segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Homem é preso por embriaguez ao volante e violência doméstica na Palmeirinha




A equipe RPA do SUB-DPM da Palmeirinha recebeu através do telefone do destacamento várias ligações dando conta de que na Vila Rural teria um cidadão dirigindo em alta velocidade e realizando manobras perigosas quase vindo a colidir com transeuntes. 
Com estas informações a equipe deslocou até o local, onde ao adentrar a rua principal da Vila Rural Maria das Dores na metade da primeira quadra avistou um veículo GM/Monza de cor cinza obstruindo a via (parado no meio), sendo que o condutor ao avistar a viatura demonstrou nervosismo e tentou arrancar com o veículo, ao tentar fazer isso o condutor acabou se atrapalhando e retornou com o veículo para trás ao invés de subir e acabou por acertar com o veículo uma árvore que estava ao lado da via. Diante do ocorrido, a equipe deu voz de abordagem ao condutor, o qual desceu do veículo visivelmente embriagado, com os olhos vermelhos, andar cambaleante e forte odor etílico. 

Realizado busca pessoal e nada de ilícito localizado. O mesmo estava com lesões na face próximo do olho direito e no nariz, questionado sobre a origem das lesões o mesmo informou que foi cobrar uma dívida de um carro que teria vendido para a pessoa e obteve como resposta um soco em seu rosto. Realizado buscas no interior do veículo sendo localizado em seu interior um facão usado com cabo de borracha e 01 litro de aguardente vazio. Realizado a consulta operacional do veículo e constatado que o mesmo possui débitos, tendo como último ano de licenciamento o ano de 2011. Diante dos fatos, acionado o guincho do batalhão para realizar o recolhimento e posterior entrega do veículo no pátio. 

Enquanto a equipe aguardava a chegada do guincho e preenchia a documentação, compareceu no local uma senhora, a qual informou a equipe que é amasiada com a pessoa do abordado a aproximadamente sete meses e que na data de hoje pela manhã o mesmo levantou cedo e disse que iria buscar um carro, mas minutos depois o mesmo reapareceu e começou a lhe tratar de maneira diferente, relata que ele falou que queria ter uma conversa séria com ela e que o mesmo já estava embriagado, então começou a lhe xingar de diversos nomes, na sequência ele arremessou uma garrafa de cerveja na direção da mesma conseguiu desviar vindo a acertar ao lado de seu pé. 

Na sequência o autor arremessou um copo na parede da cozinha, falando que se não estivesse bom era pra sair de casa, e que o autor disse que se precisasse dava uma mão para ela sair de casa. 

Neste momento a senhora procurou alguém para levá-la até o Destacamento Policial Militar da Palmeirinha para registrar o Boletim de Ocorrência, mas avistou a equipe com seu amásio abordado conforme relato inicial do boletim de ocorrência e questionada a mesma se tinha interesse na representação, a mesma disse que sim. 

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao autor e deslocado até a Policia Rodoviária Estadual com o autor para realizar o teste de etilômetro, sendo realizado o teste sem qualquer tipo de coação física ou moral, tendo como resultado 0,68 mg/l, sendo na sequência as partes conduzidas para a 14ª SDP para os procedimentos cabíveis. 

Foram lavradas as notificações pertinentes e recolhido o veículo ao pátio do PPTran do 16º BPM.

Ainda no domingo, a PM da Palmeirinha durante fiscalização, apreendeu  uma motocicleta que estava como problema de documentação, que e foi recolhido ao pátio por infração de trânsito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário