segunda-feira, 18 de maio de 2020

Comunicado da Polícia Militar de Turvo


A reportagem do Blog do Elói esteve conversando nessa segunda-feira (18), com o Sargento Mário, ele pede para a população respeitar as faixas de pedestres e estacionamento. Disse que tem gente levando multa por bobeira de estacionamento. 

Também ele orienta os jovens quanto ao som alto em veículos. “Estamos orientando, e a partir dessa semana vamos começar a fazer apreensão de som de veículos”, informou o sargento.

Guarapuava chega a 17 casos confirmados de coronavírus


Paraná tem três mortes e 74 novos casos de Covid


Informe epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde desta segunda-feira (18) registra mais 74 casos positivos de Covid-19, acumulando 2.360. Três pessoas morreram em decorrência da infecção das últimas 24 horas, o que resulta em 127 óbitos de residentes no Estado.

Os três pacientes estavam internados, são duas mulheres e um homem. As duas mulheres morreram no domingo (17), uma residia em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, e tinha 75 anos; a outra morava na Capital e estava com 88 anos de idade. O homem era residente de Paranavaí, tinha 53 anos e morreu nesta segunda-feira (18).

MUNICÍPIOS – 179 cidades paranaenses têm ao menos uma pessoa contaminada, sendo que em 46 já há registro de morte.

As novas confirmações são em Araucária (9), Barracão (1), Cambé (1), Campo Largo (1), Cascavel (1), Cianorte (1), Colombo (1), Cornélio Procópio (4), Cruzeiro do Iguaçu (2), Curitiba (4), Fazenda Rio Grande (3), Ibema (1), Imbituva (2), Londrina (4), Mangueirinha (1), Mirador (2), Nova Aurora (1), Palotina (2), Paraíso do Norte (1), Paranaguá (5), Paranavaí (8), Paula Freitas (1), Pinhais (1), Piraquara (1), Ponta Grossa (1), Ribeirão do Pinhal (3), Rio Branco do Sul (1), Rio Negro (1), Saudade do Iguaçu (1), Tamboara (1), Telêmaco Borba (1), Terra Rica (1), Toledo (4), Tuneiras do Oeste (1) e União da Vitória (1).

FORA DO PARANÁ - Pacientes que residem fora do Paraná e que tiveram o diagnóstico no Estado são 30. Três pessoas residentes de outros locais morreram em decorrência da Covid-19.

AJUSTE - Um caso confirmado no dia 5 como residente de Curitiba foi transferido para São José dos Pinhais.

Confira o informe completo clicando aqui.

Vândalos danificam banheiros de igreja no interior de Boa Ventura de São Roque


No dia 17 de maio de 2020 por volta das 10h10min, por solicitação anônima, relatando que sem precisar horário, pela noite vândalos danificaram os banheiros masculino e feminino de uma igreja, quebrando dois vasos sanitários, dois lavatórios e um mictório todos fabricados em louça cor branca, na comunidade Barro Preto, zona rural. 

A equipe policial militar de serviço deslocou até a referida igreja e constatou o fato. O solicitante foi orientado quanto aos procedimentos.

Fonte: PM

Isolamento aumenta temor em relação à violência sexual contra crianças


A decretação do isolamento social como medida necessária para reduzir a contaminação pela Covid-19 trouxe reflexos indesejados e preocupações extras, como a maior exposição de crianças e adolescentes ao risco de sofrerem com o abuso e a exploração sexual. O temor existe porque as estatísticas demonstram que a maior parte dos casos ocorre no ambiente doméstico, e pais, mães, padrastos e outros parentes são responsáveis por 70% das violações registradas no Brasil, segundo dados do último levantamento divulgado pelo Disque 100 (serviço telefônico de recebimento de denúncias de violação de direitos humanos), com base nos casos de 2018.

O Ministério Público do Paraná alerta para esse grave problema na semana marcada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio). A promotora de Justiça Luciana Linero, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Criança e do Adolescente e da Educação, unidade do MPPR, lembra que, ficando somente em casa, além de estarem mais expostas a eventuais agressores, as crianças e os adolescentes também estão distantes dos seus principais protetores – professores, colegas de escola e outros familiares. São essas pessoas que, em geral, notam sinais de que algo errado está acontecendo e conseguem ajudar as crianças a vencerem o silêncio e receberem o auxílio de que necessitam.

Como reflexo disso, a tendência é de que as denúncias sofram redução. Isso, inclusive, já está sendo observado. Segundo números do Disque 181 (serviço da Secretaria Estadual da Segurança Pública que recebe denúncias de casos de violência no Paraná), houve queda de 37,7% nos comunicados de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes entre os dias 16 de março e 15 de abril deste ano (período em que muita gente já havia aderido à quarentena) e o mesmo período do ano passado. Neste ano, ocorreram 129 registros de violência contra crianças e adolescentes, sendo 25 de abandono, 28 de abuso/exploração sexual e 76 de agressão, enquanto no mesmo período do ano passado foram 144 queixas, sendo 25 de abandono, 45 de abuso/exploração sexual e 74 de agressão.

Também os números de atendimentos do Hospital Pequeno Príncipe (HPP), de Curitiba, reforçam as preocupações. Desde que o período de isolamento social foi instituído, a média mensal de atendimentos a crianças vítimas de violência caiu pela metade em abril: de 60 para 30 casos, e as situações registradas apresentaram quadro de gravidade maior. Em 2019, o HPP atendeu 689 casos de violência, sendo que 73,8% deles aconteceram no ambiente doméstico. Os atendimentos tiveram um crescimento de 39% com relação a 2018. A violência sexual representou, em 2019, 66% das ocorrências, e 76% das vítimas desse tipo de abuso eram meninas.

Vizinhos como protetores – Esse cenário amplia a importância do papel de vizinhos e outras pessoas que possam observar indícios de agressões e violações, cumprindo o papel de protetores, e avisar as autoridades sobre essas situações, principalmente pelo Disque 181 (estadual) e pelo Disque 100 (nacional). “Historicamente, o registro dos casos revela um aumento das violências durante o período noturno e nos finais de semana, justamente quando as crianças e adolescentes estão em casa com suas famílias. Portanto, a permanência das crianças e adolescentes em isolamento social facilita de maneira preocupante a exposição a situações de violência”, explica a promotora de Justiça Luciana Linero.

A promotora acrescenta que o Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece que é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar os direitos de crianças e adolescentes, bem como colocá-los a salvo de qualquer forma de violência. “Portanto, se a família falha ou é a própria violadora, a comunidade tem que assumir seu papel, e os vizinhos, como representantes mais próximos dessa comunidade, devem ajudar a proteger nossas crianças e adolescentes.” As comunicações de possíveis abusos podem ser feitas de modo anônimo, mas precisam ser o mais detalhadas possível para possibilitar a identificação da vítima e o atendimento pela rede de proteção.

Maio Laranja – Em parceria com a Força Tarefa Infância Segura (Fortis), neste mês de maio, o MPPR está desenvolvendo uma série de iniciativas para alertar a população sobre a importância de comunicar à rede de proteção qualquer suspeita de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Além de postagem nas suas redes sociais, a instituição gravou dois vídeos e um programa de rádio sobre o tema, que trazem orientações sobre como identificar sinais de violência e como comunicar aos órgãos competentes sem medo e sem culpa. As ações integram o Maio Laranja, mês destinado ao enfrentamento da violência sexual contra o público infanto-juvenil.

Sinais de alerta – As suspeitas de abuso e exploração podem ser informadas aos órgãos de proteção mesmo que as pessoas não tenham certeza de que efetivamente estejam ocorrendo. A partir disso, serão tomadas providências para apurar as situações, de modo a proteger meninas e meninos, com os cuidados necessários para que não sejam cometidas injustiças.

Mas quais são os sinais de que algo errado pode estar acontecendo? Segundo especialistas, qualquer alteração no comportamento habitual da criança ou do adolescente deve ser considerada, mas situações como choros e gritos insistentes e ruídos que possam denotar agressões são mais reveladoras de possíveis abusos. As pessoas também devem ficar atentas ao aparecimento de hematomas, quadros de desnutrição e de distúrbios alimentares, descuido com a higiene pessoal e mudanças súbitas de humor (uma criança ou adolescente que era extrovertido e alegre torna-se inexplicavelmente triste e fechado, podendo até manifestar agressividade e baixa autoestima).

Outros indícios são comportamentos sexuais inadequados para a idade da criança. Também podem sinalizar problemas as situações em que a criança ou o adolescente manifeste insegurança excessiva, vergonha, isolamento ou resistência a qualquer contato físico com outras pessoas.

Veja como avisar a rede de proteção sobre suas suspeitas:

Pelo telefone:

Disque 181 (estadual)

Disque 100 (nacional)

Disque 190 (para emergências) 

Pela internet:


Confira abaixo os materiais da campanha “Maio Laranja” e compartilhe, marcando o @mpparana:




Fonte: MPPR

Polícia Militar de Marquinho localiza camionete L200, furtada em Laranjeiras do Sul


No dia 17 de maio de 2020, na BR 158 Ponte do Rio Piquiri, a equipe policial recebeu informações de que uma camionete L200, de cor prata, com um tambor de Diesel na caçamba, a qual teria sido furtada em data de 16 de maio de 2020 em Laranjeiras do Sul, e que estaria deslocando sentido cidade de Marquinho. Diante das informações a equipe deslocou sentido Palmital e que aproximadamente 5km antes da divisa dos municípios foi avistado dois homens andando na margem da rodovia, ambos já conhecidos da equipe policial por práticas de furto/roubo. 

Realizada abordagem, em princípio nada de ilícito encontrado. Indagados sobre onde estaria o veículo estes relataram que abandonaram o veículo ao lado da ponte do rio Piquiri. Diante da informação, deslocado ao local indicado e visualizado o veículo L200 de cor prata, confirmando ser o veículo furtado. 

Durante a confecção do boletim a equipe recebeu mais informações de que os abordados poderiam estar de posse de celulares furtados em Palmital, sendo que dois celulares foram encontrados com os abordados, mediante consulta ao boletim, o aparelho de cor azul, marca Samsung, modelo A30, este furtado em uma loja em Palmital, o segundo aparelho marca Xiaomi, cor preta, em princípio lícito, ambos apreendidos. Também haviam várias blusas dentro do veículo, todas apreendidas. 

Diante dos fatos, dada voz de prisão e encaminhados aos abordados. Verificado no local que havia cerca de 5-10 litros de combustível no tambor na caçamba da camionete e danos internos, bem como haviam quebrado/danificado partes de radiador e bateria, dentre outros, sendo necessário o acionamento de guincho para retirá-la do local, e encaminhar até a 2ªSDP Laranjeiras do Sul.

Motorista fica ferido após tombar caminhão na PRC-466


Por volta das 12h00 desse domingo (17), a Polícia Rodoviária atendeu um acidente do tipo tombamento, ocorrido na PRC-466 km 137 + 900m, em Manoel Ribas - PR, envolvendo o veículo Scania de cor vermelha placas de Guarapuava. 

Do acidente resultou em ferimentos graves no condutor o qual foi encaminhado ao Hospital Bom Jesus de Ivaiporã.

Com informações da PRE

Após agredir dono de estabelecimento comercial, ladrões roubam dinheiro e égua em Pitanga


No dia 17 de maio por volta das 13h30min na Rua Jose Bonifácio, Bairro Planalto, onde relatou o solicitante para a equipe policial que três masculinos adentraram ao seu bar e lhe desferiram socos na face e utilizando de violência subtraíram uma quantia em dinheiro e tomaram rumo ignorado, levando uma égua de cor preta, de sua propriedade. 

Relatou ainda que os masculinos eram magros, estatura média, um deles trajava uma blusa vermelha e outro era chamado de Luiz. A equipe realizou patrulhamento nas imediações, e em dado momento visualizou um masculino com as características repassadas em uma égua e realizou a abordagem. 

O masculino foi reconhecido pela vítima como um dos autores do roubo. A égua foi entregue ao proprietário e ambas as partes foram conduzidas para a 45º DRP para demais procedimentos.

Farmácia Super Popular - Rua João Gonçalves Padilha, 261 ao lado da Cliamo - ☎️(42) 3646-3146 - 📱(42) 9 84130859 Pitanga - PR.