quarta-feira, 22 de março de 2017

Penitenciária paranaense é modelo em tratamento penal


O Paraná colocou em funcionamento uma unidade prisional considerada modelo em tratamento penal no país. De regime fechado, a Penitenciária Central do Estado - Unidade de Progressão, localizada no Complexo Penitenciário de Piraquara, é um lugar em que os presos dedicam-se o dia todo a atividades educacionais e de trabalho. Nesta quinta-feira (23), a unidade receberá a visita de integrantes da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Resultado de uma parceria do Governo do Estado com o Tribunal de Justiça, a unidade de progressão faz parte das ações do projeto “Cidadania nos Presídios” do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O objetivo da unidade prisional – que iniciou suas atividades em novembro do ano passado – é preparar os detentos para voltarem ao convívio social após o cumprimento total da pena.

Instalado em uma área desativada da Penitenciária Central do Estado (PCE), o local, que abrigou mulheres encarceradas, passou por modificações. "O local foi especialmente organizado para isso, embora o espaço já tenha toda uma história dentro do sistema penitenciário", explica o diretor do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), Luiz Alberto Cartaxo Moura.

Segundo Cartaxo, o trabalho tem obtido êxito e mostra o caminho para a execução penal. “Ou seja, promovermos a reinserção social por meio do trabalho, educação, ensino religioso e o ensino profissionalizante", afirma o diretor do Depen.

CAPACIDADE E FUNCIONAMENTO – A unidade penal possui atualmente 175 detentos que estão em fase final de cumprimento de pena, próximos de retomar o convívio em sociedade. Além disso, o preso também precisa possuir um bom comportamento carcerário.

A penitenciária mantém 100% dos presos ocupados em atividades de ensino e trabalho. Quatro canteiros de trabalho estão em funcionamento em parceria com iniciativa privada; outros oito são mantidos pelo Depen em canteiros próprios. As aulas acontecem em três turnos (manhã, tarde e noite).

A diretora da unidade PCE-UP, Cinthia Mattar Bernardelli Dias, diz que a intenção é expandir o trabalho. "Esse é um projeto piloto que vem dando certo. Estamos aprimorando o trabalho, buscando novas parcerias para com isso abrir novas vagas", planeja ela.

CONHECER – Nesta quinta-feira (23), a unidade de progressão receberá representantes da OEA. Pela primeira vez, o órgão visitará uma instituição de cárcere no Brasil. “Essa inédita visita pela OEA nos mostra que estamos no caminho certo”, afirma o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. “De um lado, focando na produção de novas vagas prisionais – 7 mil novas vagas com as obras em andamento – para dar um tratamento mais humanizado para esses presos que estão hoje custodiados em delegacias e vão entrar no sistema penitenciário. De outro lado, preparando aquele indivíduo que já está na fase final de sua pena para sua reinserção social”, afirma diz Mesquita. 

OUTRAS UNIDADES - O secretário ressalta que, além da iniciativa na PCE-UP, as unidades prisionais do Depen paranaense oferecem oportunidades de trabalho e de estudo, inclusive com o projeto de remição pela leitura, aos detentos que estão cumprindo pena. “Nós temos grandes profissionais penitenciários dedicados a essa matéria e agora é um momento de um grande reconhecimento, reconhecimento internacional de que o trabalho vem tem sido realizado com sucesso”, acrescenta Mesquita.

Após a visita, Governo do Paraná e OEA firmam uma parceria internacional, juntamente com Tribunal de Justiça, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Ministério Público do Estado.

Fonte: www.aen.pr.gov.br

Vem aí Bailão de Aleluia com Grupo Minuano em Santa Maria do Oeste

Ingressos antecipados em Turvo no Blog do Elói.


Prefeito de Turvo busca junto ao Governo do Estado recursos para infraestrutura


Prefeito Jerônimo, esteve nesta segunda-feira (20), com o Governado Beto Richa em Curitiba, pleiteando recursos no valor de R$1 milhão para infraestrutura urbana, sendo R$ 500 mil a fundo perdido e R$ 500 mil via financiamento.

Este valor será utilizado para pavimentação asfáltica no quadro urbano, como também para calçadas que é um elemento urbano que deve ser interpretado como suporte de múltiplos usos.

Segundo Jerônimo. "Nossa cidade necessita de infraestrutura para melhor locomoção viária e ainda proporciona maior qualidade de vida e segurança a população".

Hoje tem Feira do Produtor na Praça 31 de Outubro em Turvo


Venha saborear os produtos da nossa terra! Toda quarta na Feira do Produtor Rural a partir das 14h00, você vai encontrar uma grande variedade de verduras, frutas, pães, bolos, bolachas, biscoitos e cerveja caseira. Além disso temos crepes, coxinhas e pastéis fritos na hora.

