segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Morre mulher que sofreu acidente na BR-373 em Candói



A nutricionista duovizinhense Greicy Peretti Poffo não resistiu e morreu por vota das 18 horas desta segunda-feira (21) no Instituto Santa Clara de Candói, no Centro Sul do Estado. Ela havia sido internada após ter se envolvido em um grave acidente há poucos quilômetros de Candói.

Greicy dirigia uma camionete Fiat Toro, com placas de Dois Vizinhos. O carro bateu de frente com um ônibus, placas de Francisco Beltrão, de propriedade da empresa FC Tur, que tinha como destino a capital do Estado, levando um grupo de empresários do Sudoeste. Com a batida, a condutora da camionete ficou presa nas ferragens, sendo socorrida por equipes da Defesa Civil e da Secretaria Municipal de Saúde de Candói.

Com a confirmação da morte, o corpo dela foi recolhido ao IML de Guarapuava. Greicy era professora da Unipar – Universidade Paranaense, campus de Francisco Beltrão. Entre os familiares, deixa duas filhas menores. Um dos motoristas do coletivo ficou gravemente ferido e foi transferido à Guarapuava.

As causas do acidente que a vitimou não foram divulgados até o momento pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). O trecho onde aconteceu o acidente tem sido palco de vários acidentes graves nos últimos meses. No fim de 2018, uma colisão frontal resultou na morte de seis pessoas. No inicio de 2019, no dia 13, uma moradora do Distrito de Lagoa Seca, em Candói, também morreu.

Autoridades do município já solicitaram ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte) a instalação de mecanismos que colaborem para a redução do número de acidentes no trecho que liga o perímetro urbano de Candói ao Distrito da Paz. Também solicitaram, através de oficio, que a PRF amplia a fiscalização com objetivo de evitar acidentes provocados pela imprudência, como o excesso de velocidade ou a ingestão de álcool.



Fonte: RBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário