ou sete candidatos à Assembleia Legislativa do Paraná e outros seis para a Câmara Federal.
PTN
O Partido Trabalhista Nacional (PTN) decidiu que irá apoiar a candidatura da senadora Gleisi Hoffmann (PT) ao Governo do Paraná. Em convenção realizada no sábado, em Ponta Grossa, foi homologada a candidatura de 42 políticos a uma vaga na Assembleia Legislativa e de oito postulantes à Câmara Federal. O presidente do Partido, José Elizeu, de 44 anos, será o candidato do partido ao Senado. Nas eleições de 2010, o partido havia apoiado o atual governador Beto Richa, mudando de posicionamento para esta eleição.
De acordo com o presidente do PT-PR, deputado Enio Verri, a chapa final de apoio a Gleisi Hoffmann deve contar com cinco partidos: PDT, PC do B, PEN, PRB, PTN. A coligação, porém, só será confirmada na segunda-feira.
Apoio a Roberto Requião
PV
Após realizar convenção e definir candidatura própria, o PV mudou de ideia e passou a integrar a chapa de Requião. A deputada federal Rosane Ferreira será candidata a vice-governadora ao lado de Requião. A mudança com relação a candidatura de Rosane já estava sendo cogitada logo após a convenção.
PPL
O Partido Pátria Livre (PPL) do Paraná decidiu, em convenção realizada na noite de quinta-feira (26), que irá apoiar a candidatura de Roberto Requião ao governo estadual. O encontro, realizado na sede do partido em Curitiba, ainda delegou à Executiva da legenda a prerrogativa de negociar com outros partidos, deixando a ata da convenção em aberto. Além da candidatura de Requião, o PPL ainda deve apoiar o peemedebista Marcelo Almeida na eleição para o Senado. O partido ainda negocia coligações para as eleições proporcionais com outras cinco legendas.