segunda-feira, 4 de junho de 2018

Endometriose - Uma doença que leva nossas forças e vontade de viver



Endometriose é uma doença pouco conhecida, porém ela afeta em media duzentos milhões de mulheres no mundo e cerca de doze milhões de brasileiras. Podem ser assintomáticas ou chegar ao extremo da dor, apresentar queixas de dismenorreia (Cólica menstrual intensa), dispareunia (Dor durante relação sexual), dor pélvica crônica (A dor crônica é a dor que persiste por mais de 3 meses ) ou infertilidade. Muitas podem sofrer a vida toda dessa doença sem saber! 

Mas afinal o que é endometriose? 

Doença caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga. 

Diagnóstico 

Embora o diagnóstico definitivo da endometriose necessite de uma intervenção cirúrgica, preferencialmente por vide laparoscopia, diversos achados nos exames físico de imagem e laboratoriais já podem predizer, com alto grau de confiabilidade, que a paciente apresenta endometriose. Até o momento, nenhum marcador bioquímico pode ser considerado como de eleição para diagnóstico de endometriose, porém um exame simples como o Ca-125, quando coletado no primeiro ou segundo dia do ciclo menstrual, pode ser útil para o diagnóstico da endometriose em estádio avançado, principalmente quando os valores são superiores a 100 UI/mL. 

Tratamento 

A abordagem terapêutica da endometriose varia, dependendo da queixa da paciente – dor pélvica ou infertilidade, embora, muitas vezes, essas queixas estejam associadas. Os tratamentos mais difundidos atualmente são a cirurgia, a terapia de supressão ovariana ou a associação de ambas. 

Apesar do número alarmante de mulheres sofrerem desse mal, pouco são os recursos empregados para o diagnostico e tratamento dessa doença, deixando as mulheres menos favorecidas financeiramente a mercê da dor constante causada pela endometriose, a qual afeta a vida familiar e social.

NÃO SE ACOSTUME A VIVER COM DORES, PROCURE AJUDA!

A fim de confortar e ajudar de forma significativa as portadoras de endometriose, estamos criando um grupo de mulheres para a troca de informações e experiências, buscando parcerias na área de saúde e drogarias, procurando melhores condições de tratamentos na saúde publica, para que nem uma mulher fique desamparada, passando por dores causadas por essa doença maligna!

Obtenha mais informações nos sites:



Ou venha para clinica Bioestima em Turvo e compartilhe suas experiências. (42) 9 9816-3516 Whatsapp

Buscamos ajuda para tratamentos de diagnósticos e medicamentos, pois através do direcionamento de varias mulheres o ganho será mutuo! Agradecemos a vicofarma por estar apoiando as mulheres portadoras de endometriose pelo desconto de 15% nos medicamentos. 

Fontes: 

CARVALHO, Maria João et al.Endometriose: recomendações de consenso nacionais - tratamento médico. Acta Obstet Ginecol Port [online]. 2016, vol.10, n.3, pp.257-267. ISSN 1646-5830. 

KONDO, William. Endometriose. 2018. Disponível em: <http://www.associacaonacionaldeendometriose.org/o-que-e-endometriose>. Acesso em: 04 jun. 2018. 

NÁCUL, Andrea Prestes; SPRITZER, Poli Mara. Aspectos atuais do diagnóstico e tratamento da endometriose. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v32n6/v32n6a08.pdf>. Acesso em: 04 jun. 2018. 

VILA, Ana Carolina Dias; VANDENBERGHE, Luc e SILVEIRA, Nusa de Almeida.A vivência de infertilidade e endometriose: pontos de atenção para profissionais de saúde. Psic., Saúde & Doenças[online]. 2010, vol.11, n.2, pp.219-228. ISSN 1645-0086. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário