sexta-feira, 31 de maio de 2019

Justiça condena sete integrantes de organização criminosa denunciados pelo MPPR por prática de furtos de animais na região de Guarapuava



A 3ª Vara Criminal de Guarapuava, no Centro-Sul paranaense, condenou sete pessoas denunciadas pela Promotoria de Justiça de Cantagalo por participarem de organização criminosa para furto de animais. O grupo atuava em diversos municípios, tendo causado prejuízo a produtores rurais com o furto de cabeças de gado. As investigações, realizadas no âmbito da “Operação Aristeu”, foram coordenadas pela Promotoria de Justiça de Cantagalo e contaram com o apoio operacional do serviço reservado do 16º Batalhão da Polícia Militar de Guarapuava.

Pelos crimes imputados (organização criminosa, furto e corrupção de menor – uma vez que um oitavo participante do grupo tinha menos de 18 anos), os réus receberam penas que variam de quatro anos e quatro meses a nove anos e dois meses de reclusão. Dois deles deverão cumprir as penas em regime fechado, enquanto os demais iniciarão o cumprimento no regime semiaberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário