sexta-feira, 13 de julho de 2018

Transmissão de documentos para o Detran-PR será digital


Para aumentar a segurança e dar mais celeridade aos processos manuseados por despachantes, o Governo do Paraná anunciou na última semana, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, que a transmissão de documentos para o Detran-PR passará a ser feita de forma digital. A medida, que está em fase de testes e deve entrar em vigor em 30 dias, foi lançada diante de líderes do Governo, Sindepar e Detran-PR.

Na ocasião, o presidente do Sindepar e da Fenadesp, Everton Calamucci, falou sobre os benefícios que a digitalização trará. “A expectativa é que, com a digitalização, os processos sejam finalizados dois dias antes do prazo em que são feitos atualmente”, disse ele.

“O despachante fica responsável por reunir, digitalizar e enviar a documentação ao Detran. Isso desburocratiza o processo e dá agilidade ao serviço prestado”, diz o diretor-geral do Detran-PR, Marcello Alvarenga Panizzi.

“A legislação de trânsito ainda requisita a entrega de alguns documentos físicos para determinados processos. Neste caso, receberemos o material digitalizado para agilizar o encaminhamento do pedido e, depois, receberemos o material impresso. Essa desburocratização reduz o tempo que o cidadão precisa esperar para receber o documento”, explicou o coordenador de Veículos do Detran-PR, Rafael Benvenutti.

Ao final da reunião, Marcos Traad, ex-diretor-geral do Detran-PR, agradeceu ao atual diretor-geral pela continuidade dos trabalhos na autarquia e, também, parabenizou os despachantes pelo excelente trabalho desempenhado em prol da população paranaense.

PRESENÇAS

Participaram do evento: Alceni Guerra, assessor especial da governadora Cida Borghetti; Luiz Carlos Martins, deputado Estadual; Francisco Arestides da Silva, José Arcanjo Ribeiro, Helcio José de Góis, Paulo Rosa, Antonio Cabral Junior, Jarbe Cassou, Leodes Vicentin, Valentin Duarte, Douglas Bienert, Debora Gouvêa Kaviski, Maisa da Silva Pereira e Jsé Wilmar da Silva membros da diretoria do Sindepar; Felipe Brugg, Célia Khül, Vilson Florentino e José Francisco Nerone, delegados do Sindicato; e Marcos dos Santos Junior, assessor jurídico do Sindepar.

Fonte: fenadesp.org

Um comentário:

  1. A implantação deste sistema em Minas Gerais, para facilitar a vida dos proprietários de veículos, e mais celeridade nos processos, e reduzir gastos para o Estado. Atenciosamente. João da Cruz. CRDD/MG 00406

    ResponderExcluir