domingo, 22 de março de 2020

Saúde toma novas decisões para enfrentamento da Covid-19


O Centro de Operações de Emergências (COE) em Saúde Pública da Secretaria de Estado da Saúde reuniu-se neste domingo (22) para alinhar novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus e outras situações que impactam a saúde pública no Estado.

O secretário da Saúde, Beto Preto, esclarece que o regime intenso de trabalho é necessário para enfrentar a pandemia. “Na Secretaria da Saúde tomamos a iniciativa de não fechar no fim de semana. Definimos mais detalhes técnicos do funcionamento do nosso Laboratório Central, o Lacen, as questões das provisões de material e equipamento de proteção individual (EPI) tanto para as unidades próprias do Estado como para os hospitais e municípios”, explicou. “Vamos trabalhar em caráter permanente até o final da pandemia”.

MAIS TESTES - O Paraná entrou em acordo com o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, vinculado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e o Ministério da Saúde para a aquisição de mais insumos para exames de detecção do novo coronavírus.

Para a logística mais rápida, o Governo do Estado disponibilizou a frota de aviões para buscar a carga no Rio de Janeiro. O diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior, comentou sobre a articulação entre o Paraná, Ministério da Saúde e os outros estados do Sul.

“O governador Ratinho Júnior disponibilizou as aeronaves do Estado para buscar a carga do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Quando a aeronave retornar, representantes de Santa Catarina virão buscar o material em Curitiba e nós vamos levar os testes até Porto Alegre, ajudando os gaúchos e ampliando a capacidade de testagem dos três estados do Sul”.

“Pensamos no Paraná como um todo e precisamos viabilizar a testagem do maior número de pessoas com sintomas da Covid-19. Por isso a metodologia utilizada, a quantidade de testes e a logística para coletar as amostras foi revista”, disse o secretário.

COLETA DE AMOSTRAS – A coleta das amostras para os exames do coronavírus serão realizadas, também, via transporte aéreo. A partir dos próximos dias, um dos aviões do Estado decolará de Curitiba e fará uma rota pousando em pontos estratégicos para a coleta do material e entrega no Lacen.

AGILIDADE E AMPLIAÇÃO - O Laboratório Central do Estado informou que incluiu o exame para o novo coronavírus na Pesquisa de Vírus Respiratórios. Agora serão pesquisados 21 vírus de uma só vez. Até o sábado, as amostras passavam por um exame de 20 vírus e caso nenhum fosse detectado, seguia então para o teste específico de coronavírus.

Além desta alteração, o Lacen aumentará a quantidade de exames realizados por dia, considerando que haverá mais insumos para o laboratório. O local tem alta capacidade de processamento. Dessa maneira, com mais insumos, mais agilidade no transporte, a tendência é que possam ser identificados os pacientes que estão com Covid-19 e adotar medidas de contenção localmente, de forma ainda mais rápida.

INTERNAÇÕES – A agilidade no processamento dos exames impacta diretamente na disponibilidade de leitos em enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva. Com mais testes, a estratégia adotada pela Secretaria da Saúde é otimizar o diagnóstico comprovando quem está ou não com a Covid-19 para que as medidas de precaução sejam seguidas na conduta dos pacientes ou já possam ser dispensados alguns cuidados, como o isolamento.

“Essa é uma forma de regular melhor os leitos. Além disso, fizemos um levantamento dos possíveis novos leitos para que não faltem espaços adequados para os paranaenses”, avalia Beto Preto.

CADASTRO DE PROFISSIONAIS – Diversas instituições que representam hospitais e médicos participaram de reunião, no Palácio Iguaçu, para alinhar e debater estratégias. O secretário Beto Preto afirma que está em desenvolvimento um cadastro de profissionais de reserva que serão acionados, caso seja necessário.

“Conversamos com representantes da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde o Paraná, Federação das Santa Casa de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Paraná do Paraná, Associação Médica do Paraná, Conselho Regional de Medicina, Sociedade Brasileira de Infectologia. Estamos todos juntos para alinhar um programa de voluntariado para as necessidades que podem advir. A possibilidade é criar um cadastro de reserva de médicos de diversas especialidades que possam atuar como clínicos nas nossas unidades”, explicou o secretário Beto Preto.

O presidente da Associação Médica do Paraná, Nerlan de Carvalho, falou sobre a aproximação das instituições e a Secretaria. “Essas reuniões foram importantes para alinhar e estabelecer um raciocínio de atuação e centralizar as informações concretas ao invés de muitas informações desconexas e não verdadeiras que recebemos constantemente.”

Fonte: AEN

Saúde confirma 54 casos de coronavírus no Estado


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou o novo boletim do coronavírus neste domingo (22), contabilizando 54 casos confirmados da doença no Paraná. Os novos casos são de Curitiba (3), Foz do Iguaçu (3), Cianorte (1), Colombo (1), Pinhais (1) e moradores de Miami-EUA (2) que estão sendo tratados no Estado.

Os 11 novos pacientes deste boletim são seis homens e cinco mulheres, com idades entre 17 e 54 anos, e que estiveram na Itália, Emirados Árabes, Miami e/ou em contato com casos confirmados fora do Estado.

A secretaria estadual adotou uma nova metodologia para análise de casos. Anteriormente, prevalecia o município de notificação. Agora é considerado o município de residência. Isso facilita o monitoramento e assegura maior capacidade de verificação e possível circulação do vírus nas localidades pelas equipes de saúde.

Houve alterações de dados. Foram retiramos três casos de Curitiba, em que dois pacientes são moradores de São Paulo, e um de Pinhais, e que haviam sido notificados na capital paranaense. Um caso registrado em Umuarama foi alterado para Cianorte, visto que o paciente recebeu o atendimento em Umuarama, mas reside em Cianorte.

DADOS – Todas as notificações de síndromes respiratórias pelos serviços de saúde passam a constar agora no boletim como casos em investigação. A medida cumpre a Portaria nº 454/2020, do Ministério da Saúde, que estabelece novos critérios e procedimentos.

O Paraná, no entanto, não tem nenhum caso de transmissão comunitária.

Com a nova divulgação dos casos em investigação, a secretaria estadual garante ainda maior transparência e efetividade de informação, evitando assim dados desencontrados ou até mesmo desinformação.

Hoje são 1.354 casos em investigação no Paraná – já com a nova metodologia – e 159 casos descartados.

Aproximadamente 600 casos em investigação já foram testados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e já foram negativados, mas não constam no sistema do Ministério da Saúde em razão da instabilidade da plataforma.

Fonte: AEN

Homem é assassinado em Guarapuava


No dia 21 de março, às 21h00min, na Rua Judite Bastos de Oliveiras, Jardim da Américas, através de solicitação anônima, teria ocorrido uma briga generalizada em via pública, onde teriam várias pessoas, e um cidadão caído no chão (rua), o qual teria sido lesionado por arma branca. 

A equipe policial constatou um cidadão com ferimentos na cabeça, que aparentava estar em óbito. A equipe do SAMU, fez todos os procedimentos cabíveis, porém sem êxito, vindo a constatar o Óbito do masculino. 

Posteriormente, outra ligação anônima relatou que o autor teria se evadido sentido a um matagal e que usava tornozeleira eletrônica, porém não foi identificado, compareceu no local uma senhora de 57 anos, mãe da vítima, a qual informou que seu filho possuía 24 anos de idade. Acionado IML para procedimentos. A genitora da vítima foi orientada.

Homem é encontrado morto com sinais de execução no distrito do Guará, em Guarapuava


No dia 21 de março, às 14h15min, deslocado na Estrada Rural 2 Km, após a Ponte do Rio das Mortes, Distrito do Guara, a equipe policial foi acionada para averiguação de uma situação de Achado de Cadáver. 

No local um senhor de 58 anos, relatou que seu irmão havia visualizado uma pessoa caída no meio de uma mata, durante a manhã e que ao retornaram para averiguar, constataram que a pessoa não possuía sinais vitais. 

A equipe averiguou o local e constatou ser um masculino, aparentando ter entre 20 e 30 anos de idade, pele morena clara, com uma blusa de moletom com capuz na cor vermelha, bermuda preta da marca nike e um chinelo na cor azul próximo ao seu corpo. O mesmo se encontrava caído na forma ajoelhado, com o rosto ao chão, em uma posição de possível execução. 

A equipe isolou o local e aguardou as equipes da Polícia Civil, Criminalística e Instituo Médico Legal para maiores averiguações e recolhimento do corpo. Com a chegada destas equipes no local, os Criminalistas Analisaram e constataram que o mesmo apresentava 03 (três) perfurações na região das costas. Repassada situação a Polícia Judiciária.