quinta-feira, 25 de maio de 2017

Vacinação contra a gripe é prorrogada até 9 de junho


A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. Crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde e professores em atividade terão mais duas semanas para se vacinar.

O Estado do Paraná já vacinou 80% do público prioritário para a vacina. O percentual equivale a 2,4 milhões de doses aplicadas. A meta para este ano é chegar a, pelo menos, 90%. A maior preocupação é com as crianças e gestantes, que foram os que menos buscaram as unidades de saúde para serem vacinados. Os índices estão em 62% e 64%, respectivamente.

De acordo com o coordenador estadual de imunização, João Luís Crivellaro, a procura pela vacina está mais baixa este ano. “Com as ótimas coberturas vacinais que o Paraná vem apresentando nos últimos anos, os casos e óbitos estão cada vez menores. Entretanto, as pessoas precisam continuar se vacinando para que esses números reduzam ainda mais”, enfatiza.

Crivellaro explica que a vacina demora de 10 a 15 dias para garantir imunidade, por isso a campanha é promovida antes da chegada do inverno. “A população deve ir até uma das 2,2 mil unidades de saúde o mais rápido possível para que quando as temperaturas caírem, eles já apresentem a proteção adequada”, comenta.

CASOS – Do início do ano até a última sexta-feira (19), o Paraná registrou 66 casos de gripe com dois óbitos. A maior parte causado pelo vírus Influenza A (H3) Sazonal, com 57 registros em 12 Regionais de Saúde. Também foram contabilizados oito casos de Influenza B e um caso de H1N1. Mais informações AQUI, clicando no link “Boletim da Gripe”.

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Exportações paranaenses de carnes aumentam em 15%



O Paraná aumentou em 15% as exportações de carnes no primeiro quadrimestre de 2017, puxadas pelos embarques de carne de frango e de suínos. Foram exportados US$ 944,97 milhões nos primeiros quatro meses desse ano, contra US$ 819,4 milhões no mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Secretaria do Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Os números referem-se a exportações de carne bovina, suína, de frango, de peru in natura e processada e carnes salgadas. 

O resultado positivo ocorreu apesar da Operação Carne Fraca, deflagrada em março pela Polícia Federal em vários Estados e que gerou restrições à importação da carne brasileira por alguns países. “O impacto da operação, que inicialmente provocou vários embargos contra a carne brasileira, acabou não se traduzindo em queda nas exportações no quadrimestre”, diz Júlio Suzuki Júnior, presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes).

MAIOR PRODUTOR - O Paraná é o maior produtor de carnes do País, com forte atuação na produção de frangos e suínos. “Um fator que contribuiu para o resultado é que a produção de carnes é dominada, no Estado, pelas cooperativas agropecuárias, com um sistema integrado entre produtor e as empresas”, diz o diretor presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Inácio Kroetz.

Nenhuma cooperativa do Estado foi citada na operação Carne Fraca. “Os problemas detectados na operação, que se concentraram no desvio de conduta entre fiscalizadores e fiscalizados, foram pontuais e não abalaram a credibilidade do Estado nas exportações”, diz.

De acordo com Kroetz, outro fator que impulsionou as vendas foi a queda nos preços do milho, usado como ração, que barateou os custos, deixando a carne paranaense mais competitiva no mercado internacional. 

Para Alexandre Monteiro, assessor técnico da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), é preciso, no entanto, cautela e esperar os próximos meses para medir o real impacto da operação Carne Fraca sobre o mercado da carne brasileira no exterior. “Ainda estamos vivendo os desdobramentos. Há uma pressão por queda de preços e precisamos ver como o mercado vai se recompor nos próximos meses”, diz. 

Leia mais sobre o desempenho dos segmentos de carne.


Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Homem mata mulher e depois comete suicídio em Dois Vizinhos



Um homicídio seguido de suicídio ocorreu, por volta das 6h40min desta quinta-feira (25), na Rua dos Girassóis, Bairro Jardim da Colina em Dois Vizinhos.

Segundo informações, João Paulo Ribeiro Vieira, de 62 anos, teve uma discussão com sua convivente, Cladir Fátima Polo Fabiane, 54 anos, que queria o fim do relacionamento. Eles estavam juntos há aproximadamente um ano.

Após a briga, João, conhecido como “Gaúcho”, desferiu várias facadas em Cladir que caiu na porta da casa. Em ato continuo, ele tentou degolar-se com a faca e como não conseguiu, foi até ao porão da uma residência vizinha que está abandonada e cometeu asfixia mecânica (enforcamento).

Cladir e sua filha gritaram por socorro diversas vezes, mas nenhum vizinho atendeu ao chamado.

Uma moradora das imediações ouviu os gritos da filha de Cladir e foi até a residência minutos após o crime, ao se deparar com a situação imediatamente acionou a Policia Militar que compareceu ao local e mobilizou Policia Civil e Instituto de Criminalistica. Após a perícia feita no local, os corpos foram encaminhados ao IML (Instituto Médico Legal) de Francisco Beltrão para os exames de praxe. 

A Policia Civil já deu inicio as investigações para conclusão do inquérito que vai apontar as causas da tragédia.


Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi

Engavetamento na BR-277 deixa mortos e bloqueia rodovia



Um acidente na tarde desta quinta-feira (25) deixou seis pessoas mortas na BR-277, em Balsa Nova. A situação, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ocorreu por volta das 14 horas, no quilômetro 124 da via, no sentido interior-Curitiba.

Três caminhões e quatro carros se envolveram em um engavetamento. Dos óbitos registrados, dois ocorreram com passageiros de um veículo Gol, dois num Escort SW e outros dois em uma Land Rover. Segundo a PRF, entre as seis vítimas, estavam uma criança e uma adolescente. Quatro feridos foram encaminhados para os hospitais do Rocio, em Campo Largo, e Cajuru.

O fluxo de veículos ficou bloqueado por quase cinco horas no sentido interior-Curitiba, o que gerou um congestionamento de 16 quilômetros a partir da Serra de São Luiz do Purunã. No início da noite, a CCR RodoNorte, concessionária que administra o trecho, liberou um pequeno desvio por uma estrada de terra e, em seguida, permitiu que os motoristas avançassem pelo acostamento. Às 19h40, porém, os veículos envolvidos no acidente foram totalmente retirados da pista e o tráfego foi liberado por completo na BR-277.

A demora na remoção dos veículos se deu porque uma das carretas envolvidas no acidente era um caminhão-tanque que, embora não estivesse transportando combustível no momento da colisão, exigia um processo de descontaminação para que pudesse ser retirado. Uma equipe especializada veio de Santa Catarina para fazer esse serviço.

De acordo com a PRF, a colisão ocorreu próximo a uma área com obras em andamento na rodovia. A região, no entanto, estava devidamente sinalizada. A suspeita é de que o motorista de um dos caminhões tenha sido o responsável pelo engavetamento. Aos policiais rodoviários, ele alegou ter ficado sem freios. Ele foi preso e encaminhado pela PRF à Delegacia de Campo Largo.

Fonte e fotos: www.gazetadopovo.com.br

Mais informações em seguida. 



Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/blogdoeloi


Estado chama crianças e gestantes para vacinação contra a gripe


Próximo ao fim da vacinação contra a gripe, o Paraná imunizou 78% do público-alvo. Foram 2,3 milhões de doses aplicadas desde o início da campanha, em 17 de abril. A vacina está disponível em mais de 2,2 mil unidades de saúde do Estado até esta sexta-feira (26). 

Dos 399 municípios do Estado, 108 já vacinaram mais de 90% da população estimada para a campanha e atingiram a meta estipulada para 2017. Até a manhã desta quarta-feira (24), o Paraná estava em segundo lugar do Brasil em porcentagem de vacinados. 

A maior preocupação, entretanto, refere-se às crianças e às gestantes, público que menos buscou as unidades de saúde para se vacinar – com 61% e 62%, respectivamente. “A vacina é segura e eficaz contra os quatro tipos de vírus da gripe mais circulantes. Ela reduz as complicações, as internações e as mortes pela doença. Precisamos bater a meta e imunizar o maior número possível de paranaenses”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

O público-alvo é composto por crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, pessoas com algumas doenças crônicas (mediante prescrição médica), profissionais da área de saúde, professores em atividade e população indígena.

DESTAQUE – As regionais de saúde de Jacarezinho (19ª Regional de Saúde), Francisco Beltrão (8ª RS) e Guarapuava (5ª RS) apresentam os melhores desempenhos do Estado, com 90%, 85% e 84% de vacinados. Os piores índices são das regionais de Paranaguá (1ª RS), com 63%, Foz do Iguaçu (9ª RS), com 66%, e Metropolitana de Curitiba (2ª RS), com 69%.

Piên (2ª RS), Fernandes Pinheiro (4ª RS), Capanema (8ª RS), Anahy (10ª RS), Catanduvas (10ª RS), Cruzeiro do Oeste (12ª RS), Atalaia (15ª RS), Floresta (15ª RS), Flórida (15ª RS), Lobato (15ª RS), Nossa Senhora das Graças (15ª RS), Novo Itacolomi (16ª RS), Pitangueiras (17ª RS) e Pinhalão (19ª RS) foram as cidades do Paraná que tiveram os melhores índices de cobertura vacinal até o momento.

APAE convida a todos sócios para Assembleia Ordinária de prestação de contas que será nesta sexta (26)



A APAE convida todos os seus associados e a comunidade em geral, para a Assembleia Ordinária que realizar-se no dia 26 de maio de 2017, às 19h00, na sede da APAE. A pauta da reunião será sobre Prestação de contas anual da Instituição. 
Desde já a diretoria agradece sua presença.

Presidente: Afonso Nelvir Oliveira Filho 

Turvo, 25 de Maio de 2017.

Pai e filha morrem em acidente na BR-277 em Laranjeiras do Sul


Um grave acidente agora pela manhã aconteceu na BR-277 no trevo de acesso a Cidade de Marquinho na cidade de Laranjeiras do Sul , a Moto placas AOB 6751 de Laranjeiras do Sul foi colhida frontalmente pela Carreta Scania placas de Foz do Iguaçu , ao tentar atravessar o trevo , segundo o motorista do caminhão o motociclista simplesmente atravessou na sua frente. 

Infelizmente neste acidente morreu no local o Senhor Sebastião Pereira de Meira (53 anos) e sua Filha Leidiane Ribeiro de Meira (22 anos) chegou a ser socorrida mas entrou em óbito dentro da ambulância do SAMU a caminho da Casa Hospitalar, ambos moradores do Bairro São Miguel em Laranjeiras do Sul e trabalhavam na empresa Globo AVES há 100 metros do acidente

A Polícia Rodoviária esteve no local atendendo a ocorrência. Os corpos foram encaminhados para o IML de Guarapuava.



Caminhão com placas de Turvo capota na Serra da Esperança e deixa dois feridos


Duas pessoas ficaram feridas em um capotamento de um caminhão na madrugada desta quinta feira (25) na BR 277, nas proximidades da Serra da Esperança, em Guarapuava.

O acidente foi registrado pelo Corpo de Bombeiros às 03h32 e envolveu um caminhão Ford Cargo, com placas de Turvo, conduzido por Alison Rodrigues dos Santos.

O condutor e o passageiro Joelson Ferreira Isidoro tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para atendimento médico na UPA do Batel, em Guarapuava.