quarta-feira, 30 de junho de 2021

Aproveite as ofertas do Suprema Supermercado de Turvo

 


Polícia Civil alerta população para golpe que explora imagens íntimas das vítimas



A Polícia Civil do Paraná (PCPR) alerta a população para o golpe virtual em que a vítima encaminha imagens íntimas aos criminosos e depois é chantageada a pagar uma quantia para que a conversa não seja divulgada.

O esquema criminoso funciona a partir de um perfil falso em que, geralmente, o indivíduo finge ser uma mulher de 18 anos ou menor de idade. Em seguida, aborda, conversa e sugere que a vítima encaminhe fotos íntimas. Posteriormente, envia outra mensagem e se passa por investigador, delegado ou até mesmo advogado, dizendo que a jovem sofreu danos psicológicos por conta das imagens recebidas.

O golpista alega que, para resolver a situação, a vítima deve depositar diversos valores em uma conta bancária, caso contrário irá tomar uma providência como registrar um boletim de ocorrência, acionar a Justiça ou divulgar essas imagens e o rosto da vítima.

A PCPR orienta que, caso essas imagens já estejam em posse dos suspeitos, nenhum tipo de transferência financeira deve ser feita e o contato deve ser bloqueado. A vítima deve registar boletim de ocorrência.

As forças policiais também orientam para que se tenha cuidado redobrado ao compartilhar imagens íntimas. Qualquer abordagem de um suposto advogado deve gerar busca por informações sobre o profissional e o escritório sobre o caso.

Turvo registra mais 09 casos de Covid-19

 


Curso Informática Básica em Turvo



A Secretaria Municipal de Indústria e Comércio está oferecendo o curso Informática básica: o computador e os dispositivos de hardware e software.

Com objetivo da inclusão de jovens, adultos e idosos no meio digital.

Com início dia 21 de agosto, o curso terá aulas presenciais de segunda a sexta-feira, com opções de turno na parte da manhã ou à tarde. Para mais informações, ligue: 42 3642-2294

CONCLUIDO PROCESSO DE REPRESENTAÇÃO DA LEI 8666/1993, CONTRA A GESTÃO DE NACIR AGOSTINHO BRUGER

O tribunal de Contas do Estado do Paraná, conclui o processo de nº 1097927/14, com a informação de nº 2556/21 da coordenadoria de monitoramento de execuções, relativo a representação da lei 8.666/1993, (lei de licitações).

Todo esse procedimento se deu através de denuncia formalizada junto ao TCE-PR, pelo vereador Eraldo Mattos de Oliveira, quando das conclusões da CPI do lixo, pela Câmara Municipal de Turvo, com supostas irregularidades na contratação de empresa de coleta de lixo no município, tudo isso apurado através da CPI e encaminhado tanto ao TCE-PR. Como ao Ministério Público, o que após ser decorridos prazos de defesa e juntada de documentos, foi concluído pelo TCE-PR, de que realmente houve superfaturamento nas licitações denunciadas.

Restava apenas a conclusão da coordenadoria de execuções, quanto aos valores a serem aplicados ao ex-prefeito, tanto no sentido das multas, como na devolução dos valores pagos acima dos valores vigentes em 2014, através do pregão nº 54/2014 e pregão 55/2014, devidamente acrescidos de correção monetária.

O valor das multas a serem recolhidas pelo ex-prefeito junto a Secretaria de Estado da Fazenda resultou em R$ 685.609,90 (Seiscentos e oitenta e cinco mil, seiscentos e nove reais e noventa centavos), valores esses que tem prazo de pagamento para 02 de julho de 2021, ou ainda o pagamento da primeira parcela nessa mesma data, caso nada disso ocorra, passa o mesmo a constar de divida ativa.

Já os valores a serem devolvidos ao município de Turvo, chegam a R$ 2.285.366,32 (Dois milhões, duzentos e oitenta e cinco mil, trezentos e sessenta e seis reais e trinta e dois centavos), também com o prazo de até o dia 02 de julho para pagamento ou da primeira parcela ou do valor integral.

Faleceu Luciano Nascimento Zeni



Faleceu na madrugada dessa quarta-feira (30) no Hospital Regional de Guarapuava, o Turvense Luciano Zeni, aos 44 anos, vítima da Covid-19.

Luciano é filho do senhor Zizo Zeni, casado com Marciele Sbissigo, e e atualmente estava morando em Guarapuava.

O sepultamento será no Cemitério Municipal de Turvo, em horário a ser definido.

Turvo registra geada na manhã mais gelada do ano com temperatura de -2°C

 


Turvo - PR teve a manhã mais gelada do ano nesta quarta-feira (30), com temperatura de -2°C.

