quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Jornalistas são alvo de atentado a tiros


Dois jornalistas foram alvo de um atentado a tiros na madrugada desta quarta-feira (8) em Curitiba. A situação aconteceu enquanto a equipe do programa 91 Notícias, da rádio 91,3 FM, chegava ao local de trabalho no bairro Pilarzinho.

Além dos jornalistas Silvia Valim e Ricardo Vieira, também estava no local o filho do proprietário da emissora, Moisés Pires. Eles contaram que aguardavam a abertura da rádio ao lado de fora do prédio às 4h30. Quando o portão principal foi aberto, um homem começou a atirar em direção à equipe. Um carro foi atingido. De acordo com as vítimas, não houve nenhum contato com o suspeito.

“Os tiros foram em sequência. A impressão é que toda a munição foi utilizada para nos atingir. Ouvi, pelo menos, dez tiros. Meu carro estava em grande parte encoberto pelo veículo do Ricardo e só por isso não foi atingido. Aceleramos e tentamos nos distanciar o máximo da rádio”, contou Silvia. “Só tive noção do risco quando paramos e vimos que uma das balas atingiu meu carro. Até o momento eu achava que os tiros tinham sido para cima, só para assustar. Mas o risco foi real”, completou Vieira.

No local foram encontrados 11 projéteis de munição calibre .40. Um boletim de ocorrência foi registrado no 3º Distrito Policial.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) afirmou que “repudia qualquer tipo de agressão ao jornalista e já solicitou imediata medida de segurança no local, além de apurar junto à polícia um parecer sobre a investigação do caso”. Além disso, a direção da Rádio informou que já possui uma equipe de vigilância que irá acompanhar a entrada e a saída dos jornalistas.

Fonte: Massa News

Nenhum comentário:

Postar um comentário