quinta-feira, 28 de junho de 2018

Reunião discute instalação da Casa de Custódia de Guarapuava


O secretário especial da Administração Penitenciária, coronel Élio de Oliveira Manoel, e o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, discutiram detalhes do projeto de construção da nova Casa de Custódia.

A nova unidade penal abrigará presos provisórios no regime fechado e terá capacidade para 512 detentos. “A Casa de Custódia servirá como unidade de entrada do sistema prisional de Guarapuava, onde os presos serão identificados e encaminhados para outras unidades de acordo com seu perfil”, afirmou o secretário.

Foi definido o local de instalação da nova unidade, que será ao lado de duas outras unidades já existentes. A doação do espaço será feita pelo município. “Com o terreno já definido vamos agilizar o encaminhamento dos procedimentos legais para efetivação da doação”, afirmou o prefeito Cesar Filho.

UNIDADE DE PROGRESSÃO – Até que as obras de instalação da nova Casa de Custódia estejam prontas, outras medidas estão sendo adotadas pelo Departamento Penitenciário para abrir vagas na região, como é o caso da mudança de perfil do Centro de Regime Semiaberto de Guarapuava.

A alternativa que deverá ser executada nos próximos meses foi anunciada pelo secretário durante a reunião. Segundo ele, a ideia é transformar a unidade de regime semiaberto em uma unidade de progressão, que ofereça estudo e trabalho para presos no regime fechado. “Serão 220 vagas que nos permitirão fazer a retirada de presos condenados que estão em carceragens de delegacias da região”, afirmou.

REUNIÃO - Participaram do encontro em Guarapuava diretores de unidades penais e o chefe de cadeia pública de Guarapuava, secretários municipais, representantes da Paraná Edificações e do Departamento Penitenciário do Estado.

Fonte: AEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário