sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Turvo - Boletim Oficial Covid-19



Grávida que estava desaparecida é encontrada morta e sem o bebê em SC



A mulher grávida de 36 semanas que estava desaparecida desde a quinta-feira (27) foi encontrada morta nesta sexta (28) em uma cerâmica de Canelinha, na Grande Florianópolis.

Duas pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com o crime. Segundo a Polícia Civil, uma delas é a amiga da vítima e o companheiro da amiga.

De acordo com o delegado Paulo Alexandre Freyesleben e Silva, a vítima teve o ventre aberto e já não estava com o bebê quando o corpo foi encontrado. Horas depois do crime, a amiga da vítima teria ido ao hospital de Canelinha apresentando a criança alegando que teve um parto espontâneo com a ajuda de terceiros.

A equipe médica constatou que não havia indícios de parto recente na paciente e encaminhou a criança ao hospital infantil de Florianópolis, pelo fato de que a criança apresentava cortes pelo corpo.

O companheiro da amiga da vítima foi detido na manhã desta sexta-feira no hospital da Capital. Já a mulher que também teria envolvimento com o caso foi detida em Canelinha.

Os suspeitos foram levados à Delegacia de Polícia Civil de Tijucas, onde vão prestar depoimento e devem ficar detidos.

A mulher grávida teria saído de casa na tarde de quinta-feira para ir a um chá de bebê surpresa. Ela teria saído de casa de carona com uma amiga, mas desde então não foi mais vista.


Por Jean Laurindo/NSC

MPPR denuncia perseguidor da ex-mulher que divulgou imagens íntimas dela a terceiros por não aceitar fim do relacionamento


Em Paranaguá, Litoral do estado, o Ministério Público do Paraná, a partir da 6ª Promotoria de Justiça da comarca, denunciou um homem em mais um caso de violência contra a mulher – entre os crimes praticados está o de divulgação de cenas íntimas dela, com o fim de vingança e humilhação. Ele foi preso preventivamente, a partir de representação da autoridade policial, e se encontra detido na Cadeia Pública da cidade.

Conforme relata a Promotoria na denúncia, inconformado com o fim do relacionamento (união estável), a partir de fevereiro deste ano o réu vinha praticando diversos crimes contra a ex-mulher, muitos registrados em mensagens de celular. Além de divulgar a terceiros em aplicativo de mensagens cenas de sexo e nudez dela e de mandar textos e áudios para a vítima com ofensas e ameaças de agressão e morte, o acusado, que desde a separação do casal passou a persegui-la e abordá-la de forma insistente e obsessiva, descumpriu, no início deste mês, medidas protetivas de urgência que o proibiam de se aproximar e manter contato com ela – chegou a ir ao trabalho da ex-convivente para ameaçá-la, dizendo, entre outras impropriedades, que desfiguraria o rosto dela, que a mataria e faria sua “mãe e irmã chorarem”.

As penas máximas somadas dos delitos de perturbação da tranquilidade e ameaça continuados, divulgação de cena de sexo ou pornografia com o fim de vingança e humilhação e descumprimento de medidas protetivas de urgência (por duas vezes), passam de 10 anos de prisão.

Fonte: MPPR

Retorno presencial das aulas só após redução efetiva da Covid-19


Mesmo com um indicativo da estabilização do número de casos e óbitos, a Secretaria de Estado da Saúde não validou o retorno das aulas presencias no Paraná. A medida também está amparada no decreto número 4.230/2020, assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior em março e que prevê a suspensão das aulas na rede pública e privada.

“Ainda não podemos voltar às aulas. Tenho percebido pelo Estado alguns movimentos de instituições querendo este retorno presencialmente. Voltamos a defender que não há possibilidade. Os números ainda são altos”, afirmou o secretário Beto Preto.

O Governo do Estado formalizou um comitê com a presença de diversas secretarias e está analisando a metodologia quando o retorno for possível, desde que com segurança para alunos, professores e funcionários.

“Não temos como falar em data. O Governo tem discutido métodos para quando houver a possibilidade de retomada. Enquanto as curvas de casos novos e óbitos não estiverem em queda sustentada, não há previsão”, frisou o secretário.

AVALIAÇÃO - O decreto estadual suspendeu as aulas nas escolas estaduais públicas e privadas, nas universidades e entidades conveniadas desde o dia 20 de março. A medida também auxiliou em boa parte nos índices de isolamento domiciliar e distanciamento social.

“Temos avaliado diariamente o cenário. E podemos dizer, com muita segurança, que ainda não temos possibilidade de colocarmos os alunos em sala, os professores e equipes das escolas nesta convivência pessoal, porque precisamos de uma queda efetiva da curva”, ressaltou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria da Saúde, Maria Goretti David Lopes.

NÚMEROS - O Paraná já contabilizou 125.601 casos da Covid-19 e 3.155 mortes, em 398 municípios, ou seja, com a circulação do vírus em 99% das localidades do Estado. Nesta sexta-feira (28) foi divulgado o maior número de infectados em apenas um dia, com 2.886 confirmações e 41 óbitos.

Fonte: AEN

Neste sábado tem Feijoada no Mercado Viana e no Restaurante Ás de Ouro


Neste sábado tem a tradicional Feijoada no Mercado Viana na Avenida 15 de Novembro, em frente ao Ginásio Esporte, e também no Restaurante Ás de Ouro, na entrada da Ibema.

Feijoada simples e Feijoada completa, a partir das 11h30.


Safra de verão deverá chegar a 24,3 milhões de toneladas


Na primeira avaliação da safra de verão 2020/21, que começa a ser plantada em todo o Paraná, o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, estima um volume de 24,3 milhões de toneladas de grãos, numa área de seis milhões de hectares, a maior ocupada até agora no Estado. São 65 mil hectares a mais do que a safra anterior, que serão basicamente ocupados pela soja.

Segundo o Deral, cerca de 98% da produção estimada será soja e milho, com predomínio da soja, cujo desempenho está difícil de ser superado. A saca de soja está sendo negociada por um valor superior a R$ 100,00, o que faz os produtores optarem pelo grão.

A safra de grãos 19/20, que está na reta final, abrange a safra de verão, a segunda safra e a safra de inverno. Ela poderá ser 14% maior em relação ao período anterior (2018/19), turbinada pelos elevados níveis de produtividade da soja, milho, feijão e trigo e deve chegar a 41 milhões de toneladas. A produção de trigo pode apresentar um recuo por causa de seca e geada recente, mas ainda assim será uma das melhores safras dos últimos anos.

A estimativa de produção da safra de verão é um pouco menor, em torno de 2%, na comparação com a safra anterior que totalizou 24,7 milhões de toneladas no mesmo período. A produtividade da safra que está sendo encerrada foi muito alta.

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, disse que o cenário agrícola no Paraná é bom tanto para a atual safra, que está sendo finalizada, como para a próxima que começa a ser plantada. “Os produtores estão colhendo a safra 19/20 com um ambiente econômico razoável para os preços, estimulando-os a vender antecipadamente, como no caso da soja e milho. Esses grãos estão com preço em patamar elevado que cobre qualquer custo de produção”.

Ele afirmou que houve um avanço importante do milho safrinha, cuja redução foi menor do que se esperava por causa da seca e houve uma recomposição com o avanço da colheita. E a safra de inverno, na sua avaliação, com a expectativa de colher um total de 4,25 milhões de toneladas, também é boa. Destacou o desempenho do trigo que desponta como satisfatório, apesar de perdas em algumas regiões.

Para a nova safra 20/21, Ortigara enfatizou o pequeno aumento de área plantada, prevendo que o cultivo de grãos deverá avançar em áreas de pastagens no arenito e pequena redução no plantio de feijão. As demais culturas mantêm a área de plantio estabilizada, ressaltou o secretário.

Para o diretor do Deral, Salatiel Turra, os produtores paranaenses vêm obtendo excelentes níveis de produção graças ao pacote tecnológico utilizado e ao manejo adequado dos solos, refletindo uma preocupação em garantir ganhos em produtividade mesmo em situações adversas como ocorreu este ano, onde houve uma estiagem severa. “Com isso, os produtores estão conseguindo assegurar seu lucro e sua renda”, acrescentou.

SAFRA 2020/21

SOJA - Segundo o Deral, na safra 20/21 o plantio de soja deverá ocupar quase a totalidade da área agricultável do Paraná. Dos seis milhões de hectares agricultáveis no Estado 5,53 milhões de hectares serão ocupados pelo grão. Essa área será cerca de 1% maior em relação à que foi ocupada pela cultura no ano passado, o que demonstra que o plantio de soja é disparado a opção do produtor em busca de rentabilidade na propriedade. O acréscimo de área só não será maior porque não há mais terra agricultável no Estado, disse o economista Marcelo Garrido.

A produção esperada na safra 20/21 é de 20,4 milhões de toneladas, em torno de 1% inferior à produção da safra anterior que alcançou 20,66 milhões de toneladas, atingindo novo recorde de produção no Estado. Para essa estimativa foram considerados níveis de produtividade normais para a cultura.

Garrido explicou que a

Nota de Esclarecimento do Grupo Escoteiro ACAÉ de Turvo





Semirreboque furtado em Guarapuava é recuperado em Pitanga


Por volta das 12h15min do dia 27 de agosto de 2020, segundo o solicitante, 44 anos, o qual é proprietário de um Semirreboque Randon, teria sido objeto de furto, na cidade de Guarapuava. Teria recebido a informação que este veículo estaria no pátio do posto na Rodovia PR -466, Vila Pitanguinha. 

Ele foi até o local indicado e localizou o semirreboque. No local foi constatado o fato, sendo o senhor e a documentação do veículo foram conduzidos até a 45ª DRP para os devidos procedimentos cabíveis.

Fonte: PM

Turvense perde a vida em grave acidente na PRC-466



Por volta das 23h00 dessa quinta-feira (27), a Polícia Rodoviária atendeu um acidente do tipo colisão frontal, seguido de abalroamento longitudinal na PRC-466 km243+600m, no Distrito da Palmeirinha envolvendo um Honda Civic, uma Fiat/Strada e um GM/Corsa. 

Segundo informações, duas pessoas do veículo Civic ficaram feridas e foram encaminhadas para Hospital São Vicente de Paulo com ferimentos médios. 

Três pessoas que estavam no veículo Corsa sofreram ferimentos, e foram encaminhadas Para UPA Batel, com ferimentos leves. 

O veículo Fiat/Strada era conduzido por Teodozio MoteKa, de 59 anos, junto com ele estava seu filho, eles foram encaminhados para Hospital Santa Tereza com ferimentos, mas infelizmente o senhor Teodozio Moteka entrou em óbito, ele era morador da localidade de Banhado Vermelho, interior de Turvo. O velório será em sua residência. 


Publicidade