Quem levantou bem cedo para registrar a geada foi o Grupo Ecopedal Turvo - PR








TURVO

 


Pai e filho indígenas são encontrados mortos em Pitanga


Em data de 29 de junho, por volta das 14h20min, uma equipe de Rádio Patrulha deslocou até a Rua Mauricio Orlando dos Santos, na Praça São Basílio, em Pitanga para dar atendimento a uma situação de que duas pessoas se encontravam em óbito naquela praça, fato relatado por um enfermeiro da UBS Municipal. 

No local a equipe constatou o óbito de dois indígenas, sendo identificados como pai e filho, informações essas prestadas pela tia dos mesmos, a qual se fez presente no local. 

Informou a mulher que seus sobrinhos não possuem documentos pessoais e são moradores do Município de Manguerinha. 

No local do fato, os dois indígenas estavam caídos ao chão, próximos de um litro de bebida alcoólica, e não apresentavam lesão aparente. 

Diante da situação o local foi isolado e acionados os Órgãos competentes.

Fonte: PM

terça-feira, 29 de junho de 2021

INAUGUROU EM TURVO A ADM CRED


Já está em pleno funcionamento em Turvo, a ADM CRED, venha conhecer os diversos serviços oferecidos como empréstimos para aposentado e pensionista do INSS.

Está com conta atrasada? Saque agora seu FGTS – Valor liberado em até 24 horas, sem parcelas mensais e sem análise de crédito.

Venha para a ADM CRED, que fica na Avenida 12 de Maio nº 980, em frente ao Supermercado GaitKosta.

Para mais informações chame no WhatsApp: 42 9 8401-8828.


Conheça mais sobre nossos produtos:




Turvo registra mais 14 casos de Covid-19

 

Paraná registra madrugada mais fria do ano; 24 municípios tiveram temperaturas negativas


O Paraná registrou nesta terça-feira (29) a madrugada mais fria do ano, com temperaturas negativas em 24 municípios. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), em General Carneiro, na região Sul, a mínima foi de -3,9 °C, a menor temperatura do ano no Estado. Em Palmas, no Sudoeste, os termômetros apontaram -3,8 °C e em Guarapuava, no Centro-Sul, a mínima registrada foi de -3,4 °C.

Nesta terça-feira, o frio intenso atingiu até mesmo regiões consideradas mais quentes como o Oeste do Paraná. Cascavel amanheceu com -2,8º °C, Palotina e Toledo registraram -2,0 °C, Marechal Cândido Rondon, -0,8 °C, e Foz do Iguaçu 0,6 °C.

As outras cidades com valores negativos registrados nesta madrugada foram Inácio Martins (-2,7 °C), Assis Chateaubriand (-2,5 °C), Clevelândia (-2,0 °C), Francisco Beltrão (-1,5 °C), Pinhão (-1,5 °C), Laranjeiras do Sul (-1,4 °C), Lapa (-1,0 °C), Ponta Grosa (-0,8 °C), Capanema (-0,7 °C), Palmital (-0,6 °C), Irati (-0,5 °C), Colombo (-0,5 °C), Campo Mourão (-0,5 °C), Pinhais (-0,2 °C), Capitão Leônidas Marques (-0,2 °C) e Ubiratã (-0,1 °C).

Curitiba, na região Leste, amanheceu com 0,6 °C, mas, segundo o Simepar, a sensação térmica chegou a -3,0 °C. Durante a madrugada, a Capital registrou ventos de até 43 km/h.

PRÓXIMOS DIAS – A meteorologista do Simepar Lídia Mota lembra que uma das características do inverno é o ingresso de massas de ar frio e seco no território paranaense, causando quedas bruscas nas temperaturas num intervalo entre 24 e 48 horas. O frio intenso, associado a massas de ar de origem polar, favorece a formação de geadas em boa parte do Estado. Também é comum a ocorrência de nevoeiro.

Lídia explica que a queda na temperatura no Estado no início desta semana se deve à chegada de massa de ar seco. “Para esta quarta-feira, ainda podemos esperar temperaturas negativas em algumas regiões, com previsão de geada em diversos pontos do Paraná nas próximas 48 horas”, disse.

Para o fim de semana, no entanto, a tendência é de alta nas temperaturas. “Essa massa de ar polar, que derrubou as temperaturas na região Sul do Brasil, segue atuando no Paraná, mas as condições do tempo deverão mudar nos próximos dias e atingir temperaturas um pouco mais elevadas”, explicou Lídia Mota.

CHUVAS – De acordo com o Simepar, choveu em Curitiba nesta segunda-feira o total de 15 mm em 24 horas. Durante o mês de junho, o volume registrado foi de 96,2 mm, sendo que a média para o mês é de 108,1 mm. O volume está abaixo da normalidade e o Paraná segue vivendo um cenário de emergência hídrica e rodízios de abastecimento.

