quarta-feira, 7 de março de 2018

Homem suspeito de caçar ilegalmente animais silvestres é morto por policiais ambientais


Um homem foi morto pela Polícia Militar Ambiental em uma propriedade rural de Maringá, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (6). De acordo com a polícia, ele estava caçando e durante a abordagem apontou a arma para os policiais.

A Polícia Ambiental informou que recebeu uma denúncia falando sobre uma pessoa que estaria caçando animais silvestres. Os policiais foram até a propriedade e quando chegaram, encontraram o homem, em cima de um trator, com uma arma preparada para caça.

“Quando foi dado voz de abordagem para essa pessoa, ela não obedeceu e direcionou a arma que portava, uma carabina municiada e com uma lanterna acoplada, em direção ao policial, que revidou”, disse o comandante do 1°Pelotão da Polícia Ambiental, sub-tenente Clailton Compadre.

O homem foi atingido no tórax e morreu na hora. Alan Fernando Camargo, de 36 anos, trabalhava como caseiro da fazenda. A arma encontrada com ele foi apreendida. O corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá.

O comandante do 1° Pelotão da Polícia Ambiental disse que os policiais realizaram todos os procedimentos necessários antes de efetuarem os disparos.

“A alternativa que havia era a abordagem, o que a equipe policial tentou fazer. Deu voz de abordagem, o cidadão armado não acatou. Ele direcionou a arma, que estava preparada para a caça, em direção ao policial. O policial não teve outra alternativa senão revidar essa iminente agressão”, pontuou o sub-tenente.

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário