quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Prefeito deixa o cargo para assumir vaga como médico concursado


O prefeito de Ivatuba, no norte do Paraná, Robson Ramos (PSD), deixou o cargo nesta quinta-feira (20) para assumir uma vaga como médico concursado em Japurá, no noroeste do estado. O vice-prefeito Sergio Santi (PSC) comandará o Executivo de Ivatuba até o fim deste ano.

"Sou médico de profissão. Entrei na política para ajudar o município. Fui reeleito, estou há sete anos e dois meses no cargo", afirma Ramos.

Ele conta que prestou o concurso público há cerca de três anos - antes da reeleição. "Sabia que uma hora iam me chamar. Como sou reeleito ia ter que decidir. É difícil, a gente pega carinho pelas pessoas, mas estudei pra isso [medicina]", explica.

Antes de ser eleito para o primeiro mandato, que começou em 2013, Ramos não era nem filiado a partido político. Ao deixar o cargo de prefeito, ele afirma que não deixará a política. "A gente nunca pode falar que vai abandonar a política", diz.

Além de estar próximo do fim do mandato, o médico explica que o período como prefeito do município de pouco mais de 3 mil habitantes também gerou desgastes.

"Muitas coisas na política não dependem de você, tudo é demorado, mais difícil. E hoje as pessoas estão menos pacientes com os políticos. Os honestos entram no mesmo balaio dos corruptos", aponta.

Outro fator que pesou para a decisão foi o financeiro. O salário do prefeito de Ivatuba é de cerca de R$ 12 mil. O cargo que ele vai assumir, de 40 horas semanais, deve render aproximadamente R$ 8 mil a mais.

"Queria agradecer a população por ter me confiado dois mandatos. Vou voltar pra vida médica, mas continuarei atendendo a população, agora de outra forma", afirma.

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário