segunda-feira, 14 de março de 2016

O risco do Hospital Bom Pastor fechar é real diz o presidente da entidade a RPC TV.

Após a repercussão de um vídeo produzido e publicado no Facebook por Maurício Pitati, depois vinculado ao Blog do Elói, o problema do Hospital bom Pastor de Turvo correr o risco de fechar, se tornou conhecido a nível estadual. Na última sexta-feira, 11 de março, uma equipe da RPC TV, de Guarapuava afiada da Rede Globo, esteve no Hospital realizando uma matéria. Eles entrevistaram alguns pacientes e também o presidente do Hospital João Paulo. Ele falou que a entidade já acumula dívidas que chegam a mais de R$ 200.000. "O risco de fechar é real"

Veja no link abaixo a matéria realizada pela  equipe da RPC TV que foi ao ar no último sábado, 12 de março.





A matéria e vídeo abaixo é de Mauricio Pilati

A campanha, veiculada em forma de vídeo clipe institucional, busca informar a população sobre as dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição, alertando que se nada for feito para ajudar, o hospital pode fechar as portas a qualquer momento.


Vídeo disponível em:




Histórico da empresa

Fundado em outubro de 1972, pela Associação Nossa Senhora Aparecida de Turvo, com uma diretoria formada por pessoas da comunidade e dirigida pelo pároco vigente, e há três anos aproximadamente não tem mais vínculo com a Igreja. 


Em seu início funcionava como um ambulatório, apenas um espaço para curativos. Ao longo do tempo aumentou gradativamente sua estrutura e grau atendimento. A construção atual foi concluída há dez anos.


O Hospital Bom Pastor conta com 53 leitos, sendo considerado de pequeno porte e atendendo pacientes com problemas de baixa e média complexidade. Funciona 24h por dia, sendo que das 8h às 17h o atendimento é apenas de emergência, os casos de urgência são atendidos no posto de saúde da cidade, nos demais horários são atendidos todos os casos de urgência e emergência de baixa e média complexidade, também é feito o primeiro atendimento e encaminhamento aos pacientes com problemas de alta complexidade. 


É o único hospital do município de Turvo, o mais próximo de mesmo nível de atendimento, porém de médio porte, fica em Pitanga, a 40km de distância. Outro hospital de mesmo nível que havia na região, ficava em Palmital, porém fechou as portas há quase dois anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário