quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Feriado da Proclamação da República terá policiamento reforçado pela Polícia Rodoviária em todo o estado


Durante o feriado prolongado de Proclamação da República, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) irá intensificar as ações nas rodovias estaduais do Paraná. A Operação começa às 14 horas de quinta-feira (14/11) e termina às 23h59 do domingo (17/11), em mais de 12 mil km de rodovias estaduais, com ênfase no Litoral, com a Pré-Operação Verão.

De acordo com o capitão Francis Pirog do BPRv, porta-voz da unidade, as operações acontecerão simultaneamente para que se possa garantir a segurança no trânsito rodoviário, a fluidez e o combate aos delitos de trânsito. “A “Pré-Operação Verão” será desencadeada nas rodovias estaduais que dão acesso ao Litoral Leste do estado e para isso será utilizado o efetivo administrativo da companhia e da sede do batalhão. Já a “Operação Proclamação da República” será desenvolvida nas outras regiões do estado”, disse o capitão Francis.

Entre as ações o BPRv vai intensificar as operações de fiscalização veicular, adotando medidas administrativas previstas em legislação, diante de irregularidades, vai fiscalizar a documentação pessoal dos motoristas e dos veículos, além de adotar medidas que poderão reduzir o número de acidentes, aumentando a segurança dos motoristas e usuários.

Para quem for pegar a estrada é importante cuidar da manutenção do veículo, sendo preciso verificar as condições mecânicas (freios, suspensão e pneus) para evitar problemas. Os motoristas também devem sempre portar os documentos do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de estarem em dia com o pagamento de tributos (IPVA, licenciamento e seguro obrigatório).

“Para que todos possam aproveitar o feriado e retornar em segurança para as suas casas, orientamos a sempre usar o cinto de segurança, não ultrapassar a velocidade da via e, se estiver chovendo, diminuir a velocidade e evitar, principalmente, as ultrapassagens irregulares que são as grandes causas de acidentes nas estradas”, concluiu o capitão Francis.

Fonte: PRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário