sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Grave acidente mata três pessoas em Mangueirinha


Socorristas do SAMU de Coronel Vivida e Mangueirinha e Corpo de Bombeiros de Coronel Vivida atenderam gravíssimo acidente na rodovia PR 281 que vai a Mangueirinha.

O acidente envolveu uma caminhoneta Frontier, placa de Mangueirinha, e um caminhão caçamba MB 2428, placa de Chopinzinho.

Foi um choque frontal, numa curva. A caminhonete ia a Mangueirinha (voltavam de Pato Branco) e o caminhão fazia o trajeto contrário.

Uma mulher e duas crianças (um menino e uma menina) que estavam na Frontier, morreram na hora. O motorista Evaldo Zanatta, de 35 anos, e a mulher dele, Daiane Castanhs Zanatta, sofreu diversas fraturas em membros inferiores e superiores e foram socorridos a UPA de Coronel Vivida.

O motorista do caminhão, Alecson Oliveira, 39 anos, não se feriu. Mas o caroneiro, Adegir Piacentini, 50 anos, saiu machucado, também com fraturas e também foi transportado a UPA.

A identidade das vítimas que morreram só após a chegada da perícia e do IML, mas são todas de Manguerinha.


Morte de Marcos Panizzon, causa comoção nas redes sociais em Guarapuava


A morte de Marcos Panizzon, de 32 anos, na tarde desta sexta feira (18 de janeiro), causou comoção nas redes sociais. Ele era bastante conhecido no meio esportivo de Guarapuava, jogava futebol amador nos times da cidade.

De acordo com informações de amigos e conhecidos, Marcos estava com depressão e também com uma doença, que não foi divulgada.

Em uma rede social Marcos deixou uma carta de despedida. Vários amigos deixaram mensagens de despedia.

O corpo de Marcos Panizzon , será velado na casa de seus familiares, no bairro Boqueirão.

Fonte: GRmais 


PRF atende acidente com ônibus em Imbituva


Em Imbituva-PR, no km 229 da BR-373, por volta das 14:00h do dia 18/01/2019, a PRF atendeu um acidente do tipo colisão transversal entre uma carreta carregada com areia e um ônibus. 
O veículo de transporte de passageiros pertence à Prefeitura Municipal de Guamiranga-PR e retornava da cidade de Irati-PR onde havia levado pacientes para consulta médica. Ao cruzar a BR-373 no Trevo da Localidade de Mato Branco, o ônibus obstruiu a passagem da carreta com placas de Ponta Grossa-PR. 

Após a colisão transversal a carreta tombou sobre a pista derramando a carga de areia nas duas faixas de rolamento. O ônibus tombou sobre o canteiro lateral. Dos oito ocupantes do ônibus, cinco foram encaminhados para hospitais de Imbituva-PR e Irati-PR. Não há feridos graves. O motorista do ônibus sofreu apenas escoriações e o condutor do caminhão não se feriu. 

A pista permaneceu interditada mas o trânsito fluiu normalmente pelas marginais do Trevo. Houve congestionamento em virtude da obra de recuperação do pavimento que estava sendo realizada nas imediações.

Informações e Imagens BDCom PRF - 3° Del.

Polícia Militar Rodoviária Estadual divulga comparativo estatístico de 2017 e 2018


A 5ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, com sede em Ponta Grossa, realiza o atendimento da malha viária estadual correspondente a 43 municípios do centro sul do Paraná, totalizando 2.207,60 quilômetros de rodovias.

Nesta data realiza a divulgação dos resultados alcançados no ano de 2018.

Muito trabalho e empenho das equipes policiais rodoviárias efetivaram uma diminuição de 5,49% no número de acidentes, assim como possibilitaram uma redução de 10,78% nas mortes e de 17,88% no número de pessoas feridas nas rodovias estaduais.

O objetivo da Polícia Rodoviária Militar Estadual é sempre reduzir mais e mais esses números, principalmente os óbitos, contudo, o demonstrativo acima é motivo de comemoração, tendo em vista o aumento da frota de veículos e do fluxo destes nas rodovias estaduais.

Além disso, observamos um aumento considerável, no patamar de 20,11%, de imagens de radar, situação que demonstra a grande fiscalização, mas que, também, demonstra o excesso de velocidade empregada pelos condutores, fator que aumenta a probabilidade de acidentes quando unido com outras circunstâncias.

A Polícia Militar Rodoviária Estadual permanece atenta e trabalhando diariamente e de forma ininterrupta. Os usuários que notarem qualquer tipo de irregularidade ou estiverem em situação de emergência podem entrar em contato por meio do telefone 198.

BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA

Vida, Nosso Maior Patrimônio!


Chuvas alteram qualidade da água em um ponto do Litoral

O quinto boletim de balneabilidade desta temporada, divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) nesta sexta-feira (18), mostra um novo ponto impróprio para banho no Litoral. Além da Ponta da Pita, em Antonina, que já vem apresentando concentração de esgoto clandestino, um outro ponto que não está recomendado para banho, de acordo com as análises desta semana, fica na Praia Brava de Caiobá, na altura da Rua Alvorada. As chuvas podem ter causado a alteração.
Os demais locais analisados estão próprios. Ao todo, são monitorados semanalmente 49 pontos na região – 13 em Guaratuba, 14 em Matinhos, 11 em Pontal do Paraná, seis na Ilha do Mel, três em Morretes e dois em Antonina. No Interior, os 17 pontos continuam recomendados para banho.
Segundo a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP, Ivonete Coelho da Silva Chaves, as chuvas que ocorreram nos últimos dias podem ser o motivo do ponto na Praia Brava, em Caiobá, estar impróprio. “As fossas sépticas podem transbordar com o volume de chuva e irem para as galerias de águas pluviais”, explica a diretora. “O solo fica muito encharcado e não absorve a água direito”, continua.
IMPRÓPRIOS - Além dos 49 locais monitorados semanalmente no Litoral, o boletim aponta dez rios, canais e galerias considerados permanentemente impróprios para banho, independentemente da época do ano. No boletim eles estão destacados em letras maiúsculas. “Estes pontos se tornam impróprios por conta do lançamento clandestino de esgoto sanitário”, explica a diretora.
INTERIOR – O monitoramento em 17 pontos de praias artificiais e represas na Costa Oeste e Norte do Paraná mostra que todos continuam próprios para banho. A avaliação acontece nas cidades de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Missal, Santa Helena, Entre Rios do Oeste, Marechal Cândido Rondon e em Primeiro de Maio.
SINALIZAÇÃO – O veranista pode se orientar de acordo com as bandeiras na orla das praias, nos rios e nos reservatórios, que indicam se os locais estão próprios ou impróprios para banho. As bandeiras são alteradas pelos bombeiros toda sexta-feira, no período da manhã, se for necessário.
A sinalização aponta a condição da água a 100 metros à direita e à esquerda de cada bandeira. A cor vermelha indica que a água não é recomendada e a azul que a região está própria para banho.
DIVULGAÇÃO - Os boletins são divulgados todas as sextas-feiras, durante a temporada de verão e podem ser acessados pela população nos sites do IAP e da Operação Verão.

Sicredi atinge marca de 4 milhões de associados

Com este marco, instituição financeira cooperativa pioneira no Brasil contribui para a expansão do cooperativismo de crédito no País

O Sicredi começou o ano com uma boa notícia. A instituição financeira cooperativa ultrapassou os 4 milhões de associados neste mês. Eles estão distribuídos em 22 estados brasileiros e no Distrito Federal. Esta marca representa um crescimento de 37% da base de associados nos últimos cinco anos.

Um dos diferenciais do Sicredi é o modelo de gestão que valoriza a participação igualitária e colaborativa dos associados, ou seja, são eles que votam e decidem os rumos das 115 cooperativas de crédito filiadas ao Sicredi. “A instituição comemora quatro milhões de pessoas que, por meio do Sicredi, aderiram ao cooperativismo de crédito. É a nossa contribuição para o crescimento do segmento e reflexo do nosso empenho de ser simples, próximo e ativo em relação aos nossos associados”, declara João Tavares, presidente executivo do Sicredi.

As raízes do Sicredi estão no surgimento do cooperativismo de crédito no Brasil, em 1902, à época uma forma de organização coletiva de pequenos agricultores no Sul do País. Pioneiro neste segmento no País e referência nacional e internacional pela organização em Sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicredi atua em 1.263 cidades, sendo que em 200 delas é a única instituição financeira presente.

“Nos últimos anos, o cooperativismo de crédito tem apresentando um crescimento importante no Brasil. Apesar disso, se compararmos com outros países onde o cooperativismo de crédito tem mais representatividade no sistema financeiro, como na Alemanha, França e Irlanda, por exemplo, temos muitas oportunidades para crescer ainda mais”, comenta Tavares.

A participação das cooperativas de crédito no Sistema Financeiro Nacional (SFN) tem registrado um constante incremento no País. Segundo o Panorama do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo 2017, divulgado pelo Banco Central (BC), o segmento passa por um processo de consolidação. Em dezembro de 2017, o estudo aponta um total de 9,6 milhões de associados no Brasil, crescimento de 8% em relação a dezembro de 2016, e a existência de 967 cooperativas de crédito singulares distribuídas pelo País, que contam hoje com 5.896 agências.

“Como uma das maiores instituições financeiras cooperativas brasileiras, acreditamos no potencial de crescimento do cooperativismo de crédito no Brasil e investimos na ampliação da atuação nacional, mediante a abertura de agências em grandes centros e expansão para estados das regiões Norte e Nordeste, no estado de Minas Gerais e no Distrito Federal. Além dessa expansão, mantemos a atuação em pequenos municípios e investimos continuamente em tecnologia, visando oferecer aos já associados produtos e serviços também em ambientes digitais, além de atrair novos associados”, afirma o presidente da SicrediPar, Manfred Alfonso Dasenbrock.

Nesse sentido, o Sicredi está contemplando um processo de modernização cujo objetivo é proporcionar uma vivência cada vez mais “Fisital”, uma troca de experiências do mundo físico para o digital e vice-versa. Ou seja, usar a tecnologia para ampliar o contato com as pessoas.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br)

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.


Michael Bueno
Comunicação e Marketing

Sicredi Planalto das Águas PR/SP
Superintendência Regional - Guarapuava / PR

Ratinho Junior devolve avião alugado que era usado pelo governo



O governador Carlos Massa Ratinho Junior formalizou nesta quinta-feira (17) a devolução do jato que ficava à disposição do Governo do Estado, baseado em um hangar no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba. O encerramento do contrato de aluguel do avião vai gerar uma economia de R$ 4,5 milhões por ano aos cofres públicos. No mesmo ato, o governador determinou a revogação do pregão nº 1643/17, que abria margem para uma nova contratação com esse mesmo objeto.

A entrega da aeronave atende a política de austeridade do Governo do Estado o e compromisso com a redução de despesas e fim das mordomias, afirmou Ratinho Junior. “É um compromisso com os paranaenses, que faz parte de um pacote de medidas de redução de custos e despesas que não são essenciais para o atendimento da população”, disse o governador. “Estamos devolvendo a aeronave para acabar com as mordomias que vem ao longo de décadas. A população não admite mais isso.”

Entre as medidas já adotadas estão a diminuição no número de secretarias e autarquias estaduais, congelamento do salário do primeiro escalão e a revisão de contratos. “Essas medidas dependem de um planejamento e muitas delas já estão sendo efetivadas. Temos um pacote para os primeiros 100 dias de governo para ajustar a máquina pública, priorizando aquilo que é essencial para prestar um bom serviço à população”, disse.

PARA A SAÚDE – O dinheiro economizado será repassado ao atendimento emergencial em saúde. Nos próximos meses, a Secretaria de Saúde vai ganhar um helicóptero para transporte de urgência, que poderá operar de dia ou de noite. Além disso, outro helicóptero, que também era de uso exclusivo do governador, já está sendo utilizado para operações de resgate e ações da Defesa Civil.

“O Governo do Estado já tem uma rede de helicópteros que atende a área da saúde, resgate e da segurança pública. Esta outra aeronave era apenas para atender o governador. Estamos mudando esta regra para disponibilizar a aeronave para atender acidentes, a área da saúde e o apoio à Polícia Militar”, explicou Ratinho Junior.

De acordo com o subchefe do Gabinete Militar da Governadoria, major Sérgio Vieira, o helicóptero já está atuando no Litoral do Estado, dando suporte à Operação Verão. “Já no primeiro dia do ano esse helicóptero atuou no transporte aeromédico, apoiando o Batalhão de Operações Aéreas. Deu apoio ao município de Guaraqueçaba, atingido por uma enchente e deu apoio à Polícia Militar e a Polícia Civil na Operação Verão”, contou.

CONTRATO - O contrato entre a empresa Helisul e o Governo do Estado do Paraná durou mais de cinco anos e previa a disponibilidade de uma aeronave de asas fixas a jato em um hangar no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba.

O chefe da Casa Civil, Guto Silva; e os secretários da Comunicação e Cultura, Hudson José; e do Desenvolvimento Ambiental e Turismo, Marcio Nunes, acompanharam a entrega da aeronave.

Fonte: AEN

Veado aparece em oficina e Polícia Ambiental é acionada



Um animal silvestre apareceu em uma oficina mecânica em Santa Tereza do Oeste, nesta manhã.

O bicho teria invadido o estabelecimento e, então, a Polícia Ambiental precisou ser acionada.

A empresa fica perto do Parque Nacional do Iguaçu.

Os policiais fizeram a captura do bicho e o soltaram novamente em seu habitat natural.

Segundo a Polícia Ambiental, trata-se de um veado mateiro conhecido por veado pardo.

Fonte: CGN

Quedas - Família faz campanha para pagar tratamento de doença rara em Alexia


A cidade de Quedas do Iguaçu se une numa corrente do bem e criou a campanha ajude “ALEXIA comprar seu medicamento”, e vem ganhando repercussão nas redes sociais, nas ruas de Quedas do Iguaçu e nas cidades vizinhas.

Alexia é uma criança 1 ano e 4 meses e foi diagnosticada com atrofia muscular espinhal (AME). Ela precisa de um medicamento chamado SPINRAZA que custa, R$372 mil cada dose e ela precisa de 6 doses do medicamento.

De acordo com o pai de Alexia, Alex Rodrigues da Silva e a mãe Elenara Benedetti, eles estão em busca do direito a vida da nossa filha que luta bravamente contra uma doença que vai matando aos poucos. “Uma doença rara e pouco conhecida, mas que tira a vida de nossos filhos de forma tão rápida e sem esperança. O tratamento custa milhões. Estamos lutando na justiça pelo medicamento que já foi negado uma vez, recorremos e acho que a resposta não será diferente. Então começamos a luta para arrecadar o valor e comprar o medicamento. Já tivemos algumas doações que foram usadas para pagar fisioterapeuta, fono, colete e órteses, entre outros itens”, afirma a família. O valor arrecadado até o momento é de R$ 129.389,90

A família de Alexia vem lutando contra o tempo, e o quanto antes ela receber o tratamento mais chances de cura ela tem. “Estamos muito otimista, e temos uma certeza do coração de que vai dar tudo certo. Por trás da nossa campanha, as pessoas estão orando, mandando boas energias, cada um da sua forma, e tenho certeza de que tudo vai se sair bem”, afirma a família.

CONTA PARA DEPÓSITO:

BANCO DO BRASIL
AGÊNCIA: 0531-2
VARIAÇÃO: 51
CONTA POUPANÇA: 139.966-7
ALEXIA BENEDETTI DA SILVA


“A sua ajuda vai fazer a diferença na vida da Alexia”. 

Fonte: Portal Cantu e jornal Correio do Povo

Homem é preso com duas espingardas no Guairacá


No dia 17 jan. 19, às 12h40min, após receber informações do serviço reservado da PM, que na área rural do Distrito do Guairacá em Guarapuava-PR, estaria homiziado um masculino, 23 anos o qual teria um mandado de prisão em seu desfavor e estaria em posse de armas de fogo. No momento em que as equipes se aproximavam para apurar tal informação, o denunciado ao avistar a viatura policial tentou se evadir a pé, porém, não obteve êxito, sendo abordado a uma distância de 100m de sua residência e ainda relatou que teria duas espingardas calibre 32 em seu quarto.

Realizado busca domiciliar e encontrado as armas e também foi localizado 23 espoletas, 2 tubos de pólvora negra, 4 tubos de chumbo de vários tamanhos, 1 cartucho deflagrado no calibre 32 e um cartucho deflagrado no cal 16. Com base nos fatos, foi dada voz de prisão e encaminhado juntamente com o material apreendido para 14ª SDP.

Fonte: 16º BPM

Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos


O cantor sertanejo Marciano, que marcou história da música sertaneja formando a dupla João Mineiro e Maricano, morreu aos 67 anos. A informação foi confirmada na rede social do cantor.

"É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano, o Inimitável. Em breve, divulgaremos mais informações. Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família".

O cantor, que nos últimos anos usava o título de “O Inimitável”, iniciou a carreira na década de 1970 ao lado de João Mineiro. Juntos, marcaram a história da música sertaneja com hits como “Ainda Ontem Chorei De Saudade”, “Se eu não puder te esquecer”, entre outras.

Após a morte de João Mineiro, em 2012, Marciano iniciou um projeto ao lado de Milionário (ex-dupla de José Rico, que morreu em 2015).

Fonte: G1

Motorista de Irati fica ferido em acidente na BR-373 em Candói



Um motorista foi resgatado das ferragens após acidente na BR-373, em Candói, no início da tarde de quinta-feira, 17. A vítima conduzia um caminhão Volvo, com placas de Irati, que estava atrelado a uma semirreboque. O veículo saiu da pista no km 424 + 700 metros.

O caminhão transportava 30 vigas de concreto, totalizando aproximadamente 30 toneladas. Com o impacto, houve derramamento da carga.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo apresentou problemas no sistema de freios em um trecho em declive. Por isso, o condutor, de 31 anos, decidiu movimentar o caminhão para fora da pista para evitar um acidente mais grave, conforme os policiais.

O veículo saiu da pista e colidiu num barranco. Conforme a PRF, o caminhão estava com número insuficiente de amarrações. Havia somente três cintas têxteis, com capacidade de cinco toneladas cada. Segundo os policiais, a resolução 552/15 estabelece que a capacidade total das cintas seja no mínimo duas vezes o peso da carga.

A carga atingiu a cabine e destruiu esse compartimento do caminhão. O motorista permaneceu encarcerado até ser resgatado pela equipe de socorristas do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Candói. O condutor foi encaminhado ao hospital Santa Clara, com ferimentos graves, mas sem risco à vida.

Fonte: www.radionajua.com.br

Ônibus de turismo com 36 passageiros tomba e deixa vários feridos



Um ônibus de turismo tombou na tarde desta quinta-feira (17), no quilômetro 313 da Rodovia Castello Branco (SP-280), em Santa Cruz do Rio Pardo (SP).

De acordo com a concessionária que administra o trecho, 36 passageiros estavam no veículo, que saiu de São Paulo e seguia com destino ao Paraná.

Segundo relatos de testemunhas, o pneu do ônibus teria estourado, fazendo com que o motorista perdesse o controle e caísse com o veículo na canaleta da pista. Os passageiros dormiam no momento do acidente e acordaram assutados.

Viaturas do Samu, do Corpo de Bombeiros e da concessionária foram até o local para atender às vítimas – algumas receberam ajuda médica no acostamento da rodovia.

Segundo o Corpo de Bombeiros, dos 36 sacoleiros que estavam no ônibus, 20 pessoas com ferimentos leves e outras duas em estado grave foram levadas para hospitais de Santa Cruz do Rio Pardo e Avaré. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

Logo após o acidente e antes de o socorro chegar, motoristas que passavam pelo local registraram imagens dos sacoleiros tentando sair do ônibus já tombado. Alguns foram atendidos no acostamento pelos colegas.

Malas e objetos pessoais ficaram espalhados pelo canteiro central da Castello Branco. Funcionários de um posto de combustíveis levaram água e comida para os que estavam no ônibus e permaneceram no local do acidente.