Presos temporários da 'Carne Fraca' começam a deixar a prisão

Do G1 - PR (Foto: Anderson Grossl/RPC)

Começaram a deixar a prisão os oito investigados da Operação Carne Fraca que não tiveram a prisão temporária prorrogada pelo juiz federal Marcos Josegrei da Silva. Por volta da 1h30 desta quarta-feira (22), quatro deles deixaram a sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba, conforme apurou RPC.


Ao todo, 11 pessoas foram presas temporariamente na operação, e o prazo das detenções terminava na terça-feira (21). Porém, o juiz decidiu manter três investigados presos: o advogado Rafael Nojiri Gonçalves, e os fiscais do Ministério da Agricultura Antônio Garcez da Luz e Brandízio Dario Júnior.

As defesas de Rafael e de Antônio não foram localizadas. Já o advogado de Barandízio, Douglas Bonaldi Maranhão diz que "não existe fundamento para a prisão" e que "o investigado não tem relação alguma com os fatos descritos no inquérito policial".

O despacho sobre os presos temporários foi publicado às 23h59 de terça-feira (21). No texto, Josegrei diz que o Ministério Público Federal (MPF) havia pedido a manutenção de apenas um dos presos, Rafael Nojiri Gonçalves, porque ele ainda não havia sido ouvido pelos policiais.

No entanto, o magistrado considerou que Antônio e Brandizio também deveriam seguir detidos, pois as investigações apontam indícios de que eles participariam de um escalão intermediário no suposto pagamento de propina a fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

No mesmo despacho, o juiz determinou também que todos os investigados liberados ficam proibidos de exercerem as funções no Mapa, bem como serão impedidos de entrar em qualquer unidade do ministério.

Além dos 11 presos temporários, há outros 25 preventivos, que não têm prazo para deixar a prisão, e um empresário que é considerado foragido. Nilson Alves Ribeiro, que vive na Itália, é suspeito de pagar R$ 350 mil em propina para fiscais do Ministério da Agricultura do Paraná, em troca de uma licença para abate de carne de cavalo no frigorífico Oregon, seu parceiro.

O empresário Nilson Umberto Sacchelli Ribeiro também era considerado foragido. Porém, na terça-feira (21), ele se entregou à PF em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O advogado dele, Alexandre Crepaldi, nega o envolvimento do cliente.

Carne Fraca
Considerada a maior operação da Polícia Federal, quando se fala em números, a Carne Fraca soma 309 mandados, sendo 37 de prisão. Do total, 36 suspeitos foram presos e apenas um continua foragido. Veja quem são todos os alvos.

A PF aponta um esquema de fraude na produção e comercialização de carne. Além de corrupção envolvendo fiscais do Ministério da Agricultura e produtores, a investigação encontrou indícios de adulteração de produtos e venda de carne vencida e estragada. Das 21 fábricas investigadas, 18 ficam no Paraná.

Há ainda a suspeita de que partidos políticos tenham sido beneficiados com o pagamento de propina.

Em vistoria, ROTAM acha revólver em carro de prefeito interino de Nova Laranjeiras



No fim da noite desta terça dia 21, a equipe da ROTAM de Laranjeiras do Sul, realizava averiguações em veículos e revistas em pessoas no interior do Município de Nova Laranjeiras.

Na estrada Rural Joao Wolff, que liga a sede do município as comunidades de Guarai, Prata e Paiquere, foram vistoriados vários veículos.

Em um deles estava o prefeito interino Altamiro Scheffer. Após busca no interior do veículo que ele conduzia foi encontrado um revólver calibre 38.

Foi dado voz de prisão e o conduzido a 2ª SDP para os procedimentos cabíveis.

Fonte: portalcantu.com.br

CAD PARTICIPA DO MEDIA TRAINING DA LIGA NACIONAL DE FUTSAL 2017



Foi realizado na última segunda,20 de março em São Paulo o Media Training da Liga Nacional de Futsal 2017.

Estiveram presentes os assessores de imprensa dos clubes, representantes da Sportv ( canal oficial da competição) e os responsáveis pelo marketing da Liga.

Pela manhã foram mostrados os resultados, da LNF 2016, houve um grande avanço multiplicando os resultados de curtidas e seguidores das redes sociais da competição, com isso as marca e patrocinadores dos clubes tiveram uma excelente visibilidade.

Na sequência O senhor André da Sportv, fez uma explanação do sucesso que foi a competição ano passado, e das estratégias para o ano de 2017, sempre com o objetivo de alavancar cada vez mais a LNF e estreitar as relações clubes e Sportv aumentando a visibilidade dos mesmos tornando cada vez mais atrativa a Liga.

Na segunda parte o representante da ByBR, empresa de tecnologia responsável pelo site da LNF e sistema de scout, explicou o funcionamento do site e o quanto os clubes podem explorar o espaço para divulgação. Foi um treinamento muito bom, pois as orientações que tivemos só vem somar e melhorar a divulgação do nosso Clube , patrocinadores e torcedores os mantenedores do nosso projeto finalizou o Senhor Jocemar de Prêncio o “Japa”. Assessor de Imprensa do Cad.


ASSESSORIA CAD/ FOTO LNF