quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Quadrilha é surpreendida ao tentar roubar bancos e seis são mortos em confronto com a PM em Três Barras do Paraná, no Oeste estado


A Polícia Militar frustrou uma tentativa de roubo a duas agências bancárias na cidade de Três Barras do Paraná, na madrugada desta quinta-feira (04/11), e apreendeu sete armas de grosso calibre, munições e diversos equipamentos especiais. Cinco homens reagiram à abordagem da PM e, após o confronto armado, entraram em óbito no local. Um sexto integrante ficou ferido, foi encaminhado a um hospital da região, mas também morreu. Pelo menos um dos homens estava com explosivos no próprio corpo; Nos veículos também foi encontrado este tipo de material.

A resposta da PM à ação criminosa se deu por meio de uma operação de inteligência que envolveu unidades da Corporação da região e de Curitiba. Informações preliminares apontam que o grupo criminoso chegou à cidade durante a madrugada e bloqueou todas as rodovias que dão acesso ao município e, em seguida, iniciou, simultaneamente, ataques às duas agências bancárias.

Segundo as informações do 6º Batalhão, os criminosos estavam divididos em dois grupos, sendo quatro em um veículo Honda/HRV roubado, os quais atacaram a primeira agência com diversos disparos. A menos de 700 metros de distância, o outro grupo investiu contra o segundo banco, na qual foi utilizado um veículo Renault/Fluence, carregado com explosivos.

As equipes policiais, que já estavam na cidade e sabiam dos planos do grupo, reagiram e houve confronto armado com os homens. Um deles estava com explosivos no corpo e no momento do confronto houve o acionamento do material. Cinco acabaram em óbito no local e o sexto foi socorrido, mas morreu na sequência. A Polícia Militar ainda está na busca dos outros dois integrantes do grupo.

Durante uma coletiva de imprensa na cidade, o Comandante-Geral da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira, que pessoalmente juntou-se às equipes na busca pelos marginais, destacou a bravura dos policiais militares ao enfrentarem o grupo fortemente armado. “O recado foi dado à criminalidade por meio da atuação da PM. Graças à atitude da Inteligência, que agiu de forma pontual e cirúrgica, e também ao profissionalismo de todos os policiais militares envolvidos na operação, foi possível evitar maiores danos ao patrimônio público, privado e preservar os cidadãos de Três Barras do Paraná”, disse.

INVESTIGAÇÃO - Ainda segundo o coronel Hudson, a Polícia Militar, através dos órgãos de Inteligência da Corporação, vem monitorando esse grupo desde julho deste ano. “Esses mesmos criminosos roubaram bancos por duas vezes em Campo Bonito, além de São Carlos do Ivaí e Mariluz. Após essas situações, foi iniciado um trabalho em conjunto com vários setores da Polícia Militar e houve o monitoramento desses alvos. Nossas equipes já estavam há uma semana na região acompanhando de forma velada a movimentação dos autores”, explicou.

No total, foram apreendidos três fuzis, sendo dois 556 e um AK 47, duas armas de calibre .12, duas pistolas, coletes balísticos, diversos carregadores municiados e um carregador caracol com capacidade para 100 munições.

A operação da Polícia Militar contou com equipes do Centro de Inteligência da Corporação, das Agências Regionais de Inteligência do 3º e 5º Comandos Regionais da PM e das Agências Locais de Inteligência do 8º, 6º, 21º Batalhões da PM, da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (9ªCIPM) e do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON). Participaram da abordagem as equipes do Comando e Operações Especiais (COE), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Pelotão de Choque do 6º BPM, BPFRON e ROTAM do 21º BPM.

Fonte: PMPR


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade