quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

MPPR destaca que gestantes em situação de vulnerabilidade têm direito a atendimento de saúde e devem buscar rede de proteção à infância



Um bebê recém-nascido foi encontrado na madrugada desta quarta-feira, 6 de fevereiro, por uma equipe da Polícia Militar no Centro de Curitiba. A criança (uma menina) foi encaminhada para um hospital da capital, onde está internada. Localizada depois pela PM, a mãe também foi hospitalizada.

A promotora de Justiça Luciana Linero, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Criança e do Adolescente e da Educação, unidade do Ministério Público do Paraná, conta que é comum mulheres grávidas em estado de vulnerabilidade (como em situação de rua ou envolvidas com drogas) não procurarem atendimento de saúde durante a gestação. “Muitas têm medo de que a criança seja levada pela Justiça tão logo nasça, o que não acontece. Precisamos desmitificar essa situação. Essas mulheres têm direito a todo suporte na gravidez e atendimento depois, quando a criança nasce”, diz.

Rede – A promotora orienta que essas gestantes devem ser encaminhadas a um Conselho Tutelar ou a qualquer outro ponto da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente em suas cidades (unidades de saúde ou de serviço social), ao Ministério Público (nas Promotorias de Justiça) ou às Varas da Infância. “Em qualquer um desses equipamentos, a mulher poderá ser orientada para receber suporte. A intenção é proteger a mãe e a criança, buscando-se promover a integração da família”, afirma a promotora.

O caso da menina abandonada nesta semana em Curitiba será acompanhado por uma das Promotorias de Justiça da Infância e da Juventude da capital.

Adoção – Quando a mãe e o pai não têm a intenção de ficar com a criança, é possível entregar o bebê para adoção logo após o nascimento, conforme a Lei 13.509/2017 (Lei da Adoção). O processo é conduzido pelo Juizado da Infância e Juventude e é garantido o sigilo, ou seja, os pais não são expostos, nem a criança. Para isso, a questão também deve ser encaminhada a um dos pontos da Rede de Proteção (Conselho Tutelar, unidades de saúde e serviço social, Promotorias de Justiça).

Crime – O abandono do bebê configura crime de abandono de incapaz (artigo 133 do Código Penal), e os responsáveis respondem judicialmente por isso. A despeito da situação de vulnerabilidade de muitas mulheres (como no caso da menina em Curitiba), nas situações de abandono, geralmente, as mães são identificadas rapidamente e presas em flagrante. O abandono pode levar a detenção pelo período de seis meses a três anos. Quando o abandono provoca lesão corporal de natureza grave na criança, a pena aumenta: passa a reclusão de um a cinco anos. Em caso de morte, a reclusão será de quatro a doze anos.

Fonte: www.mppr.mp.br

VOLTA AS AULAS É NA MK MALHARIA DO VALTINHO



A MK Malharia preparou uma grande quantidade de uniformes escolares para a volta as aulas 2019, são calças, bermudas e camisetas de toda rede municipal de Turvo e da Escola Edite Cordeiro Marques, além de camisetas dos Colégios Estaduais Professor Luiz Andrade e Professores Edvaldo e Maria Janete, todos os tamanhos a pronta entrega.

A MK também fabrica os tradicionais conjuntos esportivos, camisetas promocionais e uniformes em geral para empresas, atendemos Turvo e mais de 10 cidades da região.

Convidamos você amigo cliente a conhecer nossa loja de variedades com muitos itens a preços super baixos, itens a partir de R$ 3,99.

Conheça a página da MK Malharia no Facebook clicando no link abaixo:

www.facebook.com/mkmalharia

Atendimento de segunda á sábado das 08h ás 17h.

Endereço: Avenida 12 de Maio, n° 1337, Vila Jaime – Turvo

Telefone WhatsApp 42 991358892


VÍDEO:




Prefeitura de Turvo realiza hoje (06) workshop para discutir projetos de desenvolvimento



A Prefeitura de Turvo realiza na noite desta quarta feira (06 de fevereiro) um workshop para discutir projetos de desenvolvimento e geração de emprego e renda no município. De acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Desenvolvimento, Cezar Machado, durante o evento será apresentado e discutido o diagnóstico econômico e serão realizados debates para o levantamento de prioridades e projetos a serem sugeridos pela população. “. “O prefeito Jeronimo do Rosário tem tratado a atração de novos investimentos e a geração de empregos como prioridade. Por isso, essa qualificação contribui para que o desenvolvimento empresarial ocorra de forma ordenada e planejada”, acrescentou Cezar.

O workshop é mais uma etapa do Plano Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), que está sendo executado no município através de uma parceria com a Agência Paraná de Desenvolvimento (APD).

O evento é uma promoção da Prefeitura, com apoio da Associação Comercial e Empresarial de Turvo, (ACET) e do Governo do Estado.

O workshop será realizado entre às 19h e 21h, nas dependências da Câmara de Vereadores e contará com a presença de representantes da Prefeitura, vereadores, Associação Comercial, empresários e representantes da comunidade.

(Com GRMais)

Homem passa mal e morre em campo de futebol em Pitanga


Por volta das 11:00h da manhã de hoje (05), equipes do corpo de bombeiros, Sd. Rudiak e Sd. Michael foram acionados via 193, para atender uma ocorrência no Campo Sertanejo em Pitanga.

No local, a equipe visualizou o Sr. Silvio Krupk de 46 anos, na arquibancada em estado de Parada Cardiorrespiratória.

Soldado Rudiak e Michael começaram o processo de reanimação com massagem cardíaca e outros procedimentos para salvar a vida de Silvio, foram 10 minutos de tentativa, onde infelizmente a vítima entrou em Óbito no hospital São Vicente de Pitanga.

CASO SUELLEN: POPULAÇÃO PEDE JUSTIÇA PELA MORTE DA JOVEM


A morte da jovem Suellen Weber ocorreu no último sábado (02/02) quando Segundo informações, ela estava morando com sua avó e na noite de sexta-feira saiu de casa e quando retornou estava com algumas escoriações. Ela contou que havia caído e foi dormir, no sábado pela manhã a avó percebeu que sua neta estava inconsciente e chamou a ambulância municipal para que Suellen fosse encaminhada para atendimento médico no Hospital, onde a vítima veio a óbito. 

A Polícia Civil de Guarapuava segue investigando o caso e ainda não foi nada divulgado para a imprensa para que não atrapalhe nas investigações. De acordo com informações, ainda no domingo, dois homens que estavam com a moça na noite de sexta para sábado se apresentaram a Polícia. 

Nas redes sociais, nas últimas horas, a população de Turvo e região, principalmente as mulheres fazem manifestações e pedem justiça.

O Blog do Elói conversou com o pai e o irmão da Suellen na manhã dessa quarta-feira, O pai da vítima falou que não tem conhecimento do que realmente aconteceu com sua filha, também não sabe sobre o andamento das investigações. 
Ele falou ainda que o celular da vítima que está com a Polícia Civil, pode ser uma peça chave para as investigações, sobre os comentários que circulam nas redes sociais, não é do seu conhecimento os fatos. Ele espera que tão logo a justiça esclareça o caso e pede para que os culpados não fiquem impunes.