terça-feira, 26 de novembro de 2019

Programa Habitação Solidária em Turvo, você pode ajudar 16 famílias a sair do “peral”

Assista o vídeo e entenda o programa:


O Programa Habitação Solidária tem por objetivo retirar 16 famílias de área de risco do Município de Turvo, mais precisamente do Bairro Jardim Filadélfia, popularmente conhecido como "peral". 

Para viabilizar a retirada bem como a construção das 16 residências se estabeleceu uma parceria do poder público com a sociedade civil organizada, onde cada entidade, e/ou indivíduo poderá contribuir conforme suas forças e sua vontade. 

O Município disponibilizará um terreno para a construção das casas bem como material de construção, projetos, entre outras tarefas e a Sociedade Civil, Igrejas, Associações, Grupo de Amigos e outros, poderão contribuir também com materiais, com mão de obra, mutirões, divulgação, enfim tudo quanto for possível para transformar esse sonho em realidade, garantindo qualidade de vida, dignidade e principalmente SEGURANÇA para "as famílias do peral".


Na infobit.net o Presente de Natal é antecipado


Paraná registra a primeira morte por dengue no segundo semestre



O Paraná registrou a primeira morte por dengue desde o início do atual período epidemiológico, em 28 de julho. O óbito ocorreu em 17 de novembro no município de Nova Cantu, no Centro-Oeste do Estado. Trata-se de uma mulher de 31 anos que apresentava quadro de anemia crônica como fator de risco.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, destaca que a situação da dengue no Paraná é grave e alerta toda a população para que adote com urgência as medidas preventivas, com uma verificação detalhada nos quintais, terrenos e ambientes internos das residências, eliminando os pontos que acumulam água parada, que podem se transformar em criadouros do mosquito da dengue. “A maioria dos focos está em ambientes domiciliares e precisamos de uma ação urgente de toda a sociedade no combate ao mosquito. Dengue mata”, afirma Beto Preto.

BOLETIM - O boletim semanal da dengue divulgado nesta terça-feira (26) pela secretaria estadual da Saúde registra 330 novos casos confirmados da doença. Destes, 135 no município de Nova Cantu, 78 em Quinta do Sol, na mesma região, e 25 em Cianorte, no Noroeste do Estado.

Desde o início deste período epidemiológico, em 28 de julho de 2019, até agora, o Paraná soma 1.564 casos confirmados. Na semana passada eram 1.234 – um aumento de 26,7%.

São 1.194 casos de dengue adquiridos na cidade de residência dos pacientes, chamados de casos autóctones, e 29 casos importados, quando a pessoa contraiu a doença fora da cidade onde mora.

ALERTA – Dez municípios estão em situação de alerta para a dengue: Lindoeste, Juranda, Douradina, Indianópolis, São Carlos do Ivaí, Flórida, Munhoz de Mello, Florestópolis, Leópolis e Uraí. Outros sete estão no patamar de epidemia: Nova Cantu, Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, Ângulo, Floraí e Uniflor.

As 22 Regionais de Saúde do Estado registram notificações para a dengue, totalizando 11.308 no período monitorado.

CHIKUNGUNYA – O boletim desta semana confirma mais um caso de chikungunya, desta vez em Toledo. É um caso importado. A paciente de 23 anos contraiu a doença na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. O caso evoluiu para cura e a mulher passa bem.

Há cinco casos de chikungunya registrados no Paraná, em Araucária, Curitiba, Foz do Iguaçu e Maringá. Todos são importados, ou seja, não foram adquiridos na cidade de residência dos infectados.

ORIENTAÇÃO – O Governo do Paraná e a Secretaria de Estado da Saúde desenvolvem várias ações de combate à dengue em parceria com os municípios e orienta sobre os perigos da doença em campanha veiculada em todo o Estado. “O recado principal é que a dengue mata e que a eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, depende da participação de todos nós, não deixando acumular água parada”, ressalta a Ronaldo Trevisan, da Coordenadoria de Vigilância Ambiental da secretaria.

Ele orienta que os locais mais comuns para a formação de criadouros são os pratinhos de vasos de plantas, pneus, garrafas, ralos, calhas, lajes, entulhos, lixeiras e o coletor de água das geladeiras e aparelhos ar-condicionado.

“Além destes pontos, é preciso também uma vistoria minuciosa nas caixas d’água, cisternas e poços, tonéis e depósitos de água e, inclusive, nas falhas de reboco das paredes, muros e fossas. Tudo deve ser mantido limpo e fechado para não se transformar em criadouro”, explica Trevisan.

Como as temperaturas vão aumentar no próximo mês, acrescenta, é preciso acabar com a situação endêmica no Paraná e evitar óbitos. “O verão começa no mês que vem e o número de pessoas doentes pode aumentar em todas as regiões, caso as medidas preventivas não sejam adotadas pela população”.

PERÍODO ANTERIOR – No período anterior, de julho de 2018 a julho de 2019, o Paraná totalizou 22.946 casos confirmados dengue e 23 óbitos. As mortes foram registrados em Londrina (9), Cascavel (4), Paranavaí (3), Foz do Iguaçu (3), Maringá (2), Campo Mourão (1) e Cornélio Procópio (1).

Conserto emergencial afeta abastecimento de água em Turvo


A Sanepar informa que está fazendo conserto emergencial em uma rede de distribuição na Rua 12 de Maio em frente a um posto de gasolina, em Turvo, nesta terça-feira (26). 

Os serviços começaram às 14h30 e devem ser concluídos até as 16h30. Pode haver desabastecimento no Alto do Turvo, no Henry Cook e na Vila Jaime. A previsão é de que o abastecimento normalize, gradativamente, até o período da noite.

Só ficarão sem água os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

A orientação é evitar desperdícios. A Sanepar conta com a participação de todos!

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Para consultar esta e outras informações, utilize o aplicativo para celular e tablet Sanepar Mobile ou acesse o site da Sanepar: www.sanepar.com.br

Prefeitura de Turvo e SEBRAE apresentam a Palestra: A Incrível Arte de Vender



A Palestra teatral “A incrível Arte de Vender”, que acontecerá nesta quarta-feira (27), às 19h no salão da igreja matriz de Turvo, marca o encerramento do Programa Turvo Empreendedor, que é um programa que tem o objetivo de propagar a cultura empreendedora do município, por meio de três projetos estruturados a partir de estudos das três principais cadeias produtivas de Turvo.

A palestra é uma parceria entre a Prefeitura Municipal e Sebrae, com apoio do Sicredi, Acet e Faculdade Guairacá e servirá para apresentar todas as etapas e resultados do programa Turvo Empreendedor, além de premiar as empresas destaque desta edição e apresentar as ações para serem desenvolvidas pelo programa em 2020.

Estão todos convidados a comparecer no evento para compartilhar ideias e se atualizar sobre o novo cenário para empreendimentos aqui na nossa cidade.

Prefeitura de Turvo emite Nota Oficial sobre a falta de água no distrito de Faxinal da Boa Vista



"Nota Oficial da Prefeitura Municipal de Turvo

No distrito Faxinal da Boa Vista existem dois poços de distribuição de água, um deles é de responsabilidade da empresa Ibema, o outro é em Faxinal da Boa Vista e de responsabilidade do município de Turvo. Atualmente, é constante a falta de água em bairros abastecidos pelo poço da Ibema, dado que poço artesiano não possui capacidade para atender a demanda existente. Neste panorama, a Prefeitura Municipal, em conjunto com a Ibema buscando solucionar o problema, realizou a interligação da rede dos dois sistemas de abastecimento de água. Com isso, o poço do Faxinal da Boa Vista auxiliará no abastecimento de água do poço da Ibema.

No momento, ocorrem os trâmites entre Ibema, Prefeitura e Sanepar para que, em breve, a Companhia de Saneamento do Paraná torne-se a única responsável pelo abastecimento e distribuição de água para todo o distrito.

Para que houvesse a renovação do contrato de concessão com a Sanepar, o Prefeito Jeronimo Gadens do Rosário estabeleceu que a empresa realizasse obras de saneamento também no distrito de Faxinal da Boa Vista. O contato entre as instituições foi retomado em 2017 com o intuito de que a concessionária assumisse o controle sobre todo o abastecimento de água. As negociações estão bastante avançadas e já ocorreram os trâmites legais e os levantamentos técnicos.

Os problemas enfrentados na localidade estão diretamente ligados às ligações clandestinas; vazamentos; redes e materiais inadequados e também ao uso indiscriminado da água, que não o uso doméstico. Com a Sanepar assumindo, essas questões serão brevemente solucionadas.

Estamos aguardando o parecer oficial da Concessionária com a data de início das atividades no distrito, que deverá ocorrer em pouco tempo. "


Participante de retiro religioso entrega duas armas durante oração


Um homem que estava participando de um retiro religioso em Altônia, no noroeste do Paraná, entregou duas armas de fogo durante um momento de oração, no domingo (24).

De acordo com a Guarda Municipal, os organizadores do encontro religioso encontraram as armas dentro de uma caixa usada em um dos momentos do retiro em que os participantes são convidados a deixar objetos que não querem mais para vida.

Nesse momento, o homem levantou e colocou um revólver calibre 22 e uma garrucha na caixa. As duas armas foram apreendidas e entregues na Delegacia de Altônia.

A polícia informou que a pessoa que entregou a arma não foi identificada. Os investigadores também não encontraram nenhum crime relacionado ao calibre das armas entregues. Por isso, as armas serão encaminhadas para a destruição.