quinta-feira, 9 de maio de 2019

Grave colisão traseira entre duas carretas é registrada na estrada Boiadeira



Um grave acidente foi registrado por volta das 16h20 desta quinta-feira (9) na estrada Boiadeira, a BR-487, no KM 124, na cidade de Tuneiras do Oeste. A colisão envolveu um Iveco bitrem 420, placas de Curitiba, e uma carreta Volvo FH 500, com placas de Iguatemi/MS. A carreta Iveco ficou destruída e suas partes espalhadas na pista. Um dos condutores teve ferimentos variados e foi encaminhado ao hospital de Tuneiras do Oeste.

Conforme informações coletadas com testemunhas, os dois veículos seguiam sentido PR-323. O Volvo estava à frente e o motorista teria freado para evitar colidir em um boi, que teria entrado na pista. O condutor da outra carreta, que vinha logo em seguida, não teria conseguido frear e bateu na traseira do outro veículo.

Duas pessoas estavam na carreta da frente e não tiveram ferimentos. O outro caminhoneiro sofreu vários ferimentos. De acordo com um senhor que estava no local do acidente, o motorista teria fraturado os dois braços (na região dos punhos) e uma perna, além de ter um pequeno corte no rosto. A testemunha disse que mesmo ferido, o condutor estava consciente e conversando. Seu primeiro nome seria Claudinei.

Ainda conforme a testemunha, a ambulância de Tuneiras do Oeste socorreu a vítima e o encaminhou para o hospital da cidade. A equipe do Samu chegou logo em seguida e rumou para Tuneiras para prestar apoio, caso fosse necessário. “Quando a gente chegou ele estava deitado de costas e nós até achamos que estava morto. Mas daí conversamos e ele disse que estava com muita dor”, relatou a testemunha.

Equipes do Corpo de Bombeiros de Cruzeiro do Oeste e Umuarama se deslocaram para atender a ocorrência. No caminho os socorristas de Umuarama foram dispensados. A Polícia Rodoviária Federal de Campo Mourão e a Polícia Militar de Tuneiras estão no local. O trânsito não chegou a ficar parado.

A carreta Iveco estava carregada com cimento e é de uma empresa de Guarapuava. A Volvo teve apenas danos no semirreboque.





Nenhum comentário:

Postar um comentário