terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Pai acha chuteira no lixo e muda a história do filho, que jogará no Orlando City


De um barraco à beira da estrada a uma estrutura de primeiro mundo. Um sonho construído, literalmente, do lixo. A história do adolescente Ivanildo da Silva, de 15 anos, é um conto de fadas moderno do futebol. Descoberto em um campeonato amador em Brasília, o menino pobre, filho de um catador e de uma vendedora ambulante, se prepara para passar um ano no Orlando City, um dos times da Major League Soccer, divisão de elite do futebol nos Estados Unidos.


Sem qualquer estrutura, Ivanildo ganhou suas primeiras chuteiras graças ao acaso: catando lixo, o pai achou um par jogado fora. Era um primeiro aviso do destino.

- Quando meu pai me deu ela, fiquei muito alegre. Chega a me dar uma dor no coração, porque foi a primeira que ele me deu. Eu chorei no dia - disse Ivanildo.

- Uma chuteira é uma coisa simples, todo menino quer ter uma chuteira. Mas eu não sabia que uma chuteira que foi achada no lixo poderia fazer isso que está fazendo com o Ivanildo. Eu não tinha essa noção - completou o pai, Leandro Velozo.

Ivanildo treina em um projeto social na capital federal. Seu professor, que também dá aula em uma escolinha do Orlando City, inscreveu o garoto em uma competição, vista pelo diretor das categorias de base do time americano, Mike Potempa. O resto ficou por conta do talento de Ivanildo.

- Esse garoto, Ivanildo, ficou na minha cabeça. Ele joga com muita paixão, se diverte em campo. Chamou minha atenção na hora - afirmou Potempa.

No Orlando City Academy, vai se dividir entre os treinos e a escola. Uma oportunidade dupla de sucesso para quem cresceu sem perspectivas.

- É uma chance que eu tenho que agarrar com vontade. 

Assista a reportagem emocionante clicando aqui.

Fonte: Globo Esporte


Nenhum comentário:

Postar um comentário