domingo, 30 de abril de 2017

Nova reavaliação projeta safra de grãos ainda maior no Paraná


O Paraná está encerrando a colheita da safra de grãos de verão 2016/2017 com um desempenho jamais visto. Serão colhidos na safra de verão 24,5 milhões de toneladas de grãos, um aumento de 21% sobre igual período do ano passado. Em nova reavaliação de safra feita neste mês de abril, o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, elevou mais um pouco as estimativas de colheita de soja, milho e feijão. 

O clima e a tecnologia empregada pelos produtores paranaenses contribuíram de forma decisiva no resultado final, que está revelando produtividades maiores nesta reta final de colheita. Só a soja está contribuindo com um volume de 19,4 milhões de toneladas, 17% maior que na safra anterior. A primeira safra de milho foi 40% maior e a primeira safra de feijão, 23% maior que no ano passado. 

Com os resultados surpreendentes da safra de verão, a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento já está projetando uma safra total, considerando as três cultivadas no Estado durante um ano, entre 40 milhões e 42 milhões de toneladas de grãos, se as condições de clima se mantiverem normais durante o inverno também. 

A expectativa dos principais institutos que monitoram o clima no País é que o inverno de 2017 será normal, porém menos intenso e menos agressivo que no ano passado. O clima mais ameno dará condições para o produtor obter também uma boa safra de inverno, estimada em 3,8 milhões de toneladas de grãos. 

TECNOLOGIA - Para o secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, só o clima bom e estável não teria alavancado essa supersafra. Para ele, a tecnologia que vem sendo empregada pelo produtor paranaense está ajudando muito no desempenho da safra. “A tecnologia está respondendo aos esforços feitos pelos produtores e pelo governo do Estado”, ressaltou. 

“Nos últimos anos, o produtor está em busca de mais conhecimento técnico, está investindo na mecanização da propriedade, está adotando as boas práticas de produção, fazendo a conservação de solos. O governo, por sua vez, está investindo na capacitação de técnicos e dos produtores, incentivando-os a investir e a adotar práticas mais sustentáveis”, disse. 

Ortigara disse ainda, que a produtividade média dos grãos aumentou muito e isso está servindo como um “colchão” que está amortecendo e contribuindo para diminuir em parte o impacto da redução dos preços no mercado. Para o secretário, o bom desempenho da agricultura brasileira está ajudando o País. “Seria bom se outros setores da economia tivessem comemorando os mesmos resultados do agronegócio paranaense e brasileiro, assim o país teria condições acelerar a retomada efetiva do crescimento, observou. 

PREÇOS - Para o diretor do Deral, Francisco Carlos Simioni, a rentabilidade econômica dos produtores seria melhor se não tivessem convergidos tantos fatores ao mesmo tempo para deprimir os preços das principais commodities. Recomposição dos estoques mundiais desde 2015, oferta abundante de soja, milho e trigo na América do Norte e do Sul, recuo das cotações do dólar frente ao real e queda no consumo no mercado interno foram os principais fatores desse quadro de comercialização lenta e com mercado sem apetite para dar celeridade ao processo de venda e escoamento da safra interna, nos padrões normais que os produtores estavam acostumados pelo menos nas últimas cinco safras anteriores. 

“Houve sim, uma queda generalizada nos preços das commodities, mas não só devido às questões internas da economia brasileira, e sim por causa do mercado global”, explicou. 

Segundo Simioni, a tendência será o produtor comercializar parte de sua safra agora, para quitar compromissos mais urgentes e deixar para vender o resto aos poucos. Com isso, o próprio mercado vai regular os preços. “Já é possível perceber o movimento de retomada de compra por algumas traders, embora ainda tímido. Esse pode ser um indicativo para um mercado um pouco mais sustentado para frente. Mas o produtor deve ficar bem atento aos momentos oportunos indicados pelo mercado,sobre o momento certo de vender a produção”. Veja mais

Fonte: www.aen.pr.gov.br

Presos suspeitos pela morte do fiscal que denunciava fraudes de combustíveis



Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na morte do fiscal Fabrízzio Machado da Silva, que presidia a Associação Brasileira de Combate a Fraudes de Combustíveis. Entre os detidos na operação desencadeada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, está o empresário, dono de quatro postos de gasolina em Curitiba e região metropolitana. Ele é apontado na investigação como o mandante do crime. 

A prisão é temporária e válida por 30 dias, podendo após este prazo ser transformada em preventiva.

A investigação da equipe da DHPP revela que Fabrízzio foi morto por causa da atividade profissional que exercia – a de presidente da associação que combatia a fraude em combustíveis. O fiscal foi morto a tiros pouco depois das 22 h do dia 23 de março quando chegava de carro em casa, no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba. 

As diligências das equipes policiais da DHPP e informações repassadas pelo 0800, de forma anônima, mostraram que o executor chegou até a casa do fiscal depois de receber a foto, o endereço e o carro usado pela vítima. 

Após o crime, começaram a chegar na DHPP, através do 0800, denúncias e informações sobre o caso. Os três responderão pelo crime de homicídio qualificado por emboscada e sem chance de defesa da vítima. Se condenados poderão ficar de 15 até 30 anos presos.

OPERAÇÃO PANE SECA –Dois dias depois da morte de Fabrízzio, o Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (Diep) deflagrou a “Operação Pane Seca” para prender duas quadrilhas que fraudavam a quantidade de combustível que saia de das bombas dos postos de gasolina – gerando prejuízo aos motoristas e ganhos para as organizações criminosas. 

Entre os presos pelo Diep estava o empresário suspeito, que é dono de postos que praticavam a fraude. Ele ficou preso por cinco dias (prisão temporária) e até então não havia qualquer indício de participação do empresário na morte do fiscal.

A investigação do Diep que resultou na ”Pane Seca” teve início a partir de requisição da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, do Ministério Público do Paraná, a qual recebeu informações da Associação Brasileira de Combate a Fraudes de Combustíveis (ABCFC), a qual Fabrízzio era presidente, denunciando que alguns postos de combustíveis estariam fraudando a quantidade de combustível no momento do abastecimento.

Para a fraude funcionar integrantes das quadrilhas instalaram dispositivos eletrônicos nas bombas, os quais eram responsáveis por interromper o fluxo de combustível efetivamente expelido, sem que houvesse interrupção na medição da quantidade de litros a ser paga pelo consumidor.

CAD VENCE O CONCÓRDIA NO JOAQUINZÃO PELA LIGA NACIONAL


Num belíssimo jogo, o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal saiu vitorioso em casa, nesse sábado, 29, contra o Concórdia por 4 a 0, pela Liga Nacional de Futsal.

O início começou eletrizante. Logo aos trinta segundos de jogo, Pelé (06) recebe a bola de escanteio e manda para o gol, abrindo o placar para o Cad.

O time da casa marcou adiantado para jogar no erro do adversário, mas quase levou um gol do Concórdia com uma bola no travessão.

Faltando sete minutos para o fim do primeiro tempo, o fixo Eder (21) faz o segundo gol do Guarapuava com um chute rasteiro numa cobrança de falta, deixando o goleiro sem chances de defesa.

No segundo tempo, o jogo ficou mais equilibrado, e nos segundos iniciais, André (08) do Concórdia, por pouco não colocou a bola para dentro da rede adversária. As atuações do goleiro Lucas, foram triviais para a vitória do CAD.

A equipe visitante estava sentindo a pressão dentro e fora da quadra, com a torcida vibrando e já gritando olé.

Em uma jogada ensaiada de escanteio, o estreante contratado Ouchita (94), recebeu a bola e fez um golaço.

E, faltando cinco minutos para o fim do jogo, a equipe do Concórdia veio com goleiro linha, e numa roubada de bola Eder (21), fazer seu segundo gol no jogo concretizando a bela atuação do fixo do Cad.

Nos momentos finais, os anfitriões marcava muito bem o goleiro linha dos visitantes evitando levar o gol. Fim de papo no Joaquinzão, Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal 4 x 0 Concórdia.

Essa é a primeira vitória do Guarapuava pela Liga Nacional de Futsal, deixando a equipe viva na competição com três pontos.

O próximo confronto é com o Pato Futsal, no dia 06 de maio, em Pato Branco (PR).

Por Priscila Pollon.

sábado, 29 de abril de 2017

Jogando em casa, Turvo perde para a equipe do Jocar Radiadores pelo Campeonato Regional de Veteranos



Na tarde desse sábado, 29 de abril, aconteceu a 8ª rodada do Campeonato Regional de Veteranos que é promovido pela Liga de Futebol de Guarapuava.

A equipe de Turvo recebeu a equipe do Jocar de Guarapuava e o jogo começou bastante disputado. Aos 19 minutos, de pênalti o artilheiro da competição Ulisses, abriu o placar para a equipe de Turvo fazendo 01 x 00. Já nos acréscimos, Fernando empatou para o Jocar fazendo 01 x 01, sendo esse o placar do primeiro tempo.

No segundo tempo, as duas equipes seguiam em busca do seu gol, até que Jean Carlos Rolão virou o jogo para a equipe do Jocar fazendo 02 x 01, que foi o placar do jogo.

Turvo segue com 09 pontos e a equipe do Jogar chegou a 15 pontos na competição.






Encerramento do Curso de Capacitação em Análise e Inteligência


Nesta tarde de sexta (28), deu-se por encerrado o Curso de Capacitação em Analise de Inteligência Turma II/2017. 

Este curso foi ministrado por oficiais do serviço reservado da PM para policiais militares de Ponta Grossa, Lapa, Telêmaco Borba, Irati, União da Vitoria e Guarapuava. Participaram ainda militares estaduais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e bombeiro militar do 5 Subgrupamento de Bombeiros Independente (5° SGBI). O curso teve carga horária total de 45 h/a, sendo realizado na ACIG - Associação Comercial e Industrial de Guarapuava.

Fonte: 16º BPM

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Turvo joga em casa neste sábado contra a equipe do Jocar Radiadores de Guarapuava pelo Campeonato de Veteranos

 

Neste sábado, 29 de abril, acontece a 8ª rodada do Campeonato Regional de Veteranos que é promovido pela Liga de Futebol de Guarapuava.

A equipe de Turvo recebe a equipe do Jocar radiadores às 15h45. A equipe turvense segue com três vitórias e três derrotas na competição. Caso vença o jogo, esta dará um grande passo rumo à classificação para a próxima fase.

PM cumpre mandado de prisão em Faxinal da Boa Vista


Em cumprimento de mandado de prisão por homicídio, a equipe da Polícia Militar de Turvo, se descolocou até a Localidade de Faxinal da Boa Vista. No local o indivíduo estava trabalhando em uma empresa. Foi dada voz de prisão e conduzido o mesmo até a 14ª SDP para os procedimentos legais cabíveis. O mandado de prisão foi expedido pela comarca de Guaramirim no Estado de Santa Catarina.

Vacinação contra gripe em Boa Ventura de São Roque


A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza (gripe), que começou nesta segunda-feira (17), deve atender 1.261 pessoas em nosso município e já vacinamos 49 % dessa população de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. A meta do estado é imunizar 90% de cada grupo que compõe o público alvo. A campanha termina no dia 26 de maio. 

A vacina permite a proteção contra os vírus A(H1N1), H3N2 e influenza B. Como os vírus são mutantes, a composição da vacina é feita somente depois da indicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as cepas (variações dos vírus) que circularam com mais frequência nos últimos meses na região. Segundo a OMS, em 2016 a cepa do vírus A(H1N1) foi alterada, o que levou à produção de uma nova composição para a campanha deste ano. Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno. Além de buscar a imunização, o Ministério recomenda que a população lave as mãos várias vezes ao dia, cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evite tocar o rosto, não compartilhe objetos de uso pessoal, mantenha os ambientes bem ventilados e evite a permanência em locais com aglomeração. Infelizmente por uma questão de logística faltou vacinas nos Postos de Vacinação do nosso município, mas na próxima semana estaremos vacinando normalmente.

Veja quem recebe a vacina pelo SUS

• Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias)

• Gestantes

• Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)

• Idosos (a partir de 60 anos)

• Profissionais da saúde

• Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade

• Professores de escolas públicas ou privadas

Esta é a primeira vez que professores da rede pública e privada são inseridos no público alvo, com direito a receber a imunização gratuitamente no SUS.


CAD SE PREPARA PARA O JOGO DA LIGA NACIONAL DE FUTSAL



Na tarde da última quinta-feira, 27, o Poker Óleo Leve Guarapuava Futsal, treinou com enfoque no jogo contra o Concórdia de Santa Catarina, pela Liga Nacional de Futsal, que ocorrerá neste sábado, 29 de abril, às 20h15min, no Ginásio Joaquim Prestes. As duas equipes precisam da vitória, devido perderem os dois primeiros jogos na liga.

O técnico João Carlos Barbosa, vem preparando o time com estratégias para desbancar o time visitante e, deixa um recado para os torcedores. “É um confronto muito importante para ambas equipes e, estamos treinando bastante. Que a torcida continue nos ajudando e comparecendo ao ginásio. Sabemos da importância dela para um jogo em casa e, esperamos sair com a vitória para alegrar os torcedores”.

A equipe ainda não está definida. Um possível desfalque é o goleiro Deidv, que já está trabalhando sua recuperação para estar à disposição do técnico. Este será o terceiro jogo do CAD pela LNF.

Os ingressos do jogo de sábado estão sendo comercializados nas Farmácias Trajano, Reptec Tecnologia e na sala do CAD, anexo ao Joaquim Prestes. Na compra antecipadamente, os ingressos ficam: R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 meia. No dia do jogo, R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia.

Dia 28 de Abril: Greve geral dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil



Milhares de trabalhadores e trabalhadoras do Brasil estão em greve hoje, dia 28 de abril, mobilizando-se contra a Reforma Trabalhista e a Reforma Previdenciária propostas pelo governo de Michel Temer. Esta greve foi convocada por centrais sindicais, mas conta com o apoio de diversos setores da Igreja Católica, Presbiteriana, Luterana, Batista, entre outras, além do próprio Ministério Público do Trabalho. A avaliação destes segmentos é que estas medidas retiram e enfraquecem direitos trabalhistas fundamentais. Vejamos alguns dos pontos desta reforma:

Reforma na Previdência: em geral, a reforma aumentará o tempo de contribuição da classe trabalhadora, ou seja, para se aposentar o trabalhador deverá trabalhar por mais tempo. O projeto inicial previa uma idade mínima única para se aposentar: 65 anos, sem distinção entre homem, mulher, trabalhador rural ou urbano, além de um acréscimo de 50% do tempo que ainda precisa trabalhar para se aposentar (o chamado “pedágio”). O projeto tem sofrido alterações e o relatório final fixa que para o setor privado, por exemplo, a idade mínima para se aposentar é de 65 para homens, 62 anos para mulheres e eleva o tempo mínimo de contribuição para 25 anos e o “pedágio” passa a ser de 30%. Após esses 25 anos, o benefício será de 70% da média dos seus salários, desde 1994. Para receber o benefício integral (100%), o trabalhador deverá ter 40 anos de contribuição. Terá fim a aposentadoria exclusivamente por tempo de contribuição. Algumas categorias de servidores públicos, professores e trabalhadores rurais seguem algumas regras diferentes.

Reforma Trabalhista: Acordos entre patrão e empregado passam a ter mais validade do que aquilo que está na lei. A jornada de trabalho e o intervalo para o almoço, por exemplo, não são mais compreendidos como questões de saúde ou segurança do trabalho e podem ser negociados (o patrão pode negociar, por exemplo, para que o horário de almoço seja de 30 min.). O plano de cargos e salários também deve ser negociado, podendo ser mudando constantemente e sem necessitar de homologação do Ministério do Trabalho. Com a reforma passa a ser permitido o trabalho de mulheres grávidas em ambientes insalubres, desde que se apresente atestado médico que afirme não haver risco à mãe ou ao bebê.

Alguns direitos das/dos trabalhadoras/es estão em risco e a greve é uma forma assegurada pela Constituição Federal (artigo 9º.) de enfrentamento e resistência à precarização do trabalho e a perda de garantias sociais. A reforma trabalhista foi aprovada nesta quarta-feira (26) pela Câmara dos Deputados deverá ser votada pelo Senado. A Reforma da Previdência ainda deverá ser votada pela Câmara.

Por Guilherme Augusto Marenda Borgo

Primeira geada do ano em Turvo - Preparem o pinhão e o chimarrão porque vem mais

Foto: Rafa Soares

Já no início da noite de quinta-feira (27), o frio havia chegado com tudo, e nessa manhã de sexta-feira, quem acordou cedo pode ver a primeira geada desse ano, exemplo de um leitor do blog que passava pela Avenida 12 de Maio e registrou a temperatura de 1ºC às 05h00 da manhã.


Estado reforça ações para proteção contra riscos de desastres


O Governo do Paraná anuncia mais um reforço nas ações para proteger a população de consequências de desastres naturais. Nesta terça-feira (25), o governador Beto Richa inaugurou o Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cegerd), que fará o monitoramento contínuo de todo o Estado, com base em informações de 16 órgãos do governo estadual, prevenindo perdas que podem ser provocadas por intempéries. Instalado no Palácio das Araucárias, em Curitiba, o Cegerd recebeu investimento de R$ 4,6 milhões.

“Desde 2011, quando o Paraná foi afetado por fortes chuvas, o governo estadual já investiu R$ 70 milhões na área de proteção e defesa civil, sendo que R$ 44 milhões estão sendo aplicados”, disse o governador.

Os aportes são para o Programa de Fortalecimento e Gestão de Risco de Desastres, criado logo após as enxurradas que atingiram o Litoral do Paraná no início de 2011. 