Os municípios com maior volume de chuvas registradas nas últimas 24 horas no Paraná foram Inácio Martins (39,6 mm), Lapa (30,0 mm), Guarapuava (29,8 mm), União da Vitória (23,0 mm) e Ponta Grossa (18,0 mm).

Julho e agosto são os meses mais secos do ano no Paraná. A partir da segunda quinzena de setembro, começam as alterações no regime de chuvas típico de inverno, com o desenvolvimento de áreas de instabilidade causado pelo aquecimento mais acentuado da atmosfera entre o Centro-Oeste brasileiro e o Paraguai.


Turvo registra a 30ª morte por complicações da Covid-19


Nesta terça-feira (29), Turvo registrou a 30ª morte por complicações da Covid-19.

A vítima, Airton Marcondes, de 75 anos estava internado no Hospital Bom Pastor.

O cortejo saíra ás 14h00, da frente da sua residência, na Avenida Moacir Julio Silvestre, nº 622.

O senhor Airton é pai do Cartucho que trabalha na Loja do Marcelão.


Informou Funerária SerLuto de Turvo.

Morre caminhoneiro que foi atropelado por carro em Turvo


Morreu na manhã desta terça-feira (29), o caminhoneiro José Maria Pereira, aos 56 anos.

Na noite dia 27 de maio, José teria deixado o caminhão estacionado e estava indo para a casa jantar, para posteriormente seguir viagem, quando na Avenida Moacir Julio Silvestri, foi atropelado por um carro.

José foi socorrido inconsciente para o hospital de Turvo, e devido a gravidade foi transferido para Guarapuava, onde ficou por vários dias na UTI. Ele teve alta e veio para casa, mas teve complicações em sua recuperação, voltou para o hospital e veio a falecer nesta manhã.

O velório será na Capela Mortuária de Turvo, e o sepultamento será ás 09h00 desta quarta-feira.

.

Botão do Pânico gera 200 atendimentos e Estado amplia acesso a mulheres de mais cidades


Duzentas mulheres paranaenses com medidas protetivas emitidas pelo Poder Judiciário, vítimas de algum tipo de violência, já usaram o Botão do Pânico do aplicativo 190 PR da Polícia Militar, lançado oficialmente em março. O serviço, que opera na Região Metropolitana de Curitiba e no Interior, é um recurso rápido de segurança pública que será ampliado gradativamente até chegar a mulheres dos 399 municípios.


O aplicativo foi implantado em Londrina em dezembro de 2020 para testar a efetividade do serviço. Em março deste ano, chegou a Apucarana, Arapongas, Araucária, Campo Largo, Cascavel, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Irati, Londrina, Maringá, Matinhos, Paranaguá, Pinhais e Ponta Grossa. Neste mês, foi ampliado para São José dos Pinhas, Almirante Tamandaré, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Cerro Azul, Colombo, Rio Branco do Sul, Antonina, Guaratuba, Morretes, Pontal do Paraná e Piraquara.

“Desde o início do projeto, 200 mil mulheres baixaram o aplicativo 190 PR com o Botão do Pânico no Paraná e 200 já usaram o recurso e foram atendidas pelos policiais militares. É um serviço eficaz que permite o rápido acionamento de uma equipe policial para garantia da proteção da mulher contra qualquer ameaça”, explicou o Subcomandante-Geral da PM, coronel Rui Noé Barroso Torres.

Os acionamentos ocorreram em diversas situações. Segundo o coronel, os policiais militares se depararam com casos de violação da decisão judicial de ficar afastado da mulher e até mesmo agressões morais e físicas. Cada ocorrência gera um tipo de encaminhamento e orientação. “Nosso objetivo com esse aplicativo é agilizar o atendimento e impedir que novas situações ocorram para aquelas mulheres que já possuem a medida”, complementou.

DENÚNCIA – Segundo o coronel, o Botão é uma ferramenta que aos poucos vai sendo incorporada no Paraná, com tendência de se estabelecer como política pública. “A quantidade de mulheres que já têm o aplicativo mostra que houve um grande avanço no desejo de proteção e de denunciar, mas muitas vítimas ainda não têm medida protetiva deferida ou um processo em andamento, o que é algo que enfrentamos diariamente na sociedade”, disse.

Ele reforça que a denúncia é a melhor decisão de qualquer vítima para cessar a violência. "A participação da sociedade é fundamental para que a PM possa dar resposta a esses casos e até reforçar as ações com base nas informações repassadas pelos cidadãos. Além do aplicativo 190 PR, temos o 190 para emergências e também o Disque-Denúncia 181, em que o anonimato é preservado”, reforçou.

COMO FUNCIONA – Para ter o Botão do Pânico Virtual, a mulher deve instalar o aplicativo 190 PR, disponível para download gratuitamente para Android e IOS. Depois, no processo de instalação, é necessário fazer um cadastro com dados pessoais e inserir o documento da medida protetiva. No aplicativo há um botão vermelho. Ao ser acionado, gera um atendimento de emergência ao local da vítima, baseado na localização do smartphone da solicitante.

