segunda-feira, 28 de maio de 2018

Aulas estão suspensas em 99 municípios do Paraná


A falta de transporte escolar e dificuldade de locomoção dos professores têm agravado a situação das escolas da rede estadual de ensino. A greve está afetando também o abastecimento das escolas e muitos colégios já estão sem gás de cozinha e com poucos suprimentos para a merenda escolar.

Com isso, as aulas estão suspensas em 99 municípios de todo o Estado. Dos 32 Núcleos Regionais de Educação do Paraná, nove suspenderam as aulas em todos os municípios de suas jurisdições. Nas demais regiões do Estado, as paralisações são pontuais.

Nas cidades onde as aulas estão mantidas, é preciso atenção dos pais porque algumas escolas anunciaram que vão paralisar as atividades. É o caso de Diamante Norte e de Santa Cruz de Monte Castelo, onde não haverá aula nos colégios do campo, e em Guaraqueçaba e Pontal do Paraná, no Litoral, onde algumas escolas não vão funcionar.

A Secretaria de Estado da Educação orienta os pais e responsáveis que entrem em contato com as escolas onde os filhos estudam para verificar se há aula ou transporte normal, parcial ou não.

CURITIBA – Das 167 escolas da rede estadual em Curitiba, cinco não terão aula nessa terça-feira. São os colégios estaduais Santa Cândida, da Guarda Mirim, Aníbal Khury Neto, Júlio Mesquita e Elias Abraão.

REPOSIÇÃO – As suspensões não prejudicarão o calendário escolar e todos os estudantes terão as aulas repostas. O Núcleo de Guarapuava, por exemplo, já anunciou que a reposição ocorrerá entre os dias 16 e 18 de julho, diminuindo em três dias o período de férias de inverno.

Com o feriado de Corpus Christi, já constava no calendário escolar que não haveria aula em toda a rede estadual na sexta-feira (01). A expectativa é que a situação do transporte nas estradas se normalize para que na próxima semana, a partir do dia 4 de junho, as aulas em todo estado estejam normalizadas.

A lista completa com a situação das aulas em todo o Paraná nesta terça-feira (29) pode ser conferida AQUI.

Fonte: AEN

Oportunidade em Cooperativa de Crédito Cresol Vale das Araucárias - Região de Guarapuava


Mulher é encontrada morta ao lado de veículo em Cantagalo


Após solicitação relatando que havia uma mulher morta ao lado de um veículo Fiat uno de cor branca, placas ACM9465, o qual encontrava-se em uma estrada rural na Linha São Francisco a equipe Policial deslocou até o local, onde confirmou o fato.

Sendo que a mulher que estava em óbito tem as mesmas características de uma mulher desaparecida conforme boletim de ocorrência registrado na polícia civil de Cantagalo nesta data. A qual foi identificada como Eroni Xavier de Lima.

Foi feito isolamento do local e informado a polícia civil de Cantagalo, sendo que compareceram no local o Delegado Dr. Igor e o Investigador Bernardo para os quais foi repassado a ocorrência.

Governadora confirma liberação do trânsito de combustíveis no Paraná



A governadora Cida Borghetti anunciou nesta segunda-feira (28) a liberação do transporte de combustível em todo o Estado do Paraná. A medida vale para todos os derivados do petróleo: gasolina, óleo diesel, querosene e gás de cozinha, além de etanol. “O diálogo no Paraná está prevalecendo e mais uma vez somos protagonistas no País ao conseguir a liberação do transporte de todos os derivados produzidos pela Petrobras no Estado”, afirmou a governadora.

A liberação das cargas de combustível é resultado de um novo encontro da governadora com as lideranças dos caminhoneiros, realizado no Palácio Iguaçu. Na reunião, Cida também confirmou que todas as concessionárias de pedágio do Paraná já foram notificadas sobre a isenção da cobrança de tarifas sobre o eixo suspenso, conforme determina a Medida Provisória editada pelo governo federal.

Durante o encontro com representantes do caminhoneiros do Paraná, a governadora reforçou a importância do tráfego de produtos de primeira necessidade, que atendam as famílias, e de alimentos que servem à criação animal. Foi fechado um entendimento de que todos os caminhões identificados com o selo da Defesa Civil, independentemente da carga, devem ser liberados de qualquer obstrução que ocorram nas estradas. "Compreendemos as necessidades e vamos colaborar", afirmou Plínio Dias, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de São José dos Pinhais.

A governadora lembrou que o Paraná está fazendo todo o esforço possível para minimizar os impactos do movimento dos caminhoneiros na vida dos paranaenses. No domingo, ela anunciou a redução de base de cálculo do ICMS que incide sobre o diesel e que vai resultar na diminuição do valor dos combustíveis nas bombas.

“A preocupação do nosso governo neste momento não é com as perdas na arrecadação e sim com a melhoria da situação para os paranaenses”, afirmou a governadora quando questionada sobre a queda na receita de impostos. “O Estado já tem a menor alíquota de ICMS do País e terá o maior desconto no preço do diesel nas bombas”, disse Cida Borghetti.

OPERAÇÃO – Após o encontro com caminhoneiros, o chefe da Casa Militar e da Defesa Civil Estadual, coronel Maurício Tortato, explicou que o processo de negociação com o movimento vem evoluindo desde o último sábado e que muitos avanços já foram conquistados no Paraná, com a permissão de tráfego de diversos produtos de primeira necessidade. “Desde o início negociamos o trânsito de itens prioritários. Agora avançamos”, afirmou.

Ele destacou que todas as cargas consideradas essenciais poderão circular pelo Estado e ressaltou que no meio da tarde desta segunda-feira pelo menos 34 caminhões com combustíveis já abasteciam postos da região de Curitiba. “A medida vale para todo o Paraná. Esperamos que em dois dias o abastecimento de combustíveis esteja restabelecido em todas as regiões do nosso Estado”.

Fonte: AEN

Apae de Turvo convida a todos para Assembleia Geral Ordinaria


Convidamos a todos associados especiais e contribuintes, pais de alunos, funcionários e comunidade escolar para:

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

Dia 29/05/2018 as 19:30 na sede da APAE.
Ordem do dia:

1° Apreciação e aprovação do relatório de atividades encerrado em 31 de dezembro de 2017.

2° Apreciação e aprovação de contas com base nos demonstrativos contábeis encerrados em 31 de dezembro de 2017, mediante parecer do Conselho Fiscal.

3° Assuntos diversos de interesse social.

Campanha de vacinação contra gripe é estendida até 9 de junho



Os paranaenses que pertencem ao público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe têm agora até o dia 9 de junho para procurar a vacina nos postos de atendimento. Com a medida, espera-se aumentar a taxa de cobertura vacinal, especialmente entre crianças de 6 meses a 4 anos e pessoas com doenças crônicas. O anúncio foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde nesta segunda-feira (28).

“Por conta das dificuldades para locomoção da população devido à falta de combustível causada pelas paralisações nas estradas, decidimos estender a campanha até 9 de junho. Ficará a critério dos municípios a realização ou não do ‘Dia D’ de vacinação no final da campanha”, explica o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

Até agora, a campanha já atingiu 76% do público-alvo, estimado em 2,3 milhões de pessoas. O Paraná é o Estado com maior cobertura vacinal na região sul do país. Ainda assim, o índice de cobertura vacinal em alguns grupos preocupa. Entre crianças de 6 meses e 4 anos, por exemplo, só 54,5% foram vacinadas. A vacinação entre pessoas com doenças crônicas também está abaixo do esperado. Pouco mais da metade das 739 mil doses disponibilizadas para esse grupo foram aplicadas.

Como lembra a superintendente da Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini, das 14 mortes causadas pela gripe registradas no Estado, 11 eram pessoas a partir de 60 anos com alguma doença crônica. “São pessoas mais frágeis, com menos resistência. Elas precisam se vacinar para terem menor risco de complicações caso tenham contato com o vírus da gripe”, alerta.

PROTEÇÃO – O técnico em informática Jefferson Detoni conta que se vacinou já no início da campanha. Ele faz parte do público-alvo da vacinação por conta da necessidade de passar regularmente por hemodiálise. “Participo da vacinação desde a primeira campanha. Além de me proteger da gripe, deixo de ser um vetor da doença. Não pego gripe e nem passo para os outros”, conta.

Entre as doenças e condições clínicas que incluem as pessoas no público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe está diabetes, doenças crônicas respiratórias, renais, cardíacas, hepáticas e neurológicas, transplantados, obesidade grau III, portadores de trissomias (Sídrome de Down, Sídrome de Klinefelter, Síndrome de Wakany, dentre outras) e imunossupressão (comprometimento do sistema imunológico). Essas pessoas devem levar a indicação médica para poder receber a vacina contra a gripe.

Fonte: AEN

Prefeitura de Turvo paralisa parte das atividades por falta de combustível


Serviços públicos temporariamente paralisados devido a falta de combustível:

Saúde: PSFs do interior
Educação: Escolas e Cmeis
Família e Desenvolvimento Social: Serviços externos como cadastro único, cras volante entre outros
Agricultura e pecuária: Assistência técnica reduzida
Infraestrutura e Obras: máquinas e veículos paralisados

Demais serviços/atendimentos continuam normalmente.

Fonte: Prefeitura de Turvo

PRF realiza mais de 30 escoltas de cargas essenciais no Paraná

Ações de policiais rodoviários federais vêm garantindo a continuidade de serviços básicos como transporte coletivo, aviação e saúde



Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) já realizaram pelo menos 30 operações de escolta a cargas essenciais desde a última quinta-feira (24) no Paraná.

As operações de escolta da PRF –eventualmente realizadas também em conjunto com outras forças de segurança– têm garantido a continuidade da operação de uma série de serviços básicos como transporte público, saúde e aviação.

Entre as cargas escoltadas diariamente estão combustíveis para empresas de transporte coletivo, aeroportos, ambulâncias e viaturas policiais; gás de cozinha para hospitais e unidades do sistema penitenciário; insumos hospitalares; medicamentos e cargas vivas ou perecíveis.

As manifestações dos caminhoneiros completaram uma semana na manhã desta segunda-feira (28).

Fonte: PRF

Abcam confirma acordo com governo e pede fim da paralisação


A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) confirmou hoje (28) a assinatura do acordo para pôr fim à paralisação dos caminhoneiros autônomos. O governo federal decidiu congelar por 60 dias a redução do preço do diesel na bomba em R$ 0,46 por litro, valor referente ao que seria a retirada do PIS/Cofins e da Cide sobre esse combustível. Depois desse período, o preço do diesel será ajustado mensalmente. Além disso, a alíquota da Cide sobre o diesel será zerada até o final do ano.

“A Abcam considera o acordo assinado uma vitória, já que o anterior previa uma redução de apenas 10% por apenas 30 dias. Entretanto, a associação acredita que até dezembro deste ano o governo encontre soluções para que essa redução seja permanente”, informou a associação, em nota.

Ministros que integram o gabinete de crise e representantes da área econômica do governo passaram o dia reunidos, ontem (27), no Palácio do Planalto, para calcular os impactos do acordo, assinado à noite por lideranças dos caminhoneiros autônomos.

“Sendo assim, já que o objetivo foi alcançado, a Abcam pede a todos os caminhoneiros que voltem ao trabalho”, diz a nota da entidade.

Em mensagem, o presidente da Abcam, José da Fonseca Lopes, pediu que os caminhoneiros voltem satisfeitos e orgulhosos. “Conseguimos parar este país e sermos reconhecidos pela sociedade brasileira e pelo governo. Nossa manifestação foi única, como nunca ocorreu na história. Seremos lembrados como aqueles que não cederam diante das negativas do governo e da pressão dos empresários do setor. Teremos o reconhecimento da nossa profissão, de que nosso trabalho é primordial para o desenvolvimento deste país. Voltem com a sensação de missão cumprida, mas lembrando que a luta não termina aqui”, disse.

Fonte: Agencia Brasil




Mulher morre em acidente em Guarapuava; motorista que causou acidente estava bêbado


Uma mulher de 24 anos morreu em um grave acidente na noite de ontem (27) em Guarapuava. Por volta de 19h30 a moto conduzida por Tatiana Kultz foi atingida na traseira por um HB 20. O nome do condutor do carro, que causou o acidente, não foi divulgado. Ambos seguiam em direção ao bairro São Cristóvão.

O motorista do HB 20 estava bêbado, segundo confirmou à reportagem da Rádio Cultura a Polícia Civil. O exame atestou que 0,69 miligramas de álcool por litro de ar. Conforme já apurado pela Polícia, ele estava em um churrasco e se deslocava para buscar um amigo quando aconteceu o acidente.

Segundo o Corpo de Bombeiros quando as equipes chegaram ao local para prestar o atendimento a mulher já estava morta. O corpo foi recolhido pelo IML (Instituto Médico Legal) de Guarapuava.

Tatiana Kultz era estudante da Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste). Ela cursava o último ano da graduação em Secretariado Executivo.