terça-feira, 27 de novembro de 2018

MPPR denuncia sete pessoas por homicídio do jogador Daniel



A 1ª Promotoria de Justiça de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, apresentou nesta terça-feira, 27 de novembro, denúncia em face de sete pessoas envolvidas na morte do jogador de futebol Daniel Corrêa Freitas. O crime ocorreu no dia 27 de outubro, em São José dos Pinhais, após o jogador participar de uma festa de aniversário em Curitiba, que teria continuado na casa de três dos acusados (um empresário, sua esposa e sua filha).

Os envolvidos (com diferentes participações) foram denunciados por sete crimes: homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima), ocultação de cadáver, fraude processual, coação no curso do processo, denunciação caluniosa, falso testemunho e corrupção de menor. O empresário, réu confesso do crime, e mais três pessoas que estavam no carro usado para levar o jogador até o local da execução foram denunciados por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menor e fraude processual. Além disso, o empresário e duas dessas pessoas foram acusados por coação no curso do processo. A esposa do empresário foi denunciada por homicídio qualificado por motivo torpe, fraude processual, corrupção de menor e coação no curso do processo, mesmos crimes pelos quais foi denunciada a filha do casal, com exceção do homicídio. Foi denunciada ainda, por falso testemunho, fraude processual, denunciação caluniosa e corrupção de menor, uma jovem que teria se envolvido com o jogador durante a festa de aniversário.

Para a Promotoria de Justiça, o trabalho da Polícia Judiciária foi bastante eficiente e eficaz, bem como o da Perícia Técnica, que trouxe laudos conclusivos e detalhados, o que possibilitou a apresentação da denúncia 30 dias após o crime.

Fonte: www.mppr.mp.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário