sábado, 10 de novembro de 2018

Vereador de Nova Tebas é preso por extorquir prefeito, em operação do Gepatria de Guarapuava e da Promotoria de Manoel Ribas


Um vereador de Nova Tebas foi preso na tarde deste sábado, 10 de novembro, pelo crime de concussão repetida tendo como vítima o atual prefeito do município da região Central do Paraná. A prisão ocorreu no âmbito da Operação Antagônico do Ministério Público do Paraná.

O mandado de prisão foi cumprido pelo núcleo de Guarapuava do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) e pela Promotoria de Justiça de Manoel Ribas, sede da comarca, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A denúncia de extorsão foi levada ao MPPR pelo próprio prefeito.

Segundo apurado pelo Ministério Público do Paraná, desde o fim de 2017, o vereador vinha exigindo pagamentos mensais ao prefeito, que variaram entre R$ 1 mil e R$ 3 mil reais, mediante a ameaça de utilizar a prerrogativa parlamentar para difamar a honra do prefeito e da gestão, além de dificultar o trâmite de projetos de lei de interesse do município. A prisão ocorreu logo após o prefeito fazer novo pagamento ao vereador, que estava em posse de um envelope com dinheiro em espécie.

O nome do vereador que foi preso não foi divulgado.

Fonte: Ministério Público do Paraná

Nenhum comentário:

Postar um comentário