sábado, 26 de janeiro de 2019

Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão, por feminicídio, homem que matou mulher com um golpe de chave de fenda


O Tribunal do Júri de Paranaguá, no Litoral do estado, condenou a 25 anos e 4 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, um homem acusado de matar a mulher com quem conviva em março de 2017.

No dia 9 de março daquele ano, na semana de comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a vítima foi morta com um golpe de chave de fenda, na presença da filha, na residência do casal, situada na Ilha dos Valadares, no Município de Paranaguá. O motivo teria sido o fato de a vítima ter ido ao local de trabalho do réu e discutido por ciúmes.

Na sessão de julgamento, os jurados acataram todas as acusações formuladas pela 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, responsável pela denúncia, condenando o réu por homicídio duplamente qualificado: por motivo fútil e feminicídio (em razão da condição do sexo feminino e por envolver violência doméstica e familiar). O acusado já estava preso preventivamente desde 10 de março de 2017 e não poderá recorrer em liberdade.

A 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá ressalta a importância da condenação e da pena para a prevenção geral de crimes de feminicídio, que apresentam números bastante expressivos no litoral paranaense.

Fonte: www.mppr.mp.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário