sábado, 8 de junho de 2019

Polícia Civil investiga 'golpe do empréstimo facilitado' em Guarapuava

Suspeitos oferecem empréstimos pela internet, com juros baixos, mas exigem pagamentos adiantados; pelo menos seis pessoas registraram Boletim de Ocorrência.

A Polícia Civil de Guarapuava, na região central do Paraná, investiga uma quadrilha que aplicou um golpe com falso empréstimo facilitado a pelo menos seis pessoas, segundo as investigações.


Os golpistas, segundo a polícia, ofereciam empréstimos facilitados, com baixos juros às vítimas, e exigiam pagamentos adiantados.



"Eu acabei entrando no site, fiz todo o processo, passados dois ou três dias, duas financeiras entraram em

contato comigo. Foi então que comecei a fazer pagamentos e nada de eu receber o valor que eu precisava na conta", conta Adriano Nilson Andrade, que afirma ter sido uma das vítimas.

As financeiras pediam dinheiro para desbloquear o valor do empréstimo. Ao todo, foram oito depósitos, um valor total de R$ 8,1 mil, e os empréstimos não foram liberados.

"Quando chegou em um valor que não tinha mais onde correr, eu acabei descobrindo que era golpe. Corri atrás, mas agora, recuperar o valor perdido eu acho difícil", disse a vítima.

A vítima conta que chegou a ser ameaçado pelos atendentes depois de ter descoberto que se tratava de um golpe.

"Se o senhor quiser entrar na Justiça, quiser recorrer não tem problema, é um direito do senhor, tudo bem? Porém, o senhor não vai ter nenhum dos valores de volta, o senhor vai apenas perder seu tempo", afirma a atendente, em uma das conversas com o homem.

A Polícia Civil e o Procon informaram que buscam identificar os autores do golpe. O Procon alerta sobre como evitar se tornar vítima.

"Se vocês está buscando um empréstimo, procure uma instituição financeira com referência, aqui na sua cidade, mas não vá em busca de juros baixos, de falsas promessas de que não importa estar com restritivos, porque isso não existe", afirma o coordenador do Procon de Guarapuava, Paulo Lima.

Fonte e foto: G1 - PR/RPC Guarapuava




Nenhum comentário:

Postar um comentário