A vítima também pode enviar um áudio ambiente de até 60 segundos para o Centro de Operações Policiais Militares (COPOM), a fim de que a equipe policial já tenha detalhes da ocorrência antes mesmo de chegar ao endereço. A inovação agiliza o atendimento, uma vez que não será necessário preencher dados ou fazer uma ligação ao 190 para solicitar uma viatura, pois todas as informações do usuário cadastrado no aplicativo, bem como a medida protetiva e a identificação do agressor, estarão disponíveis para consulta dos policiais militares que atenderão a chamada.

Segundo o Tribunal de Justiça do Paraná, as mulheres que possuem a medida protetiva devem solicitar o Botão do Pânico junto ao juiz responsável pelo caso na sua cidade. Vítimas que não têm a medida podem solicitar junto à Justiça por meio da Polícia Civil, da Defensoria Pública ou de um Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Após a análise é que a ordem judicial para ter o Botão é concedida.

O Botão do Pânico é resultado do trabalho integrado entre a Polícia Militar, o Tribunal de Justiça, a Assembleia Legislativa, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação (Celepar).

DADOS – Segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública, os casos de violência contra a mulher tiveram redução de 19% no primeiro trimestre deste ano. Nos primeiros três meses de 2021 houve 44.922 ocorrências, contra 55.242 casos no ano passado. Somente na Capital, 7.166 ocorrências atendidas estavam relacionadas a crimes com mulheres como vítimas, contra 10.639 ocorrências em 2020 (diminuição de 30%).

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Paraná registra 4.950 novos casos e 06 óbitos pela Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (28) mais 4.950 casos e 6 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.267.322 casos confirmados e 30.280 óbitos.

Os casos divulgados nesta segunda-feira são de janeiro (27), fevereiro (162), março (89), abril (72), maio (1.964) e junho (2.601) deste ano e dos seguintes meses de 2020: março (2), abril (1), junho (1), setembro (3), outubro (5), novembro (5) e dezembro (18).

INTERNADOS – O informe relata que 2.309 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 1.866 em leitos SUS (951 em UTIs e 915 em enfermarias) e 443 em leitos da rede particular (235 em UTIs e 208 em enfermarias).

Há outros 2.554 pacientes internados, 1.052 em leitos de UTI e 1.502 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão nas redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais seis pacientes. São 3 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 45 a 80 anos. Os óbitos ocorreram de 12 de maio a 26 de junho de 2021. Os pacientes que foram a óbito residiam em Ponta Grossa (2), Corbélia, Curitiba, Céu Azul e Paiçandu.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 6.695 casos e 171 óbitos de residentes de fora do Paraná.

Aproveite as ofertas da Terça Verde do Suprema Supermercado de Turvo

 


Morador de Turvo fica ferido ao capotar veículo na PRC-466


Na manhã desta segunda-feira (28), aconteceu um capotamento na PRC-466 na Localidade da Dodge, em Turvo.

O condutor do veículo Fiat/Uno que é morador de Turvo, Rodrigo Toledo, contou para a reportagem do Blog do Elói que seguia pela rodovia quando perdeu o controle da direção, saiu da pista e capotou.

Rodrigo sofreu ferimentos, foi socorrido para o Hospital Bom Pastor, foi necessário alguns pontos na cabeça, ficou em observação e foi liberado na parte da tarde.


Turvo registra mais 22 casos de Covid-19

 


Frio intenso leva Sanepar a alertar sobre proteção dos hidrômetros


O declínio acentuado das temperaturas no início desta semana, em todas as regiões do Paraná, segundo informações do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), pode levar ao rompimento dos equipamentos que fazem a medição do consumo de água, os hidrômetros. A Sanepar alerta os clientes a adotarem cuidados para evitar que o “relógio” seja danificado.

Isso ocorre porque as baixas temperaturas favorecem o congelamento da água dentro da tubulação. Além de transtornos para a Sanepar, que precisa substituir os hidrômetros, também o cliente é prejudicado, podendo ter problemas com vazamentos e ficar sem água até que o equipamento seja trocado.

A proteção do hidrômetro pode ser feita com caixa de papelão, plástico, lona ou madeira. Podem ser usados outros tipos de materiais que impeçam o acúmulo de gelo sobre o hidrômetro e o encanamento, desde que não fiquem em contato direto com a estrutura. O material deve ser de fácil remoção para que o leiturista faça a medição do consumo.

O Simepar prevê temperaturas negativas nas Regiões Oeste, Sudoeste Sul, Centro e Sul dos Campos Gerais com ocorrência de geadas moderadas a fortes. O ar frio também será rigoroso no setor norte do Paraná, divisa com São Paulo com formação de geadas. Na Região Metropolitana de Curitiba, as temperaturas mínimas ficam muito próximas de 0,0 °C com umidade elevada.

Nesta segunda-feira (28) chove em praticamente todas as regiões, com intensidade fraca e moderada. O Simepar indica que, a partir do anoitecer, a tendência é de queda mais acentuada das temperaturas, com ênfase para as porções mais ao Sul e Oeste do Estado.

A partir de terça-feira (29), deve haver uma gradual diminuição da condição de chuva sobre o Paraná, estabelecendo-se uma forte massa de ar seco nos três estados do Sul. A previsão é que nas primeiras horas da manhã desta terça a temperatura fique gelada, propiciando a formação de geadas em várias cidades paranaenses.

Leopoldo Czekster é mais uma vítima da Covid-19 em Pitanga

Morreu na manhã desta segunda-feira (28) Leopoldo Czekster, aos 74 anos, vítima da Covid-19.

Leopoldo estava internado na UTI em Ivaiporã.

Não haverá velório e o sepultamento será em horário a ser designado.

domingo, 27 de junho de 2021

Turvo registra mais 03 casos de Covid-19

 


Polícia Militar apreende mais de 600 quilos de maconha em Nova Cantu


Na manhã deste domingo 27 de Junho, Policiais Militares do Destacamento de Campina da Lagoa, executavam patrulhamento na Avenida Presidente Juscelino Kubistcheck, na saída para o município de Nova Cantú, altura do numeral 1491, quando avistaram um veículo GM Cobalt de cor cinza que transitava em sentido contrário a viatura do Destacamento de Campina da Lagoa, sendo assim decidiram abordar o veículo, o condutor empreendeu fuga em alta velocidade e depois de saltar os redutores de velocidade ganhou a rodovia Vasílio Boiko, sendo acompanhado pela equipe que solicitou apoio a sede da 2ª Cia para que fosse feito bloqueio pelo Destacamento de Nova Cantú. O condutor do veículo GM Cobalt empreendeu alta velocidade na Rodovia Vasílio Boiko, e quando acessou o Portal do Município de Nova Cantú, encontrou um bloqueio montado por policiais do referido município.

O condutor do Cobalt desobedeceu às ordens de parada do policial militar empreendendo fuga pela Rua Niterói na área urbana do município de Nova Cantú, momento no qual devido ao excesso de velocidade saltou sobre um redutor de velocidade destruindo parcialmente o veículo na lateral direita, motor e para-choque traseiro. O acompanhamento persistiu pela Rua Niterói até a Rua 13 de Maio, onde o condutor desembarcou do veículo trazendo em sua mão o que parecia ser uma arma de fogo, sendo que o mesmo movimentou o objeto que trazia em suas mãos em direção ao policial militar que estava em seu encalço, sendo necessário o policial militar efetuar dois disparos de arma de fogo para repelir a injusta agressão e proteger sua vida, porém o infrator não foi atingido e acabou fugindo para um matagal existente nas imediações.

Quando os Policiais Militares se aproximaram do veículo, constataram que havia grande quantidade de entorpecente (maconha) que totalizou 623 quilos e 807 gramas. Já no pátio da Delegacia de Polícia Civil de Campina da Lagoa, os Policiais Militares localizaram escondido dentro do painel do veículo Cobalt atrás do velocímetro um rádio transceptor/comunicador sem identificação que estava ligado a chave de seta do veículo visando fugir das eventuais abordagens policiais, o veículo que transportava a droga e o rádio amador encontrado escondido em seu painel foi entregue a delegacia de Polícia Civil de Campina da Lagoa para que fossem tomadas as medidas cabíveis.


Informações e fotos - 11º BPM - 2ª CIA - Polícia Militar



.

Decreto Municipal atualiza as medidas restritivas em Turvo













 

Aproveite as ofertas da Segunda Imperdível do Suprema Supermercado de Turvo

 

Paraná registra 4.604 novos casos e 05 óbitos pela Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (27) mais 4.604 casos confirmados e 5 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.262.372 casos confirmados e 30.274 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (16), fevereiro (76), março (50), abril (54), maio (1.113), junho (3.270), e dos seguintes meses de 2020: março (1), abril (1), junho (1), setembro (3), outubro (3) novembro (5) e dezembro (11).

INTERNADOS – O informe relata que 2.388 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.922 pacientes em leitos SUS (977 em UTI e 945 em enfermaria) e 466 em leitos da rede particular (255 em UTI e 211 em enfermaria).

Há outros 2.467 pacientes internados, 992 em leitos UTI e 1.475 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão na rede pública e rede particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 5 pacientes. Trata-se de uma mulher e 4 homens, com idades que variam de 44 a 79 anos. Os óbitos ocorreram de 24 de junho a 26 de junho de 2021.

Três pacientes que foram a óbito residiam em São José dos Pinhais.

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Guaíra e Toledo.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 6.645 casos de residentes de fora do Estado, sendo que 171 pessoas foram a óbito.

Armas e munições são apreendidas em Laranjal


Por volta das 19h15min do dia 26 de junho, a equipe de Rádio Patrulha deslocou até a Localidade de Chapadão, Área Rural, realizou a abordagem a um bar, identificou os frequentadores, sendo que um dos abordados, de 40 anos, relatou que em sua camionete Hilux havia uma pistola e que seria CAC (Caçador, Atirador, Colecionador) mas não teria a guia de tráfego.

Realizadas buscas no veículo e localizado uma pistola Taurus TH cal.380, carregada com quinze munições intactas. O homem também relatou que em sua residência havia mais armas de fogo e munições. 

No local foi encontrado em um dos quartos, uma Espingarda tipo Carabina cal.38 marca Rossi, municiada com quatro munições intactas, um revólver marca Taurus cal.22 com dois tambores cada um municiado com nove munições intactas, dois carregadores de pistola cal.380, uma Espingarda marca Boito cal.28, uma Espingarda cal.28, uma Espingarda marca Belga cal.32, uma Espingarda cal.16 marca Accibio Cockerill, um revólver cal.38 Special CTGS municiado com seis munições intactas, um revólver cal.32 Smith & Wesson carregado com seis munições intactas, uma Garrucha cal.22 marca Rossi, totalizando 120 munições intactas de cal.380, 21 munições intactas de cal.32, 19 cartuchos intactos de cal.32, 124 cartuchos intactos de cal.38, 06 cartuchos de cal.16 intactos, 290 munições intactas de cal.22 intactas e 06 cartuchos deflagrados de cal.32. 

Diante dos fatos dada voz de prisão ao homem e feito a apreensão das armas de fogo com as munições e encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil de Laranjeiras do Sul.

Fonte: PM

Homem é preso por lesão corporal e violência doméstica em Turvo


Por volta das 18h00min do dia 26 de junho, compareceu ao 3º Pelotão de Polícia Militar de Turvo, uma mulher relatando que estava deslocando com seu marido de motocicleta para a casa de sua sogra e que em determinado momento, seu marido de 35 anos, veio a parar a motocicleta mandando a solicitante descer da garupa e começou a tratá-la de forma ríspida e que lhe agrediu com um soco no rosto, o qual resultou em lesão no lado interno da boca e que depois se evadiu do local. 

A solicitante retornou até sua residência e posteriormente deslocou até o Pelotão da PM. Relatou a vítima que faz mais ou menos dois meses que vem sofrendo agressões verbais que não procurou a Policia Militar por temer que seu marido lhe fizesse algo mais grave. 

Foi deslocado até a residência da mãe do indivíduo, localizado o mesmo e foi dada voz de prisão e conduzido juntamente com a vítima até a 14ª SDP. para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PM

Turvo registra a 29ª morte por complicações da Covid-19

 

Na noite deste sábado (26), Turvo registrou a 29ª morte por complicações da Covid-19.

A vítima, Carmem Maria Fassini, de 57 anos estava internada no Hospital Regional de Guarapuava.

O sepultamento será no cemitério do Rio Pedrinho, com saída do cortejo fúnebre ás 15h00, de frente da Igreja Matriz de Turvo.

sábado, 26 de junho de 2021

Turvo registra mais 10 casos de Covid-19

 


Faleceu em Turvo, Lúcia da Aparecida Rodrigues Mendes

Faleceu neste sábado (26) Lúcia da Aparecida Rodrigues Mendes, aos 57 anos.

Segundo informações, Lucia não se sentiu bem e faleceu antes que fosse levada para o hospital.

A médica testou a causa da morte como suspeita de Covid-19, por conta disso não teve velório.

Lucia foi sepultada no cemitério do Banhado Vermelho.


Informações repassadas ao Blog do Elói pela família.

Ônibus com cerca de 20 trabalhadores tomba na PR-239


Um ônibus com cerca de 20 trabalhadores tombou na PR-239, entre Toledo e Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná, segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE). O acidente aconteceu na noite de sexta-feira (25).

A PRE não informou o número de feridos, mas afirmou que nenhum teve ferimentos graves.

Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da rede privada foram mobilizadas para atender as vítimas.

Conforme a polícia, o veículo saiu da pista e tombou em um barranco ao lado da rodovia, em uma plantação de milho.

As causas do acidente serão apuradas.

A PRE destacou a importância do uso de segurança nos ônibus que transitam em rodovia, pois isso faz diferença em acidentes como esse.

Foto: Policial Web/Imagens cedidas

Software do IDR-Paraná qualifica gestão de fazendas leiteiras e ajuda produtores


Um bom gerenciamento da pecuária leiteira é fundamental para o sucesso da atividade. Planejar o trabalho, estabelecer metas e tomar as decisões adequadas são alguns fatores que influenciam os resultados. Para qualificar os trabalhos de campo, o IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater) iniciou em 2017 a criação de um sistema para automatizar o trabalho dos técnicos e coletar dados, bem como para a análise de resultados. O Sigeap (Sistema de Gerenciamento e Administração de Projetos Agropecuários) é um programa online que pode ser utilizado em computadores, tablets e smartphones.

Atualmente 83 extensionistas do IDR-Paraná estão usando a ferramenta junto a proprietários de gado leiteiro. Entre as propriedades assistidas pela Extensão Rural, 264 já estão cadastradas no sistema. Um projeto-piloto de utilização do Sigeap por parceiros (prefeituras) está em andamento na região de Pato Branco, sob a coordenação do IDR-Paraná, e em breve será levado para outras regiões do Estado.

Luiz Rodolfo Scavazza Gertner, médico veterinário do IDR-Paraná, faz parte da equipe de desenvolvimento do programa. Ele disse que o preenchimento e armazenamento das informações no computador não é o foco da ferramenta, mas sim a possibilidade de analisar esses dados.

“A maior vantagem de ter gestão na unidade de produção é conferir os indicadores para tomar decisões mais assertivas. A interpretação dos dados é importante para saber se uma ação será realmente vantajosa ou prejudicial. Usar esse sistema traz segurança e reduz o tempo de gestão”, afirma. “A finalidade do sistema não é apenas calcular o custo, mas principalmente criar um diagnóstico dos principais pontos de estrangulamento da propriedade e saber onde agir primeiro. O Sigeap auxilia nas tomadas de decisão e de que forma as intervenções devem ser feitas”.

EXEMPLO – Victor Severino Santana, produtor de Iretama, é um exemplo de como um bom gerenciamento pode mudar os rumos de uma atividade. Com a análise dos números da sua propriedade, ele decidiu alimentar o gado apenas com pasto e silagem, reduzindo o uso de ração comercial. A decisão não poderia ser mais acertada, já que o preço do insumo não parou de subir no último ano. Para levantar informações e melhorar o seu gerenciamento, Santana contou com a assistência dos extensionistas do IDR-Paraná.

O produtor e a esposa, Luciana, há tempos viam a margem de lucro com o leite despencar. Há quase três anos o casal passou a contar com a assistência técnica do zootecnista Jorge André Fernandes, do IDR-Paraná de Iretama, que se propôs a fazer um levantamento de todas as despesas da atividade para descobrir o que estava comprometendo a renda da produção leiteira. Com a análise, ficou claro que a ração comprometia a margem de lucro.

O casal decidiu investir os recursos na adubação das áreas de pasto, produzindo alimento para o rebanho, em vez de gastar com ração. Na ponta do lápis, a atividade leiteira na propriedade precisava de uma produção de 43.066 litros de leite por ano, o que em administração se chama "ponto de lucro normal". A partir desse patamar o produtor poderia pagar as despesas e ter algum lucro. Os investimentos acertados superaram as expectativas e, no último ano, a produção chegou a 57.253 litros de leite.

Até pouco tempo atrás o casal armazenava os dados de sua propriedade em planilhas, mas desde o começo deste ano eles passaram a contar com o Sigeap como ferramenta digital, facilitando a análise das informações da propriedade do casal, que atualmente conta com 20 animais em lactação. A produtividade média é de 10 litros de leite por animal/dia.

Para Victor Santana, o uso do Sigeap está fazendo toda a diferença. “Começamos a fazer esse trabalho e agora nós estamos vendo para onde está indo nosso dinheiro. Todos os meses o Jorge vem, pega os dados e depois nos mostra os detalhes. Graças à orientação técnica do IDR-Paraná estamos melhorando nossa renda e sabendo onde é melhor investir e onde podemos reduzir os custos”, contou Santana.

Na opinião de Jorge André, um fator que contribui para o sucesso do Sigeap é a dedicação do casal. “Eles já sabem o resultado de se fazer um bom gerenciamento financeiro. Luciana é muito caprichosa na coleta das informações e até me cobra para saber os resultados o mais rápido possível. Eles sabem que estão indo bem, mesmo no período de alta nos preços dos insumos e preço baixo do leite. Esse trabalho mostra que com assistência técnica é possível superar as dificuldades”, destacou.

O extensionista afirma que gerenciar é uma das funções administrativas mais importantes dentro de uma propriedade. "Acompanhando os dados é possível controlar e administrar os custos, com a visão de aperfeiçoar a administração das atividades e desenvolver a capacidade de aumentar a lucratividade da atividade leiteira", resumiu.

Para ele, é necessário que o produtor perceba o benefício de se ter o controle do quanto gastou, das receitas, do que tem em estoque e o que consumiu. "Este comportamento deve se tornar uma rotina", destacou o extensionista.

Porém, esse empenho dos produtores não é uma regra no meio rural. Jorge afirma que muitos não têm o hábito de anotar e controlar o que produziu ou gastou na atividade leiteira. "Este é um caminho sem volta. Cada vez mais, será necessário que o produtor tenha o controle financeiro de sua propriedade ou que alguém o faça para ele", explicou.

Ele entende que, muitas vezes, o produtor não está preparado para calcular os custos de produção da atividade leiteira. Acrescentou que há dificuldade para coletar os dados, compreender e interpretar as informações. Mas Jorge acredita que as barreiras podem ser superadas com uma assistência técnica de qualidade e o uso de ferramentas que vêm se mostrando cada vez mais necessárias para o produtor rural.

PRÓXIMOS PASSOS – Com o trabalho dos servidores do IDR-Paraná e programadores do Núcleo de Informática da Seab, o Sigeap tem sido aprimorado para atender as necessidades dos técnicos e produtores. “É como qualquer programa que está sempre sendo atualizado para melhor atender os usuários. Ainda tem alguns avanços programados no curto prazo, como relatórios grupais que permitem extrair dados e criar relatórios de grupos de produtores de um ou mais municípios. No médio prazo haverá a evolução para a utilização offline e a criação de um aplicativo”, arrematou.

Fonte: AEN


Álcool em gel adulterado gera prejuízo de R$ 8 mi a cofres públicos, apura TCE-PR


A atuação conjunta do Tribunal de Contas do Estado do Paraná com a Polícia Civil permitiu a identificação de um esquema de venda de álcool em gel adulterado a órgãos públicos. A demanda pelo produto - utilizado para higienizar mãos, mobiliário e ambientes - aumentou consideravelmente durante a pandemia da Covid-19.

Indícios levantados pelos analistas de controle do TCE-PR revelam que a empresa envolvida, situada em São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba), pode ter participado de licitações fraudulentas, gerando prejuízos ao erário que, até o momento, chegam a R$ 8 milhões.

A delegacia de São José dos Pinhais descobriu que a empresa - que não teve o nome revelado - adulterava o produto. No decorrer das investigações, detectou sinais de que essa empresa fraudava o fornecimento do insumo ao setor público. Então, entrou em contato com o TCE-PR, que passou a apurar o envolvimento dela em licitações e compras diretas de insumos para a área médica.

"Vamos aprofundar as investigações. Se for o caso, serão instaurados processos para responsabilizar os agentes públicos que contribuíram com essas irregularidades", revela Roberto Alves Ribeiro, gerente de Monitoramento e Avaliação da Coordenadoria-Geral de Fiscalização do TCE-PR.

Um dos fatos apurados pelos analistas do Tribunal foi a participação da empresa investigada numa compra por dispensa de licitação. As três propostas de preço apresentadas no procedimento tinham origem num mesmo fornecedor, ligado à companhia, o que configura um claro indício de fraude. Segundo Marcus Vinícius Machado, do Núcleo Integrado de Fiscalização do Tribunal, há casos em que empresas de maior porte se subdividem ilegalmente, com o objetivo de obter benefícios oferecidos pela legislação a microempresas e empresas de pequeno porte nas vendas ao setor público.

O titular da Delegacia de São José dos Pinhais, Fábio Machado, revela que o produto adulterado chegou a ser vendido para uma companhia que atua na certificação de vacinas. O fato foi considerado "extremamente grave". Ele conta que até mesmo o certificado que atestava a qualidade do álcool em gel foi fraudado, incorporando a assinatura digital de um responsável técnico que sequer era funcionário da empresa.

Fábio Machado destaca que os empresários envolvidos serão indiciados por crime contra a saúde pública, falsidade ideológica, fraude à licitação e associação criminosa. No caso de agentes públicos eventualmente responsabilizados, além de estarem sujeitos às sanções administrativas impostas pelo TCE-PR, terão os seus processos encaminhados ao Ministério Público.

Fonte: TCE/PR

sexta-feira, 25 de junho de 2021

Guarapuava : Três homens ficam feridos em batida entre caminhão e caminhonete, na PR-170


Três homens ficaram feridos em uma batida na tarde desta sexta-feira (25) entre um caminhão e uma caminhonete, na PR-170, próximo ao trevo de acesso ao distrito de Entre Rios, em Guarapuava, na região central do Paraná.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o motorista do caminhão que estava no sentido Entre Rios contou que foi desviar de outro veículo que estava no acostamento quando atingiu a caminhonete, que estava no sentido contrário.

Duas vítimas estavam na caminhonete e ficaram com ferimentos graves. Já o motorista do caminhão teve ferimentos leves, informou a polícia.

A pista chegou a ficar interditada por quase uma hora até a retirada da caminhonete da pista. O caminhão, que estava carregado com um trator, foi parar em um matagal às margens da rodovia.

Publicidade