domingo, 31 de março de 2019

CRESOL CAD Futsal joga bem, vence em casa e estreia com o pé direito


O fim da noite de sábado (30/03) foi saborosa para o esporte Guarapuavano, após quase 50 dias de treinamentos o CAD enfim estreou no paranaense e não poderia ser de forma melhor, torcida presente, jogo difícil, raça em quadra e para coroando tudo isso uma grande vitória por 4 a 1 contra o Norte Futsal de Francisco Beltrão.

Futuro: A equipe Guarapuavana agora ficará 15 dias sem jogar em casa, o próximo jogo será como visitante no sábado (06/04) contra a equipe de Choppinzinho (um dos favoritos), na sequência das semanas ainda, encara ainda o time de Faxinal (do técnico Baiano que passou por Guarapuava) também fora de casa, missão difícil para os atletas que irão enfrentar fortes adversários e também para a diretoria que vem contando muito com a renda da bilheteria para equilibrar as finanças da equipe.

O jogo:

O placar de 4 a 1 para os donos da casa se fez resumidamente por aproveitar as chances e oportunidades que a partida mostrou, o time da casa iniciou impondo ritmo no ataque criando chances e com a segurança do setor defensivo muito seguro, com boas intervenções do quarteto de linha e principalmente do goleiro Lucas Santos que dava total confiança para a equipe desenvolver seus trabalhos, o placar do jogo começou a ser construído após linda roubada de bola na defesa, que resultou em um contra-ataque na velocidade do ala Matheus Lustosa que rolou para o pivô Andrei com faro de gol encher o pé e estufar a rede do goleiro Ari, 1 a 0 Guarapuava.

A polêmica: A festa dos donos da casa não demorou muito, 2 minutos para ser exato. Em uma jogada de triangulação o time adversário com jogada ofensiva saiu na cara do goleiro Guarapuavano que interviu com uma ótima defesa rasteira jogando a bola para lateral, ai começa o detalhe que poderia ser fulminante. Na jogada o goleiro sentiu a pancada do chute e ficou caído, o time adversário mesmo com a lesão do arqueiro cobrou o lateral rapidamente, com a defesa Guarapuavana parada esperando a arbitragem autorizar atendimento médico e executou o gol assinalado pelo jogador “Mudo” que tocou para rede sem nenhuma marcação e ação contraria, a arbitragem que estava em cima do lance do goleiro caído pedindo atendimento, vergonhosamente validou o gol, causando grande revolta nas arquibancadas do Joaquinzão e comissão técnica do CAD, na reclamação a arbitragem expulsou o roupeiro do CAD. E assim terminou a primeira etapa da partida.

A superação: Após a polemica a equipe Guarapuavana parecia voltar abatida, foi ai que começou se escrever a história de superação da partida, buscando forças para consternar o acontecido o time Guarapuavano partiu pra cima e com jogadas rápidas pelos alas habilidosos Fabricio e Gabriel conseguiu buscar forças dentro de quadra... Para melhorar a situação em uma jogada rápida pela esquerda a bola cruzada foi desviada com a mão pelo time de Francisco Beltrão dentro da área, a arbitragem assinalou o pênalti para os donos da casa. Na cobrança Junior encheu o pé para estufar a rede adversária e marcar o segundo gol do CAD, empolgando a torcida da casa. O clima ficou bom para os donos da casa, porém perigoso... O experiente goleiro Ari do time do Norte, veio para fazer a função de goleiro linha e deixou o jogo aberto, a defesa Guarapuavana cercava bem e por várias vezes conseguiu roubar a bola e tentar o terceiro gol sem a proteção do goleiro nas traves, não conseguiram aproveitar a situação mais o terceiro tento seria consequência... Em dividida de bola o Jogador Bruno Oliveira (que teve passagem por Guarapuava) acabou fazendo falta no ala Guarapuavano Fabricio, na jogada o visitante foi advertido com o segundo cartão amarelo e expulso da partida, fato melhor ainda para o CAD é que a jogada estourou o número de faltas da equipe visitante.

Com um a mais em quadra o terceiro seria consequência e não demorou, apenas 30 segundos após a vantagem de jogadores, o fixo gaúcho em jogada de fundo bateu a bola cruzada e ela desviou na marcação tirando qualquer chances de defesa do goleiro e sendo o terceiro gol Guarapuavano. Os adversário não se entregaram e partiram pra cima para o tudo ou nada, mais a defesa Guarapuavana se mostrava firme e conseguiu salvar todas com as ações defensivas, para fechar com chave de ouro e um contra-ataque cavou a 6° falta e consequentemente o tiro livre, o ala Matheus Lustosa que fez uma grande partida com toda categoria ‘meteu um canudo’ na gaveta do gol de Beltrão fazendo o 4° e dando números finais ao jogo. CRESOL CAD futsal 4 x 1 Norte Futsal Francisco Beltrão.

Assessoria CAD


Nenhum comentário:

Postar um comentário