sexta-feira, 14 de junho de 2019

Manifestantes fazem ato contra reforma da previdência e cortes na educação



Manifestantes fazem um ato no Centro de Curitiba contra a reforma da previdência e os cortes de verba na educação, nesta sexta-feira (14).

O grupo se concentrou a partir das 10h na Praça Nossa Senhora de Salete, em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, e depois, por volta das 12h, partiu em uma passeata em direção à Praça Santos Andrade, no Centro.


A Avenida Cândido de Abreu ficou bloqueada por cerca de 30 minutos enquanto os manifestantes faziam o trajeto entre os dois pontos de concentração.

A manifestação faz parte da greve geral convocada pelas centrais sindicais.

Pela manhã, trabalhadores fecharam as saídas das garagens de ônibus, o que impactou o transporte público na cidade.

Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), 40% das linhas chegaram a ficar paradas no início do dia. Ao final da manhã, a prefeitura informou que 95% da frota tinha voltado a circular.

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Curitiba, cerca de 40 agências bancárias ficaram fechadas no Centro da cidade por causa da greve.

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário