segunda-feira, 25 de maio de 2020

Campanha de 31 anos do 16 BPM de arrecadação de mantas e cobertas vai até dia 5 junho


Faça a sua parte e aqueça o ❤️ de alguém. Doe cobertores e mantas, que serão doados a hospitais.

Em Turvo, as doações podem ser deixadas no Destacamento da Polícia Militar.


ÚLTIMOS DIAS: Inscrições para concurso da PCPR vão até 2 de junho


A Polícia Civil do Paraná (PCPR) informa que os interessados em se tornar um policial civil têm poucos dias para aproveitar a oportunidade. As inscrições para o Concurso 2020 vão até as 17h do dia 2 de junho deste ano. A instituição está com 400 vagas abertas, sendo 300 para o cargo de investigador, 50 para delegado e 50 para papiloscopista.

Os interessados devem se inscrever pelo site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná, onde também pode ser encontrado o edital do certame com o conteúdo programático e fases da seleção. Na página também pode ser encontrado o edital do certame com o conteúdo programático e fases da seleção. O calendário previsto no edital está mantido e não sofreu nenhuma alteração.

A prova da 1ª fase para delegado ocorrerá no dia 26 de julho em Curitiba. No mesmo dia, acontecerão as provas da 1ª e 2ª fase para investigador e papiloscopista, também na capital paranaense. O restante do calendário está no edital do Concurso 2020.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito na rede bancária ou nas casas lotéricas, respeitando o horário de compensação bancária, até o dia 3 de junho. A inscrição para o cargo de delegado custa R$ 200, para papiloscopista e investigador o valor é de R$ 120.

Fonte: PCPR

Guarapuava chega a 28 casos confirmados de coronavírus


Saúde autoriza treinos físicos para clubes de futebol profissional


A Secretaria de Estado da Saúde confirmou nesta segunda-feira (25) a liberação para a volta dos treinamentos físicos presenciais dos clubes de futebol profissional do Paraná com calendário esportivo completo. A exigência é que sejam seguidos todos os protocolos de segurança, higiene e distanciamento social para evitar a proliferação do coronavírus no Estado.

Em ofício encaminhado à Federação Paranaense de Futebol (FPF), a Secretaria da Saúde deixa claro que a permissão é válida somente para trabalhos físicos da categoria profissional, não valendo para atletas inscritos nas divisões de base dos clubes.

AGUARDAR RECOMENDAÇÕES - Ainda de acordo com o texto, os treinamentos coletivos (trabalhos técnicos quie simulam situações de jogo), em que há um agrupamento de atletas, devem necessariamente aguardar recomendações da própria autoridade sanitária, ainda sem uma data específica para ocorrer.

O mesmo vale para a disputa de partidas oficiais, como o retorno do Campeonato Paranaense, ou de treinamento (jogos-treino ou amistosos), que também devem aguardar deliberação posterior da secretaria. 

As normativas, reforça a Secretaria da Saúde, poderão ser revistas a qualquer momento. Os critérios adotados são objetivos, técnicos e científicos e levam em consideração a transmissão comunitária, a situação epidemiológica do Covid-19 e a possibilidade de saturação do sistema hospitalar no Paraná.

PROFISSIONAIS – A medida publicada nesta segunda-feira (25) autoriza, além do retorno às atividades de atletas profissionais, também árbitros e assistentes, em quantidade necessária para atender as normas na Fifa, CBF e categoria superior na própria FPF, bem como as equipes técnicas dos clubes paranaenses com calendário nacional para 2020. 

Libera ainda os clubes que podem competir na etapa final do Campeonato Paranaense, em número não superior a nove.

FEMININO – Em relação às atletas femininas de clubes profissionais, somente os que possuírem calendário nacional confirmado pela CBF poderão reiniciar os treinamentos.

Confira AQUI o ofício encaminhado pela Secretaria da Saúde à FPF.o

Motorista de caminhão morre após colidir em árvore na PR-364


O motorista de um caminhão caçamba morreu em um acidente na PR-364, em Irati, na manhã de hoje, 25, por volta das 11h, na serra do Guamirim. Segundo informações preliminares, o condutor perdeu o controle da direção após ficar sem freios e colidiu em uma árvore. Ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

O acidente ocorreu no quilômetro 112 da rodovia no trecho que liga os municípios de Irati e Inácio Martins. Equipes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e do Corpo de Bombeiros de Irati prestaram atendimento no local. 

Paraná soma 3.331 casos de coronavírus e 156 mortes


A Secretaria de Estado da Saúde informa o registro de mais 122 pessoas contaminadas pelo Sars-CoV-2, número de casos acumulados chegou a 3.331. Mais três pessoas morreram em decorrência da infecção, total agora é de 156.

ÓBITOS – As três pessoas que morreram estavam internadas. Dois homens, residiam em: Guapirama, tinha 78 anos e foi a óbito no sábado (23) e outro era morador de Mandaguari, de 67 anos, morreu no domingo (24). Uma mulher de 43 anos que residia em Quitandinha faleceu hoje.

MUNICÍPIOS – 218 cidades paranaenses que têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 62 municípios há registro de óbitos pela doença.
As novas confirmações são nas cidades: Almirante Tamandaré (1), Anahy (1), Andirá (2), Araucária (3), Bandeirantes (1), Cambé (2), Campina Grande do Sul (8), Campo Bonito (3), Cascavel (22), Colombo (2), Cornélio Procópio (2), Curitiba (13), Fazenda Rio Grande (2), Figueira (1), Francisco Alves (1), Guaraniaçu (1), Ibiporã (2), Itapejara D'Oeste (1), Leópolis (1), Londrina (28), Medianeira (1), Missal (1), Ortigueira (1), Pinhais (1), Ponta Grossa (3), Quatro Barras (4), Quedas do Iguaçu (1), Quitandinha (6), Santa Cecília do Pavão (1), Santa Tereza do Oeste (1), São João do Caiuá (1), São José dos Pinhais (1), Sapopema (2) e Uraí (1)

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registrou também mais quatro confirmações de residentes fora do Paraná, são moradores de Campos Novos e Concórdia (Santa Catarina), Rio Branco (Acre) e São Luís (Maranhão). Mais um óbito de residente fora do Paraná entrou nos monitoramento segunda-feira (25): uma mulher de 76 anos residente de Jacupiranga, São Paulo, que morreu no dia 22 de maio. No total, quatro pessoas não residentes no Paraná foram a óbito em alguma das cidades do Estado.

Ajuste:

Um caso confirmado na data de 8/5 como residente em Curitiba foi transferido para Araucária.
Um caso confirmado na data de 8/5 como residente em Araucária foi excluído por duplicidade de notificação
Um caso confirmado na data de 9/5 como residente em Campo Largo foi excluído por duplicidade de notificação
Um caso confirmado na data de 21/5 como residente em Quatro Barras foi transferido para Jacupiranga, em São Paulo.

Na IJ Strapasson Materiais para Construção tem mais de 2 mil opções de cores de tintas Sherwin Williams


A loja I.J STRAPASSON está há 20 anos fazendo qualidade construir confiança, juntamente com a história da Sherwin Williams busca trazer o que a tinta tem de melhor para o seu ambiente. 

Além de mais de 2 mil opções de cores de tintas sherwin williams feitas na hora e entrega na sua obra. Consulte preços e orçamentos, use qualidade, use Sherwin Williams.

Na IJ Strapasson você encontra tudo para construção, materiais elétricos e hidráulicos com as melhores marcas do mercado. 

Venha conhecer a nova loja e conferir nossos preços. 

Estamos em novo endereço, na Rua Paraná, antiga Câmara de Vereadores próximo da Cresol - Fone (42) 3642 -2190.





Comunidade do Rio Bonito e Santa Bárbara entregam doações para o Hospital Bom Pastor de Turvo


A Comunidade do Rio Bonito – São Sebastião e Santa Bárbara realizou neste domingo uma doação de alimentos, produtos de limpeza e um valor em dinheiro para o Hospital Bom Pastor. 

De acordo com os organizadores da comunidade, Sebastião Amaro e Airton Jesus, eles ouviram na Radio Turvo Ativo que o hospital estava realizando uma Campanha de Doações para aquisição de suprimentos e EPI´s em prevenção ao COVID-19, então resolveram mobilizar a comunidade e realizar este ato de solidariedade. 

Desde modo o Hospital Bom Pastor agradece a iniciativa e a todos os envolvidos neste gesto, será de grande utilidade para quem necessita ou vir a necessitar dos serviços prestados pelo hospital. 

Governo entrega cestas básicas a comunidades tradicionais do Oeste


O Governo do Estado reforça o atendimento a comunidades tradicionais neste período de pandemia do coronavírus. Neste mês estão sendo entregues cerca de 1800 cestas básicas a famílias indígenas, quilombolas, ribeirinhos, ilhéus e pescadores artesanais da região Oeste do Paraná.

A ação tem período mínimo de três meses e é realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-Paraná) e a Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social (Sudis), órgão da Governadoria do Estado, em parceria com as prefeituras de Guaíra e Terra Roxa e com a Fundação Nacional do Índio (Funai).

“Essa é uma ação de solidariedade e de parceria muito importante neste momento da pandemia do novo coronavírus, quando as pessoas precisam de alimento para garantir mais imunidade, além dos cuidados com a higiene”, salientou o presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance de Souza.

CORONAVÍRUS - De acordo com a assistente social do instituto em Toledo, Scheila Juliana da Silva, além da execução de políticas públicas com a população rural, o IDR-Paraná trabalha de forma bastante ativa em ações de inclusão social e produtiva das comunidades tradicionais.

Na última visita, foram passadas orientações sobre os cuidados sanitários para se prevenir da contaminação pelo novo coronavírus. “Também foi reforçada a necessidade da permanência nas aldeias e quilombos, evitando exposição em aglomerações e tomando os devidos cuidados com uso de máscara e higienização das mãos”, disse Scheila.

DIÁLOGO - A Sudis tem, entre as atribuições, a tarefa de promover o diálogo com todos os órgãos da administração estadual e, a partir daí, com a sociedade. Segundo o coordenador de Assuntos Indígenas e de Minorias da Sudis, Denilton Laurindo, a entrega de cestas garante o acesso à alimentação de qualidade e ajuda no isolamento, visto que as pessoas não precisam se deslocar do ambiente doméstico.

INCLUSÃO – Entre 2018 e 2019, o IDR-Paraná executou o programa federal Fomento às Atividades Produtivas Rurais em Guaíra, abrangendo 58 famílias. Cada uma delas recebeu R$ 2,4 mil, visando à inclusão produtiva, promoção de segurança alimentar e nutricional e ações de saneamento básico.

O programa contemplou famílias em situação de vulnerabilidade, com renda mensal per capita de até R$ 85,00, inscritas no Cadastro Único do governo federal. São agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores, povos indígenas ou pertencentes a comunidades tradicionais.

Para este ano e no próximo, os municípios de Guaíra e Terra Roxa serão abrangidos pelo programa, com benefício estendido a 190 famílias.

Municípios precisam notificar a cobertura da vacina contra a gripe


A Secretaria da Saúde do Paraná reafirma a importância de os municípios notificarem a cobertura vacinal contra a gripe e o atendimento ao público-alvo. Desde o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a Secretaria da Saúde distribuiu mais de 4 milhões de doses aos 399 municípios do Estado.

Mas, até o momento, o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, recebeu a consolidação de 2,6 milhões de doses registradas como aplicadas pelas secretarias municipais.

A campanha de imunização contra a Influenza começou no dia 23 março e agora está na última fase, que segue até o dia 5 de junho, direcionada a pessoas na faixa dos 55 a 59 anos e professores de escolas públicas e privadas.

A população estimada pelo Ministério da Saúde no Paraná é de 3,844 milhões de pessoas, priorizadas entre vários grupos e faixas etárias.

“Neste momento crítico com a pandemia da Covid-19 é fundamental que a público-alvo esteja protegido, principalmente, em relação às doenças que podem ser evitadas com a vacina, como é o caso da gripe”, alerta o secretário da Saúde, Beto Preto.

“Neste ano, inclusive, antecipamos a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza como forma de prevenção ao público estabelecido pelo Ministério da Saúde que é mais vulnerável à contaminação pelo vírus e que precisa receber a dose da vacina”, enfatiza.

Segundo Beto Preto, a Secretaria de Estado da Saúde vem apoiando as secretarias municipais na realização de atividades de vacinação extramuros, fora das salas de vacina, como forma de ampliar a cobertura. “Toda a dose aplicada, deve ser registrada como forma consolidar a ação da saúde e garantir a proteção ao cidadão que recebe a vacina”, afirma.

REGISTRO - O registro das doses aplicadas pelos municípios é obrigatório. Os dados são enviados diretamente para o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização, que contabiliza os índices de cobertura vacinal de cada cidade, estado e do país.

“A cobertura vacinal é um dos indicadores mais importantes de saúde, por isso a necessidade e a obrigatoriedade do registro pelo município”, explica a chefe da Divisão do Programa de Imunização do Paraná, Vera Rita Maia.

“A cobertura mostra a porcentagem da população imunizada e este dado serve de base para o planejamento de ações estruturais da área da saúde. O atraso no envio das informações dificulta a avaliação da efetividade do trabalho realizado”, diz.

VACINA - A vacina contra a Influenza é segura e recomendada. Como a gripe e a Covid-19 têm sintomas iniciais semelhantes, a antecipação da campanha neste ano teve o objetivo de conter a carga de circulação dos vírus da influenza, reduzindo as complicações respiratórias, internações e a mortalidade decorrentes de infecções.

META – A meta estipulada pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% de cada um dos grupos estabelecidos como prioritários da campanha. Os grupos compreendem: idosos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, profissionais do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas do transporte coletivo, portuários, indígenas, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência, povos indígenas e adultos de 55 a 59 anos.

A chefe da Divisão do Programa de Imunização do Paraná salienta, ainda, que não basta atingir a meta da cobertura vacinal, é preciso mantê-la. “Tivemos exemplo recente com o sarampo. A queda da cobertura permitiu a volta da doença que há vinte anos não notificava casos. Por isso a importância do registro das doses, das ações estratégicas para a aplicação da vacina e da participação da população, na busca pela dose ofertada”, complementa Vera Rita.

Aproveite a Segunda, Terça e Quarta dos Preços Baixos do Supermercado Suprema de Turvo e Santa Maria do Oeste



Confirmado 2º caso de coronavírus em Pitanga


Trata-se do filho do caminhoneiro que deu entrada no hospital semana passada.

Pai e Filho vieram de Belém do Pará, estavam em dois Caminhões.

Leia a nota divulgada:

A Secretaria de Saúde de Pitanga informa o 2º caso confirmado de COVID-19 no município. 

O paciente está em isolamento domiciliar, é jovem e está assintomático. Foi coletado exame devido seu pai testar positivo para COVID-19. 

Paciente é caminhoneiro e estava há um mês no Belém do Pará, encontra-se em isolamento domiciliar desde o dia em que chegou no município.

Seu pai foi encaminhado imediatamente para o hospital e ele para sua residência. 

Orientamos que a população REDOBRE os cuidados de higiene pessoal, o uso de máscara e o isolamento social.

Att..Emilly Sakurai, Secretária de Saúde.

Policial militar é atropelado por motociclista embriagado em Prudentópolis


No dia 24 de maio de 2020, às 18h30min, na Rua Marginal da BR 373, Centro, a equipe Policial realizava bloqueio na Rua Marginal entre as Ruas Afonso Pena e Rua Coronel João Pedro Martins, onde foi abordada a motocicleta Honda CBX 250 Twister, e o condutor de 19 anos. A motocicleta foi recolhida e efetuadas as notificações e liberado o condutor. 

Em continuidade ao bloqueio, durante a tentativa de abordagem, uma motocicleta sem placa, foi em direção ao policial militar, vindo a colidir, atropelando o mesmo. 

Foi acionada a viatura dos Bombeiros para prestar atendimento no local, porém de início não foi encaminhada nenhuma das partes pelo Corpo de Bombeiros para o pronto atendimento, apesar de ambos os envolvidos apresentarem escoriações. 

Constatado que o condutor da motocicleta, de 34 anos, encontrava-se em visível estado de embriaguez, sendo realizado o Teste de Etilômetro, aferido o valor de 0.57mg/l. A motocicleta, uma CG modelo antigo a qual não possui placa e com a numeração de Chassi e motor suprimida. 
O condutor e a motocicleta foram encaminhados até a Delegacia local para que se fossem tomadas as medidas cabíveis. 

Durante a confecção do Boletim o Policial Militar sentiu fortes dores na região do quadril e costas sendo deslocado até o Pronto Socorro, para atendimento médico e confecção do Laudo de Lesão Corporal para as partes envolvidas.
Publicidade