Os recursos foram destinados à modernização da infraestrutura de monitoramento e previsão hidrometeorológica, mapeamento das áreas de risco, obras de infraestrutura nos municípios e desenvolvimento de sistemas de gestão e redução dos riscos de desastres. 

“São investimentos e ações para garantir a proteção das famílias paranaenses. Estamos conseguindo dar respostas rápidas a desastres como enchentes, inundações e até tornados, que cada vez acontecem com mais frequência aqui,” acrescentou o governador. 

ONU - Hoje, o Paraná é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) pelo melhor sistema de defesa civil da América Latina. Para o coordenador executivo da Coordenadoria Estadual de Proteção Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Edemilson de Barros, o Centro Estadual de Gerencialmente de Riscos e Desastre representa mais um salto de qualidade dentro do processo de evolução nesta área, no Paraná. 

TECNOLOGIA E PESSOAL - O Cegerd, que fica junto à Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, conta com estrutura tecnológica e de pessoal para gestão de desastres no Estado, tanto em pequena quanto em grande escala. O espaço foi adequado para monitoramento de condições meteorológicas severas, possui salas de videoconferência, salas de comando de incidentes e de descompressão, centro de imprensa e um conjunto de telefonia totalizando 160 linhas. 

“Na ocorrência de incidentes, desta sala de gestão temos condições de reunir e falar simultaneamente com todas as regionais distribuídas no Paraná, fazer a gestão da localidade atingida e analisar como agir”, explicou o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Adilson Castilho Casitas. 

NACIONAL - Para o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, Élcio Barbosa, o Paraná se destaca na área de defesa civil. “É um estado avançado, com sistema bem diferenciado. Este novo centro, por exemplo, foi muito bem montado e tem uma estrutura perfeita, já conectada com o sistema do governo federal”, disse. “O que o Estado vem fazendo cresce aos olhos, principalmente em um momento de crise por qual passa o País”, finalizou.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade os secretários de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antônio Carlos Bonetti; da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; do Planejamento e Coordenação Geral, Cyllêneo Pessoa Pereira Junior, e de Assuntos Estratégicos, Flávio Arns; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Juceli Simiano Junior; o chefe do Estado Maior do comando do Corpo de Bombeiros, coronel Fábio Mariano de Oliveira; o presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite; o presidente do Simepar, Eduardo Alvim Leite; o representante do Banco Mundial, Davide Zucchini. 

Prevenção, conhecimento e articulação 

O programa de Fortalecimento e Gestão de Risco de Desastres é coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e integra órgãos como a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, Simepar, Instituto das Águas do Paraná, Instituto de Terras, Cartografia e Geociências do Paraná (ITCG).

São três eixos de atuação: fortalecimento da infraestrutura de prevenção, com aquisição de radares, bases meteorológicas e equipamentos; investimento em conhecimento, que inclui o mapeamento das áreas de risco e revisão cartográfica do Estado; e a articulação institucional, com a ampliação das políticas de Proteção e Defesa Civil e a criação do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (Ceped).


Todos os municípios têm planos de contingência

O Paraná é o único Estado do Brasil em que 100% dos municípios têm um Plano Municipal de Contingência de Proteção e Defesa Civil. “Hoje temos mapeadas mais de mil áreas vulneráveis a desastres. A defesa civil passou a ser um grande sistema”, disse tenente-coronel Edemilson de Barros

Os planos contam com o mapeamento das áreas de risco e todas as informações necessárias para garantir a resposta em casos de desastres - como os locais designados para receber as pessoas desabrigadas e os recursos existentes para o atendimento à população.

Todos os municípios paranaenses também têm acesso ao Sistema Informatizado da Defesa Civil do Estado, que facilita a construção do plano de contingência e o preenchimento dos documentos necessários para buscar recursos de outras esferas de governo.

Fonte: www.pr.gov.br


quinta-feira, 27 de abril de 2017

PRF inicia Operação Dia do Trabalho nesta sexta-feira (28)

Embriaguez, ultrapassagem e excesso de velocidade serão os focos da fiscalização.




Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança à zero hora desta sexta-feira (28) a Operação Dia do Trabalho em todo o país.

Como em outros feriados nacionais, a PRF terá três focos prioritários da fiscalização: excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares. Com quatro dias de duração, a Operação Dia do Trabalho da PRF termina à meia-noite de segunda-feira (1º de maio).

Na segunda-feira (1º de maio), inicia-se a campanha Maio Amarelo, que prevê várias ações coordenadas com o objetivo de reduzir mortes no trânsito. A ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu a década 2011 – 2020 como a Década de Ações pela Segurança no Trânsito, convocando todos os países signatários da Resolução, entre eles o Brasil, para desenvolver ações para redução de 50% de mortes em 10 anos.

Entre as principais causas dos acidentes com mortes ocorridos em 2016 estão falta de atenção (30,8% dos óbitos registrados); velocidade incompatível (21,9%); ingestão de álcool (15,6%); desobediência à sinalização (10%); ultrapassagens indevidas (9,3%); e sono (6,7%).

As colisões frontais responderam por 29% das vítimas mortas no ano passado, seguidas pelos atropelamentos de pedestres (18,2%). Condutores ou passageiros de motocicletas foram 17,8% dos mortos; ciclistas, 4,1%.

A cada quatro mortes, três ocorreram em pista seca. Mais de 70%, em retas. Mais da metade foram registradas à noite (53,8%), em trechos de pista simples (61,7%) e em regiões rurais (68,9%).

Faixa etária mais atingida, jovens de 20 a 24 anos foram 14,2% dos mortos. Idosos acima de 60 anos, 12,3%. Os homens representaram 79,3% das vítimas que perderam a vida.

Ao longo de todo o ano de 2016, a PRF flagrou, apenas no Paraná, 3.567 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas; 22,8 mil manobras irregulares de ultrapassagem; e mais de 235 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Entre as condutas recomendadas da PRF aos motoristas para evitar acidentes estão respeitar as placas de sinalização, em especial os limites de velocidade; fazer revisões periódicas do veículo e conferir o funcionamento dos equipamentos obrigatórios; planejar a viagem e evitar dirigir com pressa, cansado ou com sono; manter uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos; em caso de chuva, redobrar os cuidados e reduzir a velocidade.

As concessionárias de rodovia estimam para este feriado prolongado um fluxo em média 20% superior ao de dias normais. O pico do movimento deve se concentrar no final tarde e início da noite desta sexta-feira (28), na manhã de sábado (29) e no final da tarde e início da noite de segunda-feira (1º de maio).

No ano passado não houve a operação em razão da data ter sido em um domingo, portanto não haverá comparativo.

Fonte: www.prf.gov.br

Equipe do 16° BPM evita roubo, dão cumprimento a um mandado de prisão e apreendem arma de fogo e dinheiro sem procedência


No início desta madrugada de quinta (27), enquanto era realizado ponto base em um posto de combustíveis às margens da BR 373, a equipe policial de Candói-PR percebeu a presença de um veículo Ford/Fiesta com cinco indivíduos em atitude suspeita. Após acompanhamento, foi realizada a abordagem e em busca pessoal foi encontrado um revólver da marca Taurus, calibre 38 com a numeração suprimida e com 4 munições intactas. 

Em buscas no veículo, foi encontrada certa quantia em dinheiro, um cheque e várias carteiras de cigarro, sendo que nenhum dos suspeitos assumiu a propriedade do dinheiro e do cheque. Após consulta operacional, constatou-se que um dos abordados possuía um mandado de prisão em seu desfavor. 

Após consulta a boletins anteriores, a equipe notou que as características dos suspeitos abordados eram as mesmas dos autores de diversos roubos ocorridos em datas anteriores. Diante dos fatos, foi dado cumprimento ao mandado de prisão, dada voz de prisão ao autor pela posse do revólver e encaminhados, juntamente com os demais abordados, até a 14ª SDP em Guarapuava.

Fonte: 16º BPM

Caminhões pegam fogo após batida de frente na rodovia PR-445


Um homem morreu e outro teve o corpo queimado em um acidente entre dois caminhões na rodovia PR-445, entre Londrina e Tamarana, no norte do Paraná, na tarde de quarta-feira (26). De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), os veículos bateram de frente próximo ao distrito de Guaravera.

Conforme o Corpo de Bombeiros, um dos veículos envolvidos carregava tonéis de tiner, um tipo de solvente, e, com o impacto da batida, os dois pegaram fogo. O motorista de um dos caminhões morreu no local e o outro condutor foi levado ao Hospital Universitário de Londrina com ferimentos graves.

Devido a esse acidente, a rodovia PR-445 ficou interditada das 16h às 22h. Na manhã desta quinta-feira (27), o trecho onde ocorreu a batida será interditado para a retirada do caminhão, que segue na pista.


Caminhões ficaram destruídos em acidente na PR-444, em Rolândia (Foto: Reprodução RPC)



Rolândia

Mais tarde, por volta das 19h40 de quarta-feira, na rodovia PR-444, em Rolândia, dois caminhões e um carro se envolveram em um acidente. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), os caminhões bateram de frente e pegaram fogo. O automóvel não conseguiu frear e acabou se envolvendo na batida.

O motorista de uma das carretas morreu no local do acidente e outro ficou ferido. O condutor do carro não se feriu.

Fonte: G1 - PR



Frio chega com tudo, e várias cidades do PR amanhecem com menos de 5ºC


massa de ar polar que avançou para o Paraná derrubou as temperaturas em várias cidades do estado nesta quinta-feira (27). A menor temperatura foi registrada em General Carneiro, na região central, onde o dia amanheceu com 2,1ºC. Às 6h30, os termômetros registram 3,2ºC na cidade.

Essa foi a madrugada mais gelada no estado desde o início do ano.

Em Palmas, na mesma região, os moradores também tiveram que reforçar os casacos para suportar o frio de 4,6ºC. Na cidade de União da Vitória, que fica no sul do estado, o dia também amanheceu gelado com 5ºC.

Na capital, a mínima foi de 8ºC. A máxima, segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), não deve passar de 19ºC.

Ainda conforme o Simepar, o frio deve continuar ao longo do dia em todas as regiões, mas com predomínio de Sol. Na sexta-feira (28), as temperaturas devem cair ainda mais. Em Curitiba, por exemplo, a mínima deve ser de 4ºC. No fim de semana, as temperaturas devem ficar mais amenas.

Coincidência

O dia 27 de abril do ano passado também teve a madrugada mais fria do ano com mínima de 4ºC em Palmas. O frio intenso e a garoa logo cedo surpreenderam os Curitibanos naquele dia. Nas primeiras horas, os termômetros registraram 6ºC na capital.

Fonte: G1 - PR

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Agentes Comunitários de Saúde vão ajudar a captar doadores de sangue



Uma nova estratégia da Secretaria estadual da Saúde pretende aumentar o número de doações de sangue no Paraná. A proposta é capacitar Agentes Comunitários de Saúde (ACS) dos municípios para que sensibilizem e incentivem os cidadãos a se tornarem doadores de sangue. Atualmente, o Hemepar conta com 21 unidades de coleta no Estado. 

“É enorme a contribuição do trabalho dos ACS para saúde pública. Confio na ajuda desses profissionais para mais esse papel, o de captar novos doadores de sangue no Paraná”, disse o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. “Com essa parceria, nossa missão é aumentar em 30% a quantidade de doações no Estado”, afirma. 

AVANÇOS – O diretor do Hemepar, Paulo Hatschbach, explica que os avanços na saúde paranaense, como aumento nos transplantes de órgãos, exigem crescimento nas doações de sangue. “Os hospitais estão crescendo, os números de transplantes no Paraná também está aumentando e o Hemepar precisa acompanhar isso. Então, é necessário conscientizar a população sobre o grande benefício da doação de sangue”, diz ele. 

CAPACITAÇÕES – Os Agentes Comunitários de Saúde serão capacitados por meio de oficinas organizadas em todo o Estado. Em Curitiba, devido ao grande número de agentes, os eventos serão divididos por regiões da cidade durante todo o mês de maio. A região do bairro Tatuquara, na capital, foi a primeira a receber a capacitação. O evento aconteceu nesta quarta-feira (26) e reuniu mais de 70 ACS. 

Elza Savioli é agente e também doadora de sangue. “As pessoas nos tratam com muito respeito e aceitam as informações que levamos para dentro da casa delas. Doar sangue é fazer o bem e acho que isso vai ser percebido pela comunidade e trará resultados positivos”, conta. 

A região de Cornélio Procópio foi a primeira a iniciar as ações, no final do mês de março. “A união de forças e a participação de todos é essencial para atingir nossos objetivos. Além disso, a ação valoriza o trabalho dos agentes. Isso deve ser repetido em todo Estado”, comenta a diretora da 18ª Regional de Saúde, Fabiana Olchameski. 

FIDELIZAÇÃO – Hatschbach ressalta que o povo é solidário, mas muitas vezes acaba esquecendo da doação. “Os ACS vão ajudar nessa lembrança. Não precisamos apenas de doadores pontuais, precisamos dos fidelizados – que são aqueles que vão ao Hemepar de duas a três vezes ao ano”, ressalta. 

O diretor também lembra que são necessárias de 600 a 800 bolsas de sangue por dia no Estado. “São 384 hospitais atendidos, que precisam de 14 a 15 mil bolsas de sangue mensalmente. Todo dia é um desafio. Com doadores fidelizados, podemos ficar um pouco mais tranquilos”, explica. 

PARA DOAR – Para se tornar um doador de sangue é necessário ter entre 16 e 69 anos (menores de idade com autorização e presença do responsável legal); pesar acima de 50 quilos; estar descansado e bem alimentado; evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação; não estar gripado, com febre ou diarreia; não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas; não estar grávida ou em período de amamentação; estar em boas condições de saúde e apresentar um documento oficial com foto. 

Confira AQUI os endereços da rede Hemepar.

Fonte:  www.pr.gov.br




Prefeito de Boa Ventura assina Ordem de Serviço para o início das obras da Supercreche


Na manhã desta quarta-feira, 26 de abril, o Prefeito Edson Flávio Hoffmann assinou a Ordem de Serviço para o início das obras da Supercreche de Boa Ventura de São Roque – PR. A unidade de Educação Infantil para Boa Ventura foi adquirido através do Programa Proinfância PAC 2 FNDE.

Após um grande esforço da Secretaria de Administração que está sobre o comando do Secretário Adilson Santos, do prefeito Edson e do 1º Secretário da Câmara Federal Deputado Federal Fernando Giacobo, foi realizada a assinatura da Ordem de Serviço da tão esperada Supercreche por todos os boaventurenses. A obra será executada pela empresa Erondi de Oliveira Carriel ME e terá início nos próximos dias.

Além disso, o prefeito Edson já deu ordem de serviço para construção de mais duas salas para a creche atual que já estão sendo executadas. Educação em evidências na sua administração.

Fonte: Blog Central

Tempestades atingem todo o Estado e derrubam árvores na RMC


As tempestades que atingiram o Paraná na madrugada desta quarta-feira (26) causaram estragos principalmente na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o Simepar, as rajadas de vento chegaram a 81 km/h na região. Houve registro de quedas de árvores, de energia e destelhamento de casas na Capital, em São José dos Pinhais, Colombo, Piên, Pinhais, Piraquara e Araucária. Nos municípios de Pinhão, Mallet e Reserva do Iguaçu, no Centro-Sul, também houve destelhamento de residências.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil registrou, preliminarmente, 50 quedas de árvores em Curitiba, nos bairros Tatuquara, Santa Felicidade, Boa Vista, Boqueirão, Água Verde e CIC. Nas Mercês, uma árvore atingiu uma casa, mas não há feridos ou desabrigados. A queda de energia provocou desabastecimento de água e luz em vários bairros da Capital e da Região Metropolitana e causou o desligamento de pelo menos 50 semáforos em Curitiba.

De acordo com o boletim publicado às 11h desta quarta-feira pela Defesa Civil, 37 casas foram danificadas – três em Curitiba, 12 em Mallet e 20 em Reserva do Iguaçu. Até então, 160 pessoas foram afetadas, mas não há feridos, desabrigados ou desalojados. 

FRENTE FRIA – O meteorologista do Simepar Reinaldo Kneib explicou que as tempestades foram resultado de frente fria intensa que se deslocou da Argentina e do Sul do País. Em Cascavel e Foz do Iguaçu, no Oeste, as chuvas chegaram a 35 mm e 50 mm, respectivamente. Continua chovendo na faixa Norte do Estado, desde o Noroeste até o Norte Pioneiro. Em Curitiba, as chuvas perdem força no período da tarde.

Depois das tempestades, as temperaturas caem a partir desta quinta-feira (27). A previsão é de mínimas de 6ºC a 8ºC na Capital e de 2ºC a 4ºC no Centro-Sul até o domingo. Há previsão de geada para esta região. “Como haverá sol, as temperaturas devem variar bastante, de 10ºC a 12ºC durante o dia, podendo chegar próximas a 20ºC em Curitiba. A previsão é de frio durante a noite e de temperaturas amenas pela manhã”, disse Kneib.

www.pr.gov.br

Vendaval causa estragos em cidades da região

Telhado de casa foi completamente arrancado em Reserva do Iguaçu

Fortes ventos atingiram cidades da região e causaram grandes estragos na madrugada deste quarta feira (26). Os ventos mais fortes foram registrados por volta das 03h, e atingiram Reserva do Iguaçu, Foz do Jordão, Pinhão e Candói.

Os maiores estragos foram ocasionados em Reserva do Iguaçu. Dezenas de casas foram destelhadas, árvores arrancadas e a cidade permanece sem água e luz. De acordo com o empresário Eleomar Magri, quatro barracões da sua indústria de laminados foram destelhados. Parte do produto que estava armazenado foi danificado pela água e contorcido pelo vento. O empresário estima um prejuízo de cerca de R$ 100 mil. Além do parque industrial, casas em bairros e localidades do interior também foram atingidas. A Prefeitura ainda está realizando levantamento da situação. Cerca de 500 metros de lonas foram cedidos pela Defesa Civil de Pinhão para cobrir emergencialmente as casas mais atingidas. Vários postes de energia foram quebrados com a força do vento.

Em Candói, o vento danificou uma casa e derrubou três árvores. Na manhã de hoje, os bombeiros ainda estavam trabalhando no corte das árvores que caíram. Duas delas atingiram residências, causando grandes estragos. Outra árvore obstruiu a rodovia que liga Candói a Pinhão.

Em Pinhão também foram registrados estragos. O Bombeiro Comunitário registrou um destelhamento e uma queda de árvore na cidade.

Em Foz do Jordão também foram registrados destelhamentos. O município estava sem luz e água na manhã desta terça.

Em nenhum município houve registro de feridos.


Em caso raro, mulher dá à luz trigêmeos idênticos em Londrina



em ter planejado, Rosângela Cristina dos Santos, que já era mãe de um menino, descobriu que estava grávida de trigêmeos no fim de 2016. Ela, que não tinha passado por nenhum tratamento de fertilização, deu à luz três meninos idênticos no dia 21 de abril deste ano. Um caso raro que impressionou até o pediatra Marcos Vinicius, que trabalha há 22 anos no Hospital Universitário.

“Nos últimos dez anos houve um boom de fertilização, e isso gerou o aumento do nascimento de gemelares, às vezes de quadrigemelares. Mas, esse caso de trigêmeos idênticos é algo raro”, explica o médico.

Nicolas Eduardo, Pedro Miguel e Hugo Leonardo nasceram com três minutos de diferença cada um. Uma gestação que surpreendeu a mãe, que está desempregada. “É uma sensação inexplicável, é um monte de sentimento ao mesmo tempo. É um misto de medo, de preocupação, de felicidade, é muita coisa”, detalha.

A gravidez de múltiplos ocorre de duas formas. Em uma situação, em vez de um único óvulo, a mulher libera dois ao mesmo tempo. Cada um é fecundado por um espermatozoide e gera um embrião diferente. Nesse caso, nascem os gêmeos bi vitelinos ou fraternos, que podem ser de sexos diferentes e nem se parecer um com o outro. Outra possibilidade é quando um único óvulo fecundado se divide em dois ou mais grupos de células, formando mais de um embrião. Nesse caso ocorrem os gêmeos univitelinos ou idênticos.

Normalmente, um parto é feito com pelo menos 38 semanas de gestação. Mas, para garantir a saúde de mãe e filhos, a cesárea da Rosângela ocorreu com 34. Os bebês nasceram com um quilo e meio, em média. Nicolas, o primeiro, foi o que nasceu mais forte e foi para a unidade de cuidados intermediários. Pedro e Hugo ainda estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Eles ficam para ganhar peso, recebem alimentação por sonda, e todos os cuidados que uma incubadora oferece”, pontua o médico Marcos Vinicius.

Todos os dias, a mãe chega cedinho ao Hospital Universitário e fica até o fim da tarde. O contato, quase sempre ocorre apenas com as mãos, os bebês ficam na incubadora. Na terça-feira (25), foi a primeira vez que ela pode segurar os três ao mesmo tempo.

Pela primeira vez fora do útero, os irmãos também sentiram a proximidade um com o outro, e o amor da mãe.

“Ter os três bem pertinho, bem juntinhos, é muito bom. A sensação é inexplicável. É um amor inexplicável”, se emociona a mãe dos meninos.

Foram minutos que valeram por horas. No entanto, a união definitiva ainda vai ter que esperar. Dizem que um caso assim é quase tão raro quanto acertar todos os números da loteria. Para Rosângela, ter marcado o "três" já foi a maior sorte do mundo.

“Acho que loteria não passa nem perto da felicidade de ter três bebês. É muita emoção”, conclui Rosângela dos Santos.

Fonte: G1 - PR

Toda quarta tem Feira do Produtor na Praça 31 de Outubro em Turvo


Venha saborear os produtos da nossa terra! Toda quarta na Feira do Produtor Rural a partir das 14h00, você vai encontrar uma grande variedade de verduras, frutas, pães, bolos, bolachas, biscoitos e cerveja caseira. Além disso temos crepes, coxinhas e pastéis fritos na hora.


Queda nas temperaturas exige agilidade na vacinação contra a gripe



A vacina da gripe demora cerca de 10 a 15 dias para começar a fazer efeito. Na primeira semana de campanha, 20% da população-alvo foi imunizada. A meta para este ano é vacinar 90% do público que tem direito a imunização gratuita, pelo sistema público de saúde. A vacina está disponível em unidades de saúde de todo o Paraná até o dia 26 de maio.

“As previsões indicam uma queda brusca nas temperaturas em diversas regiões do Estado, ainda esta semana. Não podemos esperar a chegada do frio e o aumento no número de casos para buscar a vacina”, diz o coordenador estadual de Imunização, João Luís Crivellaro. 

Ele explica que a proteção máxima é atingida depois de 45 dias, aproximadamente. “Também é importante lembrar que o efeito da vacina dura um ano. Portanto, quem tomou a vacina no ano passado, deve se imunizar novamente em 2017”, afirma.

Crivellaro destaca, ainda, que medidas simples podem evitar a gripe. “Lavar bem as mãos com água e sabão sempre que tocar as superfícies e cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar limitam a circulação do vírus no ambiente.”

PÚBLICO – Dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização mostram que as melhores coberturas vacinais do Estado estão entre os idosos (maiores de 60 anos) e puérperas (pós-parto de até 45 dias), que vacinaram 25% e 28%, respectivamente.

A maior preocupação são as crianças de seis meses a quatro anos. Até o momento, apenas 10% deste público foi imunizado. A vacina também está disponível para gestantes, profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores da rede pública e privada em atividade.

BOLETIM – A Secretaria Estadual da Saúde divulga a cada 15 dias o informe técnico da gripe. O mais recente informe aponta 26 casos neste ano até o dia 17 de abril. A maior parte são de Influenza H3 (19 casos), seguido por Influenza B (6 casos) e H1N1 (1 caso).

Os casos estão distribuídos nos municípios de Paranaguá (1 caso), Almirante Tamandaré (1 caso), Curitiba (3), São José dos Pinhais (1), Ponta Grossa (1), Francisco Beltrão (1), Foz do Iguaçu (3), Cascavel (1), Umuarama (1), Maringá (5 ), Faxinal (1), Jandaia do Sul (2), Ibiporã (1) e Londrina (4 casos).

Fonte: www.aen.pr.gov.br

Integração policial dá primeira resposta ao assalto no Paraguai


O trabalho conjunto entre várias forças de segurança do Brasil e do Paraguai trouxe os primeiros resultados na busca, investigação e captura dos envolvidos no assalto milionário a uma transportadora de valores em Ciudad del Este, na segunda-feira (24). 

Dez suspeitos foram presos, cinco fuzis apreendidos, uma metralhadora ponto50, capaz de derrubar um helicóptero, além de dinheiro em moeda americana, brasileira e paraguaia, de sete carros, dois barcos e sete quilos de explosivos. Três homens morreram em confronto com a polícia. 

Os dados foram apresentados em uma coletiva nesta terça-feira (25), na sede da Polícia Federal, em Foz do Iguaçu, com a presença do secretário estadual da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. Também participaram o delegado-geral da Polícia Civil, Julio Cezar dos Reis; a coronel Audilene Dias Rocha, chefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Paraná; o delegado da Polícia Federal Fabiano Bordignon; o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Luiz Antônio Gênova; o ministro da Justiça do Paraguai, Lorenzo Lezcano, dentre outras autoridades paraguaias. 

FORÇA MULTINACIONAL - Mais de 800 agentes dos dois países participam das diligências. “Houve a resposta necessária, imediata e integrada dada pelas forças policias. Agora haverá um direcionamento mais específico nas próximas diligências, com a permanência desse reforço policial na região, no tempo que for necessário, para seguir a investigação e encontrar outros possíveis envolvidos”, afirmou o secretário Wagner Mesquita. Seis helicópteros participam da ação conjunta. Sendo três do Paraguai e três do Paraná. 

O delegado da Polícia Federal Fabiano Bordignon contou que a polícia paraguaia encontrou uma mansão usada pela quadrilha antes do crime. Uma equipe de peritos do Brasil se deslocou na madrugada desta terça-feira para o Paraguai para coleta de material genético, biológico e papiloscópicos. “Essa coleta foi muito importante. Novos suspeitos que sejam presos e, a princípio, não tenham uma ligação direta com o fato, terão o material genético confrontado, com exames a serem realizados em Brasília, para confirmar a vinculação desses indivíduos com o local de crime”, explicou. 

“Esse tipo de crime não respeita a fronteira. Portanto, o entrosamento entre os policiais e os setores de inteligência dos países, esse gabinete de crise da Polícia Federal, que já existia, funcionou efetivamente para ajudar nas primeiras ações neste caso”, afirmou. 

A identificação de ao menos três criminosos de fora do Paraná – dois paulistas e um baiano – reforça a convicção de uma ação orquestrada por facção criminosa. “Não é um crime de amadores. Vemos a semelhança no modus operandi dessa ação e de outras realizadas tanto no Brasil como no Paraguai”, acrescentou Bordignon. 

Além das buscas que persistirão na região, a polícia organizou anéis de controle nas estradas de todo o estado. “Foram montados cinturões de controle e nas rodovias estaduais e federais com o policiamento reforçado. Policiais federais de outros estados vão encorpar o patrulhamento, além de grupos específicos e especiais, com a presença ainda de aeronaves, temos a convicção de que colheremos mais resultados em breve”, afirmou o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Luiz Antônio Gênova . 

TRABALHO COORDENADO - Também foi ressaltada a integração do gabinete de crise em Foz do Iguaçu, que permitiu um trabalho coordenado do patrulhamento e buscas ostensivas sem que nenhuma equipe se confrontasse em serviço, o que era uma grande preocupação diante da quantidade de agentes em ação desde o momento do crime. “Desde o momento em que foi feito o contato informando a situação, os Grupos Especiais já foram acionados e nós já estamos com pouco mais de 300 policiais trabalhando exclusivamente nesta Operação, fora aqueles que estão trabalhando normalmente no atendimento da população”, destacou a chefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Paraná, Audilene Rocha. 

“A Polícia Civil, recebendo orientações do secretário da Segurança, reuniu vários policiais aqui na fronteira, inclusive equipes de várias delegacias de Curitiba. Nosso Grupamento Aéreo está atuando em toda fronteira em apoio à força-tarefa no sentido de identificar e prender os integrantes dessa quadrilha e recuperar o dinheiro roubado”, disse o delegado-geral da Polícia CivilJulio Cezar dos Reis. 

Nas buscas, a polícia encontrou parte do dinheiro roubado, com valores em Real, Dólar e Guarani, que foram encaminhados para contagem em uma instituição financeira. 

O CRIME – Na madrugada da segunda-feira (24) um grupo fortemente armado, de aproximadamente 50 homens, invadiu e roubou uma transportadora de valores em Ciudad del Este, no Paraguai. Os suspeitos explodiram os cofres do local, trocaram tiros com a segurança e roubaram mais de R$ 120 milhões. Um policial paraguaio que trabalhava como segurança foi morto. Cerca de 15 carros foram incendiados pelos bandidos.

Fonte: www.aen.pr.gov.br