terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Mulher é presa em Candói acusada de negociar a filha com ex-marido



Uma mulher foi presa pela Polícia Militar em Candói na noite desta segunda-feira (14). A mulher, identificada como Roseli, estaria negociando a própria filha, uma adolescente de 15 anos, com o ex-marido, que mora na cidade de Mangueirinha.

A polícia tomou conhecimento da suposta negociação por meio de uma denúncia anônima. Na casa da suspeita, a adolescente confirmou que a mãe tinha negociado ela pelo valor de R$ 500 (quinhentos reais) mensais a serem pagos pelo período de 24 meses.

A negociação teria sido feita com um homem identificado como Adinaldo. A adolescente contou que a mãe teria concordado que ela fosse morar com ele em Mangueirinha. No celular de Roseli, foram encontradas mensagens de áudio que confirmam a negociação com Adinaldo.

O Conselho Tutelar foi acionado e acompanhou o procedimento da Polícia Militar. Um taxista da cidade esteve no Destacamento da PM e confirmou que tinha sido solicitado para fazer uma corrida até mangueirinha, porém desistir ao tomar conhecimento da situação. O mesmo se comprometeu em prestar informações à polícia, caso necessário.

A mulher foi encaminhada à 14ª SDP, de Guarapuava. Ela vai responder pelo crime previsto no artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente (Prometer ou efetivar a entrega de filho ou pupilo a terceiro, mediante paga ou recompensa) cuja pena é reclusão de um a quatro anos, e multa. Adinaldo vai responder por estupro de vulnerável, pois teria praticado o ato enquanto conviveu com a mãe da menor.

A menor ficou sob cuidados do Conselho Tutelar e deve ser encaminhada à Casa Abrigo, local onde já esteve em outras ocasiões.

Fonte: RBJ

Um comentário: