sexta-feira, 1 de novembro de 2019

O Supermercado Suprema estará atendendo neste sábado de finados


Neste sábado dia 02 de novembro, Dia de Finados, o Supermercado Suprema de Turvo estará atendendo das 08h00 ás 18h00.

Aproveite para fazer suas compras e economizar. 



Finados terá reforço da Polícia Rodoviária em todo Estado


O feriado de Finados conta com policiamento nas estradas estaduais do Paraná pelo efetivo do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) desde esta sexta-feira (01) até o domingo (03). A fiscalização abrange a embriaguez ao volante e o excesso de velocidade, entre outras infrações de trânsito.

Todas as seis companhias do Batalhão, por meio dos seus 58 postos rodoviários, estarão empenhados na Operação Finados.

A intensificação contará também com o efetivo da Rondas Ostensivas Táticas Móvel (Rotam) e do Canil da unidade, para abordagens e vistoria em veículos suspeitos de tráfico de drogas, armas e contrabando.

Segundo o BPRv, a operação visa garantir a tranquilidade e a segurança da população paranaense e dos turistas. Os policiais farão bloqueios, atividades rotineiras de verificação de documentação, orientações e autuações referentes às infrações de trânsito rodoviário em diversos trechos.

O BPRv orienta os motoristas para que, antes de pegarem a estrada, façam um planejamento de sua viagem e cuidem da manutenção do veículo, sendo preciso verificar as condições mecânicas (freios, suspensão e pneus) para evitar problemas.

Além disso, também devem sempre portar os documentos do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de estarem em dia com o pagamento de tributos (IPVA, licenciamento e seguro obrigatório).

Neste sábado tem Feijoada na Igreja Assembleia de Deus em Turvo


Produtor que não cumprir com normas terá leite descartado


A Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento alerta os produtores de leite e proprietários de laticínios para a necessidade de manter o cumprimento das Instruções Normativas 76 e 77. As instruções entraram em vigor dia 1º de maio, mas a partir desta sexta-feira (1º) poderá ocorrer o descarte do leite coletado, caso não esteja em conformidade com a legislação do Ministério da Agricultura.

Não haverá um aperto na fiscalização que já está em andamento, diz Marisa Koloda Heinning, gerente do Serviço de Inspeção do Paraná (SIP) da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). “Passados seis meses da entrada da legislação em vigor, temos disponíveis as primeiras métricas que aferem a limpeza e qualidade do leite e conferem se as instruções normativas estão sendo seguidas ou não”.

A partir de 1º de novembro, inicia o período de descarte do leite que não está em conformidade com a legislação. Conforme as métricas que estão sendo acompanhadas, o leite que apresentar uma média superior a 300 UFC/ML (Unidade de Formação de Colônia por milímetro) ou 500 mil células somáticas por ml no caso do leite cru refrigerado, será descartado. A fiscalização vai ocorrer nos laticínios.

A Adapar fiscaliza em torno de 76 laticínios de médio porte que comercializam seus produtos no território paranaense, sendo que a maioria apresenta procedimentos em conformidade com a legislação, disse a gerente da Adapar. Segundo ela, esses laticínios estão atentos ao cumprimento das Instruções Normativas e seguem fazendo os exames periódicos e colocando as informações em planilhas.

Os laticínios e indústrias que comercializam seus produtos somente no município são fiscalizados pelo SIM (Serviço de Inspeção Municipal). E os estabelecimentos que colocam seus produtos no território nacional e para exportação são fiscalizados pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura.

O esforço da Adapar é continuar com a fiscalização atenta para que o leite produzido no Paraná continue sendo referência nacional em qualidade e quantidade. Segundo o IBGE, o Paraná é o segundo maior produtor de leite do País com uma produção de 4,4 bilhões de litros em 2018.

Em relação aos laticínios fiscalizados pelo SIP/POA (Serviço de Inspeção do Paraná de Produtos de Origem Animal), caso não sigam as novas normas do Ministério da Agricultura serão autuados, avisou a gerente da Adapar.

INSTRUÇÕES NORMATIVAS - As INs 76 e 77 tratam basicamente da qualidade do leite entregue na indústria. Os produtores devem entregar o leite a temperatura de 4º C, para evitar a proliferação de bactérias.

O leite entregue na indústria deve apresentar também índices mínimos de 3% de gordura, 2,9% de proteína e 4,3% de lactose. São essas as métricas que estão sendo acompanhadas pelos exames periódicos que devem ser feitos pelos laticínios.

Também os laticínios devem seguir normas específicas que constam nas instruções normativas. O leite recebido deve estar na temperatura máxima de 7º C (ou até 9º C, excepcionalmente).

Segundo o engenheiro agrônomo Hernani Alves da Silva, gerente operacional de Desenvolvimento Rural da Emater, os encontros de treinamento e capacitação de produtores e indústrias no Paraná têm sido um sucesso. Eles são focados em orientar o produtor e indústria e fazer o controle de células somáticas – que é a mastite – e o controle bacteriano total que é basicamente a higiene no processo de ordenha e limpeza dos equipamentos utilizados.

CAPACITAÇÃO - Para orientar os produtores, a Emater do Paraná promoveu 179 encontros entre seminários, reuniões técnicas e encontros, que envolveram a capacitação e treinamento de 11.577 pessoas entre produtores e representantes de laticínios. Foram realizados eventos em todas as regiões do Estado.

Um encontro em Laranjeiras do Sul nesta quarta-feira (29), promovido pela Emater e Adapar, reuniu mais de 400 produtores e 7 indústrias da região. Em Umuarama, uma semana antes, o mesmo encontro reuniu mais de 300 produtores de leite.

Nestes eventos, basicamente foram tratados a questão legal das Instruções Normatizas e as boas práticas agropecuárias: conjunto de atividades, procedimentos e ações adotadas na propriedade rural com a finalidade de obter leite de qualidade e seguro ao consumidor e que englobam desde a organização da propriedade, instalações e equipamentos, além da formação e capacitação dos responsáveis pelas tarefas cotidianas.

Começa prazo para uso de créditos do Nota Paraná para pagar IPVA


A partir desta sexta-feira, 1º de novembro, os contribuintes que têm créditos a receber do Nota Paraná já podem fazer a opção por usar a devolução do imposto para quitar ou abater parte do IPVA de 2020 (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores).

Para isso é preciso fazer a opção no site do programa (http://www.notaparana.pr.gov.br/). O sistema fica aberto apenas no mês de novembro, do dia 1º ao dia 30. “É muito importante que os consumidores fiquem atentos para não perderem o prazo”, alerta a coordenadora do programa da Secretaria da Fazenda do Paraná, a auditora fiscal Marta Gambini.

O programa Nota Paraná devolve 30% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a quem pede nota fiscal no comércio paranaense.

Mais de 23 milhões de CPF diferentes constam nas notas fiscais emitidas no Paraná, desde o início do programa em 2015. Mas apenas 2.765.558 de CPFs estão cadastrados com a possibilidade de pedir abatimento no IPVA.

A frota de veículos em nome de pessoas físicas que devem pagar o IPVA 2020 é de 3.891.981. O veículo precisa estar no nome do usuário cadastrado no programa para que a opção seja válida.

Em 2016, o primeiro ano em que foi possível usar os créditos do ICMS para pagar o IPVA, os proprietários de 41.744 veículos usaram o benefício, num total de R$ 6.107.115,50. No ano seguinte, o valor chegou a R$ 13.217.074,67 usado para 114.465 veículos; e no ano passado, 127.664 veículos usaram R$ 15.508.986 para pagar o IPVA.

DEVOLUÇÃO – No total, o programa Nota Paraná já devolveu R$ 1,64 bilhão em créditos, desde 2015. Esse montante se refere a valores creditados em conta-corrente em função da devolução de 30% do ICMS e também ao sorteio mensal que premia os contribuintes que, depois de se cadastrar, fazem a opção pela participação nos sorteios.

Os prêmios são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil nos meses normais. E de R$ 200 mil, R$ 120 mil e R$ 80 mil nos meses especiais, que são maio, junho, agosto, outubro e dezembro.

Para se cadastrar no Nota Paraná é só acessar o site www.notaparana.pr.gov.br, clicar na opção “cadastre-se” e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal. Para participar dos sorteios é preciso fazer adesão no site.

Toda primeira compra no mês gera um bilhete ao participante do programa para os sorteios mensais, independentemente do valor gasto. Depois, cada R$ 50,00 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período.

Sicredi lança portal que ajuda na escolha de investimentos

Novo site terá vídeos didáticos com o escritor, jornalista e apresentador de TV, Pedro Andrade, falando sobre os diversos tipos de investimentos disponíveis no mercado


Com o objetivo de desmistificar o mercado de investimentos, o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados e atuação em 22 estados brasileiros e no Distrito Federal, lança o hotsite Investindo Juntos (www.investindojuntos.com.br). O novo site é direcionado para o público interessado em aplicar recursos, mas tem dúvidas sobre qual a opção mais adequada.

Com a iniciativa, o Sicredi espera levar, de forma simples e direta, conhecimento qualificado para as pessoas sobre os diversos tipos de aplicações disponíveis no mercado atualmente, além de aumentar a visibilidade do seu portfólio de produtos de investimentos. Ao acessar o novo portal, as pessoas responderão algumas perguntas rápidas que servem para traçar o seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado). Com base nesses dados, elas receberão conteúdos específicos que ajudam a tomar a decisão sobre qual é o melhor tipo de investimento para fazer o dinheiro render ainda mais.

Além de um e-book de investimentos, os conteúdos incluem uma série especial composta por vídeos com informações sobre produtos de investimentos, sugestões de produtos indicados para cada objetivo e dicas de diversificação de carteira. O jornalista, escritor e apresentador de TV, Pedro Andrade, será o responsável por fazer a apresentação dos vídeos.

Além de possuir classificação excelente nos ratings do setor, como a Moody’s, S&P Global e FitchRatings, o Sicredi administra hoje mais de R$ 109 bilhões em ativos e oferece aos investidores a segurança do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito sobre os depósitos realizados. Atualmente, a Gestora de Recursos do Sicredi administra mais de R$ 33 bilhões em fundos próprios de investimentos e previdência, além de disponibilizar produtos de parceiros.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Facebook | Twitter | LinkedIn | YouTube |Instagram

Caminhão tomba e tem parte da carga saqueada na BR 277, em Prudentópolis


Às 18:00h de 31/10, no km 298 da BR-277, em Prudentópolis, no sentido decrescente (Curitiba/PR) ocorreu o tombamento do caminhão Volvo, placas de Campo Mourão.

O veículo tombou fora da pista, ocorrendo derramamento da carga de farelo de soja. O condutor do veículo, de 42 anos, foi conduzido ao Pronto Socorro Municipal de Prudentópolis com lesões leves.

Pista ficou livre, veiculo e carga fora da pista. Carga parcialmente saqueada, contido saque por equipe PRF e posteriormente por segurança terceirizada. Não ocorrendo nenhuma prisão.

Informações e Imagens BDCom PRF