segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Delegado pede prisão preventiva de três no Caso Acir


Segundo informações do Portal RSN, o delegado operacional da 14ª Subdivisão Policial (SDP) de Guarapuava, Bruno Maciozek, pediu a prisão preventiva de dois homens e uma mulher, suspeitos pelo desaparecimento de Acir Almeida, desde 30 de novembro do ano passado em Guarapuava. 

De acordo com o delegado, um deles é o vizinho da vítima que confessou ter sequestrado Acir para extorquir mais de R$ 150 mil. Parte do dinheiro, R$ 102 mil, foi recuperada, além da apreensão de um veículo Honda Civic e outros dois carros. O inquérito foi para a Justiça Criminal, mas retornou à delegacia para novas diligências. 

Apesar das prisões, nenhum dos suspeitos confessou o assassinato. Eles insistem na versão de que a vítima entregou o dinheiro, pegou parte da quantia, chamou um Uber e sumiu. Porém, as investigações policiais seguem pelo viés de extorsão mediante sequestro, seguida de morte e ocultação de cadáver. 

Acir de Almeida, morava em Guarapuava, mas já morou por vários anos em Turvo e bastante conhecido na região.

Fonte: RSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário