terça-feira, 20 de março de 2018

Familiares de assaltantes mortos em Pitanga tentam a liberação dos corpos



Familiares dos dois quadrilheiros mortos durante troca de tiros com policiais em Pitanga encontram-se na Delegacia de Polícia em Guarapuava, desde as primeiras horas da manhã desta terça feira (20). Um carro funerário de São José dos Pinhais e outro de Almirante Tamandaré encontram-se estacionados em frente ao IML para o translado dos corpos.

Entretanto, embora o reconhecimento dos corpos tenha sido feito por familiares, como ambos estão sem documentação, não haverá a liberação para velório e sepultamento. “Vamos aguardar o laudo necropapiloscópico. As impressões digitais serão coletadas e encaminhadas ao Instituto de Identificação em Curitiba onde serão comparadas com aquelas registradas num banco de dados. Só após o retorno dos laudos e a confirmação das identidades é que os corpos serão liberados às famílias”, disse um dos funcionários do IML ao RSN. Esse tipo de exame é complexo e pode levar até um ano para ser concluído. Porém, como há pedido de urgência a expectativa é de que possa sair ainda hoje (20). A parente de um dos mortos disse ao portal RSN que eles não são da mesma família e que uma não conhecia a outra.

Os dois assaltantes faziam parte de uma quadrilha especializada em roubos e explosões de agências bancárias. Junto com outros, eles assaltaram três agências na madrugada dessa segunda feira (19) em Pitanga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário